REDES:

_

MOB Ceará conhece as instalações da Ferraria JG - Marcopolo Viação Penha mostra sua casa e aquisições ao MOB Ceará Sindiônibus convida MOB Ceará para uma conversa aberta sobre mobilidade urbana Busólogos conhecem DD de 15 metros da Neqta Conhecimento fez diferença na visita da São José

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

terça-feira, 19 de julho de 2011

Passeios apresentam uma outra Fortaleza

O forró ecoava pela Barra do Ceará. Já era manhã de domingo, mas o som alto tomou conta do bairro como se a noite ainda não tivesse terminado. Foi com essa trilha sonora que o encontro do rio Ceará com o mar foi apresentado às 19 pessoas que participaram ontem do roteiro Praia do projeto “Amar Fortaleza”. Durante parte da manhã, um ônibus levou turistas e fortalezenses da Barra à Praia do Futuro.
Turistas e moradores de Fortaleza foram levados ao encontro do rio Ceará com o mar, na Barra do Ceará
 Os passeios são promovidos durante todo o mês pela Prefeitura em parceria com o Instituto Semeando. São sete roteiros gratuitos e que pretendem apresentar Fortaleza para espaços que “até quem é daqui não conhece”, como citou a guia Roberta Riviane.


A partir da avenida Beira Mar, o ônibus seguiu para a Barra do Ceará. Uma pausa para fotos em frente ao monumento em homenagem a São Tiago, outra parada para explicar o trabalho do Centro Urbano de Cultura, Arte, Ciência e Esporte (Cuca) e mais fotos através da janela do ônibus. Dali, o grupo volta à Beira Mar para apreciar o Jardim Japonês e a Iracema.


O roteiro segue para a Praia do Futuro. Algumas perguntas sobre em quê barraca ficar, onde comer e o esclarecimento: o ônibus não espera pelos que quiserem curtir a praia. Cada um volta por conta própria. Recados dados, cinco passageiros desembarcam e a viagem segue, chegando ao fim por volta das 11 horas, na Casa do Turista na avenida Beira Mar.


Depois de aproveitar o roteiro de compras no sábado, o casal Waldyr e Maria Aparecida Stoianoff, de Belo Horizonte, reservaram a manhã de domingo para apreciar o litoral. “Achei super interessante. Abrange pontos turísticos que outras operadoras não costumam levar”, elogia Waldyr. “Deviam copiar em outras cidades”, diz a esposa.


Para a auditora da receita Iza Figueroa, 49, e o marido dela, o peruano e professor de espanhol Felix Tello Figueroa, 47, o mais interessante foi aprender sobre a história de Fortaleza. O casal mora em Belém e está passeando por Fortaleza desde sexta-feira.


A iniciativa encantou, inclusive, quem mora em Fortaleza. O casal de aposentados Nicileide Miranda de Oliveira e Francisco Gomes de Araújo deixou de lado a programação rotineira dos finais de semana. “Às vezes as pessoas reclamam que em Fortaleza não tem nada pra fazer. Eu li no panfleto e vim”, elogia.

SERVIÇO

AMAR FORTALEZAOs passeios ocorrem pela manhã ou à tarde, com saída da Casa do Turista (Av. Beira Mar, 3.721), com lotação de 25 vagas
Informações: (85) 3105.2670

O quê

ENTENDA A NOTÍCIA
Até o final do mês, sete roteiros gratuitos estão sendo realizados. Tem percurso por polos de compras, praias, projetos sociais, restaurantes, monumentos em homenagem a José de Alencar e a natureza. Os passeios saem da Casa do Turista, na avenida Beira Mar.

OS 7 ROTEIROS DO PROJETO

Roteiro praia
Percorre parte da orla de Fortaleza, da Barra do Ceará até a Praia do Futuro, onde o passageiro pode encerrar o passeio.
Roteiro cultural
Passeio pelos bairros antigos, apresentando prédios históricos, praças, museus, teatros e outros pontos importantes da cultura cearense.
Roteiro compras
Para levar uma lembrança de Fortaleza, o passeio percorre pontos de compra como o Centro de Artesanato, na Praça Luiza Távora, o Centro de Turismo (Emcetur) e o Mercado Central.

Roteiro natureza
Visita os parques Adahil Barreto, do Cocó e parte da reserva de mangue na praia da Sabiaguaba.

Caminhos de Iracema
Apresenta as cinco estátuas da mais conhecida personagem do escritor José de Alencar. O passeio visita ainda a Casa de José de Alencar, em Messejana.

