REDES:

_

Com novidades, Viação Itapemirim recebe o MOB Ceará São José de Ribamar: a empresa extinta mais falada na busologia Marcopolo apresenta plataforma BioSafe para empresários no Ceará RCR Locação acrescenta em sua frota cearense novos Ideale 800 Horizonte Transportes inova com aquisição de ônibus 0km

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

sexta-feira, 27 de novembro de 2020

Especial: Ônibus das bandas de forró - Parte 06

Reativando um dos quadros do site, a equipe de editores do MOB Ceará apresentará mais 3 veículos que transportam as composições das bandas de forró de todo o Brasil.

O primeiro ônibus em destaque pertence a cantora Mara Pavanelly. O belíssimo Marcopolo Paradiso G7 1600 LD é montado sobre o chassi O-500RSD da Mercedes-Benz e chama atenção pelo novo layout estampado no mesmo.
 

Continuando a apresentação dos veículos deste especial, o MOB Ceará apresenta o veículo que pertence a uma das cantoras mais conhecidas no Ceará e no Brasil. A Taty Girl tem um conservado Marcopolo Paradiso G6 1550 LD montado sobre o chassi O-500RSD da Mercedes-Benz. O veículo ostenta uma plotagem pink, cor preferida da cantora.
 

Encerrando o especial de hoje, o site apresenta o ônibus que é responsável por transportar os componentes da Banda Som e Louvor. Os integrantes do conjunto que toca forró gospel têm a sua disposição um Marcopolo Paradiso G6 1800 DD dotado do chassi K360 6x2 da Scania. A máquina que possui todas as poltronas tipo leito é guiada pelo motorista Helder Bessa.
 

Fonte: MOB Ceará
Redação: Nemezio Neto



quinta-feira, 26 de novembro de 2020

Empresa do fretamento cearense está testando ônibus 100% movido a energia solar

A Gertaxi, empresa genuinamente cearense, está testando um ônibus totalmente movida a energia solar. A empresa responsável pela criação do veículo entrou em contato com o MOB Ceará e o site traz, nesta matéria, várias informações sobre a novidade que recebeu o prefixo 4892231 e já está operando.
 

O projeto da EDP de um ônibus 100% elétrico abastecido por energia solar reforça o investimento da companhia no segmento do transporte coletivo. Outro projeto-piloto da empresa, em parceria com a VIX Logística, do Grupo Águia Branca, está desenvolvendo um sistema de recarga para frotas de ônibus elétricos no Espírito Santo. O objetivo é contribuir para a melhoria do transporte coletivo no Brasil com a redução da emissão de gases poluentes. Atualmente, o Brasil possui uma frota com cerca de 500 mil ônibus em circulação. Dentro do mercado de mobilidade elétrica, o segmento de ônibus elétricos é o que possui o maior potencial de benefícios socioambientais, retorno financeiro e oportunidades no setor de energia.


A iniciativa no Espírito Santo, com duração de cerca de dois anos e investimento total de R$ 6,6 milhões, foi contemplada na Chamada Pública da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) para o tema Mobilidade Elétrica Eficiente, via fundo de Pesquisa e Desenvolvimento. O projeto-piloto será composto por um ônibus elétrico e por quatro estações de recarga, operando de forma integrada por meio de uma plataforma de gestão, que possibilitará a realização de testes de funcionalidade e do modelo de negócio.
 

 
Mecânica do ônibus elétrico solar
Quantidade de motores: 2
Potência do motor: 110KW/148CV
Torque de 2x56KGFM - 10000 rotações por minuto
 

Dimensões carroceria
Comprimento: 12900 mm
Largura externa: 2600 mm
Largura interna: 2480 mm
Altura externa com Ar Condicionado: 3750 mm
Altura interna: 1930mm
Capacidade de passageiros: 44
Modelo de carroceria: Viaggio 1050 Clp

Fonte: MOB Ceará /EDP/ UTE
Redação: Nemezio Neto

Busólogos viajam ao interior do Ceará e encontram relíquias inéditas

Os busólogos do MOB Ceará realizaram mais uma “ viagem MOB”, e desta vez, percorreram mais de 500 quilometros em busca de relíquias que pertenceram a empresas da capital e do Brasil. Na última segunda-feira (23), quatro integrantes do grupo visitaram as cidades de Pacajus, Ocara, Ibaretama, Quixadá, Ibicuitinga, Morada Nova e Limoeiro. O resultado da viagem será apresentado em duas matérias pela quantidade de veículos encontrados.
 