Roteiro diversão e gastronomia
O roteiro apresenta restaurantes que são destaque na culinária cearense, além de casas de espetáculo.

Roteiro social
Leva turistas e fortalezenses até o Conjunto Palmeiras, onde é apresentado o Banco Palmas, e o projeto Quatro Varas, no Pirambu.

Fonte: Jornal O Povo/Mariana Lazari
Foto: Gabriel Gonçalves

Linhas especiais de ônibus para o Festival Halleluya


A Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) divulgou nesta segunda-feira, 18, qual será o efetivo disponível para a população durante a realização do Festival Halleluya, evento religioso que ocorre de 20 a 24 deste mês.

De acordo com a Etufor, além da frota de ônibus diária, estarão em circulação linhas especiais, para o deslocamento da população ao Condomínio Espiritual Uirapuru.

Na quarta-feira, 20, a partir das 17 horas, essas linhas sairão dos terminais da Parangaba e do Siqueira em direção ao local do evento. Nos demais dias, a Etufor programa linhas especiais também nos terminais de Messejana, Lagoa e Antônio Bezerra, além dos dois primeiros – Parangaba e Siqueira.

Demanda
Durante o Halleluya, 12 linhas de ônibus regulares e dois corujões, que trafegam próximo ao local do evento, estarão à disposição dos usuários, conta a Etufor. De quinta-feira, 21, a domingo, 24, as linhas Ant. Bezerra/Lagoa/Unifor e Parangaba/Oliveira Paiva/Papicu terão seus horários prolongados até as 04 horas da manhã.

A partir de quarta-feira, 15 auxiliares de operação estarão no local, "a fim de orientar o embarque e desembarque dos passageiros", explica. Nos demais dias do Halleluya, serão 22 auxiliares operacionais.


Linhas de ônibus que passam próximo ao evento:

024 – Antônio Bezerra/Lagoa/Unifor
041 – Parangaba/Oliveira Paiva/Papicu
042 – Antônio Bezerra/Francisco Sá/Papicu
311 – Castelão/Parangaba
321 – Passaré/Jardim União/Parangaba
391 – Sumaré/Parangaba
603 – Castelão/Visconde do Rio Branco
604 – Dias Macedo
605 – Conj.José Walter/BR-116/Av. I
606 - Conj.José Walter/BR-116/Av. N
660 – Conj.Palmeiras/Centro/Expresso
666 – Jardim Castelão


Linhas corujões que passam no local:
034 – Corujão Av. Paranjana I
035 – Corujão Av. Paranjana II


Fonte: Etufor

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Reportagem Especial: Volare com 40 mil ônibus quer ampliar liderança nos 13 anos de história

O mercado de ônibus está cada vez mais diversificado. É possível encontrar veículos de transporte coletivo quase do mesmo comprimento de carros até o maior ônibus do mundo, que é o brasileiro Mega Bus BRT, de 28 metros de comprimento. Há ônibus baixos, um pouco maiores que vans, e ônibus de quase cinco metros de altura.


Ônibus de nº 40.000 fabricado pela Volare
A sociedade tem diferentes agentes, diversas atividades econômicas, e a indústria brasileira consegue colocar ônibus para todas elas.

Um dos mercados que cresceu, devido a necessidade de transportar pessoas de forma coletiva, mas ocupando o menor espaço possível nas disputadas ruas das cidades e que também atende a pequenas demandas, mas que necessitam de deslocamento, é o de miniônibus. Veículos que não passam de 9 toneladas.


A Volare, empresa do Grupo Marcopolo, percebeu essa necessidade por ônibus de pequeno porte e se dedicou somente a este segmento. A Marcopolo atende a todas configurações de veículos: micros, convencionais, articulados, de dois andares, em versões urbanas e rodoviárias dependendo da configuração. Os ônibus rodoviários e alguns urbanos e articulados são feitos na sede em Caxias do Sul e a maior parte dos urbanos, em especial do modelo Torino, é feita na sede da Ciferal, no Rio de Janeiro, empresa que tem muita história e que foi comprada pela Marcopolo em 2001.


A produção dos minis foi concentrada na Volare, também no Sul do País.
O Volare W8 Blindado segue as normas internacionais e foi desenvolvido com o nível de proteção B4 - Plus, que protege contra armas de fogo de calibres 22, Magnum .357, Magnum 44 e AK 47 7,62 x 39mm
 A Volare comemorou 13 anos em junho com a entrega do minionibus número 40 mil.