Neste primeiro especial, o MOB Ceará apresentará os veículos encontrados que são oriundos da capital do Ceará, e na parte II, serão expostas as relíquias de outras cidades fora do estado.
No início da viagem, a menos de 40 quilômetros da capital, o grupo encontrou dois ônibus que pertencem a Transnacional. O primeiro veículo registrado foi o de prefixo 0422189 que é um Marcopolo Torino modelo 1999 montado sobre o chassi OF-1418. O mesmo pertenceu a empresa Viação Fortaleza, onde ostentou o número de ordem 02516. O segundo ônibus encontrado tem as configurações semelhantes ao primeiro, porém com o prefixo 0422216 e também pertenceu a empresa Viação Fortaleza, com o número de ordem 02411 (este foi o primeiro OF-1418 de Fortaleza).
 
 

Seguindo pela BR-122, próximo a entrada da cidade de Ocara, o quarteto encontrou um veículo que pertenceu a Cootraps. O Neobus Thunder Way montado sobre o chassi LO-812 da Mercedes-Benz estava às margens da rodovia e os busólogos constaram que era o ex-67504. Poucos quilômetros depois, bem próximo da cidade de Ibaretama, foi encontrado mais um Torino. O veículo montado sobre o chassi OF-1418 da Mercedes-Benz é oriundo da empresa Via Urbana, onde ostentava o prefixo 30411.


 
Chegando a terra dos monólitos (Quixadá), os viajantes encontraram mais uma preciosidade, desta vez, um veículo que pertenceu a Cidade Luz e posteriormente a Fretcar. O Torino equipado com o chassi 16-210 CO da Volkswagen ostentou os prefixos 40165 e 19165, e atualmente está operando entre o vilarejo de Vertente e a cidade de Quixadá.
Há poucos metros de onde está o Torino com chassi Volks, os amantes dos ônibus acharam uma raridade que possui mais de 20 anos de idade. O Thamco Scorpion I montado sobre o chassi OF-1315 encontra-se numa oficina, onde será transformado posteriormente num escritório.
 


Deixando Quixadá para trás, o grupo seguiu rumo à Morada Nova, porém foram surpreendidos por duas outras relíquias na cidade de Ibicuitinga. A primeira, um Thamco Dinamus com o chassi B-1618 da Ford. O veículo pertenceu a extinta Via Máxima, onde ostentava o prefixo 04507 e posteriormente foi repassado à Fretar, onde operou com o número de ordem 559. Além das duas citadas anteriormente, o ônibus operou por diversas empresas de fretamento. A segunda relíquia surpreendeu ainda mais os admiradores dos ônibus, pois tratava-se de algo inédito. Foi encontrado o ex-33707 da saudosa Rota Expressa que trata-se de um Ciferal GLS Bus montado sobre o chassi OF-1620. O ônibus ainda contém o prefixo da empresa e algumas informações do órgão regulamentador da época. Vale salientar que o veículo foi adquirido novo por uma empresa do Rio de Janeiro, depois foi para a Via Urbana recebendo o prefixo 30728, e enfim foi para a "33".
 

 
Além dos dois ônibus citados anteriormente, ainda foi encontrado um Ciferal Turquesa dotado do chassi OF-1721. O ônibus foi comprado 0km pela empresa Vitória, onde recebeu o prefixo 4260 e posteriormente foi para a Célio Tur, de São Gonçalo do Amarante, onde recebeu o número 7192004. O Turquesa encontra-se num sítio as margens da CE-265. 
 

Noutro sítio, foram localizados diversos ônibus, e o MOB Ceará descobriu a origem de dois. O primeiro, um Neobus Spectrum equipado com o chassi OF-1418 oriundo da empresa Transportes Estrela Azul (prefixo B55052). O segundo, um Caio Apache Vip I montado sobre o chassi 17-210 EOD da Volkswagen. O veículo pertenceu a extinta Terra Luz, onde operou com o prefixo 41573.
 

Chegando à Morada Nova, os busólogos “ deram de cara” com o ex-718 da TopBus Jardineira. O Marcopolo Senior Midi acoplado ao chassi OF-1418 estava estacionado num posto de combustíveis na entrada da cidade. O veículo apresenta um excelente estado de conservação e está atuando em diversos serviços na região.
 

Após entrarem na cidade, foi encontrado um local com diversos ônibus à venda. Lá, estava o ex-14602 da Siará Grande. O Torino montado sobre o chassi OF-1722M ainda ostenta a base da pintura usada por sua antiga empresa. Além do Torino, foi encontrado também um Caio Gabriela II com o chassi OF-1113, porém sua origem é desconhecida.


 
Encerrando os registros em Morada Nova, o grupo achou um Caio Vitória dotado do chassi Ford B-1618. O ônibus pertenceu a empresa Vitória, onde operou com o prefixo 209 e foi efetivo na linha Metrópole 1.
 
 

Após deixarem o município de Morada Nova, o quarteto seguiu rumo a Limoeiro do Norte. Chegando a cidade, num estacionamento, estava o ex-30 da Expresso Prátius. O Comil Galleggiante 3.40 dotado do chassi OF-1620 está operando pela empresa ZG Turismo, onde ostenta o prefixo 4632002.
 

Adentrando a cidade, próximo a sede de uma construtora está o ex-20820. O Torino modelo 2007 equipado com o chassi OF-1418 ainda tem a base da pintura antiga usada no SIT-FOR. Próximo do Marcopolo, a equipe encontrou também o ex-2662005 da MP Tur. O Comil Campione 3.65 é acoplado ao chassi Volksbus 18-310 Titan e encontra-se estacionado num posto de combustíveis dentro da cidade.
 
 

Finalizando a “caça as relíquias” e já no final do dia, foram encontradas mais duas raridades. A primeira trata-se de um Comil Condottiere 3.20 equipado com o chassi OF-1318, o mesmo não teve sua origem descoberta. A segunda também chamou muita atenção por sua conservação. O Vitória dotado do chassi OF-1618 passou por diversas empresas de Fortaleza. Na capital, a relíquia operou com os prefixos 33402, 01402, e posteriormente 35402.
 

 
Os integrantes do grupo percorreram mais de 500 quilômetros desbravando o estado do Ceará, e por isso, esta matéria terá uma segunda parte que abordará os outros veículos encontrados. Alguns ônibus não tiveram sua origem identificada, porém, se o estimado leitor souber, basta deixar nos comentários que atualizaremos a matéria. Em breve, a parte 2 será exibida. Aguardem!
 

Fonte: MOB Ceará
Redação: Nemezio Neto

quarta-feira, 25 de novembro de 2020

Linha do dia: Fortaleza (CE) x Campos Sales (CE)

Hoje, o MOB Ceará abordará os detalhes da linha Fortaleza (CE) x Campos Sales (CE) que é operada pela Viação Princesa e pela Expresso Guanabara.


Campos Sales é um município brasileiro do estado do Ceará. Está localizado na microrregião da Chapada do Araripe, mesorregião do Sul Cearense. Criado pela lei N° 530, detém de 1082,77 km². O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, em 2020, estimou sua população em 27.470 habitantes. A cidade está distante cerca de 480 quilômetros da capital.


Apesar de duas empresas operarem a mesma linha, a Viação Princesa segue via BR-020, passando pelas cidades de Canindé, Madalena e Boa Viagem via Aiuaba. A da Expresso Guanabara possui dois itinerários distintos, sendo uma via Iguatu e outro via Araripe.

As empresas dispõem dos seguintes horários:

Expresso Guanabara
Fortaleza x Campos Sales às 19h (Diariamente);
Campos Sales x Fortaleza às 19h (Diariamente).
 
 
Viação Princesa
Fortaleza x Campos Sales às 09h30 e às 20h (Diariamente);
Campos Sales x Fortaleza às 07h e às 20h (Diariamente).
 

Fonte: MOB Ceará
Redação: Nemezio Neto



terça-feira, 24 de novembro de 2020

Teresina: A capital das relíquias - parte 03

Continuando o especial que mostra as preciosidades da capital do Piauí, hoje, o estimado leitor do MOB Ceará terá a oportunidade de conhecer a história de mais 03 relíquias.
Iniciando o especial de hoje, o site destacará o veículo de prefixo 51 que pertence a Irmãos Coragem. O Busscar El Buss 340 é montado sobre o chassi Scania K113CL, e foi registrado na linha Teresina (PI) x Luzilândia (PI). 

 


A próxima relíquia em evidência é um modelo que sem dúvidas marcou o transporte rodoviário brasileiro. O autêntico Mercedes-Benz Monobloco O-400RS, mesmo com seus 24 anos, continua operando firmemente. O ônibus que pertence a empresa C. Santos ostenta o número de ordem 9612 e opera na linha Coivaras (PI) x Teresina (PI).

 


Encerrando o especial de hoje, o site apresenta um belíssimo Marcopolo GV 1150 montado sobre o chassi O-400RSD da Mercedes-Benz. O ônibus que pertence a Rota do Mar chama atenção por sua conservação e firmeza.

 


Fonte: MOB Ceará
Redação: Nemezio Neto

segunda-feira, 23 de novembro de 2020

Fortaleza tem passagem mais barata que o Rio de Janeiro. Idade média e conservação divergem

Apesar de ter uma idade média da frota melhor que o de Fortaleza, o sistema de transporte urbano do Rio de Janeiro tem características mais ruins que o da capital cearense.



Há empresas do Rio de Janeiro que usam o ônibus por até 4 anos. Em Fortaleza, a empresa que está passando o mínimo de tempo com a frota está com ônibus de 9 anos de idade. O Rio de Janeiro tem dezenas de ônibus articulados no sistema BRT, já em Fortaleza são apenas 8 veículos. É claro que o sistema carioca tem muito mais ônibus que em Fortaleza.



A passagem de ônibus do Rio custa R$4,05. Em Fortaleza, o sistema é integrado por bilhete único e custa R$3,60. Apesar de ter uma idade média melhor que a de Fortaleza, os ônibus são mais "surrados", como se classificam no Ceará os ônibus com má conservação. Em Fortaleza, os ônibus mais velhos são de 2007, mas são bem mais conservados que muitos ônibus de 2014 da capital fluminense.



Mais alguma diferença? Comenta na matéria.

Fonte: MOB Ceará
Redação: Narcisio Santos



sábado, 21 de novembro de 2020

Onde está você?? Via Máxima 04208

O MOB Ceará irá revelar mais um paradeiro de um dos ônibus que passaram pelo transporte de Fortaleza, dessa vez de um micro que esteve na frota da Via Máxima. Veja!


Em 2005, a linha 701 - Parque Americano teve a sua classe operacional alterada para micro-ônibus, e para isso, a Via Máxima adquiriu 06 Marcopolo Senior ano 2002 com chassi Mercedes-Benz LO-914, da Auto Viação Tijuca (RJ). Cinco deles começaram a operar na rota em abril daquele ano, enquanto um ficou na reserva, e foram desativados em 2009. Um destes teve o código 04208.


Autor desconhecido


Hoje, aparentemente bem conservado apesar dos seus 18 anos de idade, o micro está no estado da Paraíba. As fotos abaixo foram feitas no município de Bayeux.




Fonte: MOB Ceará
Redação: Paulo Henrique Felício


sexta-feira, 20 de novembro de 2020

Raridade no Ceará: Svelto trucado com motor traseiro veio parar em Fortaleza

Está em Fortaleza, há algumas semanas, um Comil Svelto com uma configuração rara em todo o estado do Ceará. O veículo de fabricação 2011/2012, é equipado com chassi Scania K270 trucado, sendo que o terceiro eixo é direcional. No momento das fotos, o ônibus estava estacionado ao lado de uma igreja, nas proximidades da avenida José Bastos.




O Comil veio da cidade de Sorocaba, em São Paulo, onde operava pelo ConSor - Consórcio Sorocaba, com o código 1177. A operadora dispunha de unidades com as características citadas acima, porém uma parte foi vendida para Santarém (PA) em outubro e um, o citado nesta matéria, veio para a capital cearense.



Fonte: MOB Ceará
Redação: Paulo Henrique Felício


quarta-feira, 18 de novembro de 2020

Via Luxo escolhe Comil e Volvo para renovação de frota em 2020

A companhia de fretamento e turismo Via Luxo, anunciou em suas redes sociais a encomenda de um ônibus com carroceria Comil e chassi Volvo.



O novo veículo será equipado com a carroceria Comil Campione 3.45 que terá ar-condicionado, geladeira, banheiro, TV, DPM e 46 poltronas de um novo modelo desenvolvido pela encarroçadora gaúcha que contam com uma nova tecnologia. A carroceria virá montada sobre o chassi Volvo B270F com suspensão a ar.


A configuração vem acompanhada com uma moderna pintura, na cor roxa com detalhes em verde mais claro, mantendo o padrão de vetores da mais recente identidade adotada pela empresa. Em breve, a fabricante fará a entrega do novo veículo.


Fonte: MOB Ceará

Redação: Roger Gomes

Cidades do lote 02 do intermunicipal cearense estão dispondo apenas de "topic"

O lote 02 do intermunicipal cearense compreende 26 cidades do estado, sendo estas localizadas no Sertão Central e no Maciço de Baturité. Dentre elas, pelos menos 10 cidades estão sendo atendidas apenas por veículos da COOPTRATER.
 

A COOPTRATER é uma cooperativa que atua nas regiões do Maciço de Baturité e Metropolitana de Fortaleza, no ramo de transporte complementar. Atualmente, tem atendido as seguintes cidades: Baturité, Capistrano, Aratuba, Pacoti, Mulungu, Guaramiranga, Itapiúna, Acarape, Aracoiaba e Palmácia.
 

As outras linhas do lote continuam sendo operadas regularmente pela Expresso Guanabara e pela São Benedito (que também é responsável pela operação das linhas do Maciço de Baturité).
 

Fonte: MOB Ceará
Redação: Nemezio Neto