A entrega foi feita à empresa Imetame Metalmecânica, de Aracruz, no Espírito Santo, que atua nos setores de Celulose, Papel, Siderurgia e Mineração.


O modelo comemorativo número 40 mil é um W Fly Executivo W9 para transporte de funcionários.


Volare de nº 40.000 é idêntico a este.
A Volare lançou neste ano o modelo W Fly em modelos diferentes (W 9 e D W 9, versõesUrbano, Executivo e a inédita Limousine ) nos mercados brasileiro e do Restante da América do Sul.
Volare DW9, equipado com motor Mercedes-Benz LO-915


O ônibus de número 40 mil foi uma conquista para a empresa, sem dúvida, mas o número já ficou para trás.
Volare adora comemorar a sua produção, esta foto marca a entrega do volare nº 20.000, para empresa Tema Transportes de Manaus-AM
A Volare que tem mais de 50% no mercado de minionibus (de até 9 toneladas) quer mais e prevê um crescimento para este ano de 10%, com vendas próximas a 4500 unidades.
Volare nº 25.000 entregue a Rimatur de Curitiba-PR
No primeiro semestre de 2011, a Volare já comercializou 1800 ônibus deste pequeno porte, o que significa, pela expectativa de 4500 unidades, que a maioria ainda vem por aí.


O câmbio, com o real valorizado frente ao dólar, e a carga tributária, não permitem um cenário favorável para o mercado de ônibus no exterior. O que vai garantir 2011 como um ano recordista na produção de ônibus é o mercado interno por vários fatores: antecipação de renovação da frota por parte de empresários que querem escapar dos veículos que atendam a nova legislação de redução de emissão de poluentes (Proconve p 7 – Euro V), que devem custar entre 10% e 15% mais caros, licitações regionais, renovações previstas já para este ano, as primeiras movimentações para os eventos esportivos mundiais, como Copa do Mundo de 2014 e Olimpíadas de 2016, a licitação de mais de 2 mil linhas interestaduais gerenciadas pela ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestes), as eleições municipais (quando as renovações ocorrem, mesmo sendo as empresas particulares, para que o agente público tenha um ganho de imagem), entre outras.
Volare com pintura comemorativa aos 10 anos de produção


Mesmo com este cenário nem tanto favorável para o mercado externo, a Volare prevê que as exportações representem entre 5% e 10% do total produzido.
Volares da Policia Gaúcha

Apesar de os minionibus serem muito conhecidos pelo transporte escolar, ele tem aplicações urbanas, rurais e de traslados, por exemplo, entre aeroportos e hotéis, o que será um mercado promissor nos anos de eventos internacionais.

Fonte: Adamo Bazani
Foto: Júlio Soares/Divulgação

sábado, 16 de julho de 2011

Terminal da Parangaba passa por reforma

O terminal de Parangaba está sendo reformado para se adequar às normas de acessibilidade. As obras devem seguir até novembro. De acordo com a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), estão sendo destruídas as estruturas dos banheiros do primeiro piso, a fim de adaptá-los a pessoas com deficiência. A reforma está orçada em R$ 238.538,38.

Ainda segundo a Etufor, o acesso ao piso superior será melhorado com a instalação de um elevador, além disso, serão substituídos os pisos de pedra portuguesa da entrada por piso acimentado e podotátil. Nos passeios externos e de passagens de pedestres, serão construídas rampas.

A obra inclui também a recuperação de passarelas, que devem interligar as plataformas, permitindo a passagem de cadeira de rodas.

Por dia, cerca de 190 mil usuários de ônibus circulam pelo terminal de Parangaba.


Fonte: O Povo

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Funcionários de empresa de ônibus realizam assembleia e são impedidos de voltar ao trabalho

Os funcionários da empresa Dragão do Mar resolveram paralisar as atividades para uma reunião na manhã desta sexta-feira (15). De 5 às 6 da manhã os trabalhadores realizaram uma assembleia na garagem da empresa e, em seguida, foram impedidos pela direção de voltar ao trabalho. 

De acordo com integrantes do movimento, os funcionários foram ameaçados de demissão. Segundo a empresa, do total de 186 veículos, 170 estão parados, o que compromete 25% do fluxo do Terminal da Parangaba. 

Tolerância descumprida
A Dragão do Mar afirma que a tolerância de 10 minutos de atraso foi descumprida pelos trabalhadores e que, por isso, fechou os portões e impediu a saída dos motoristas após a realização da assembleia.

O movimento da empresa Dragão do Mar ocorreu em meio à reunião do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus) com o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado do Ceará (Sintro). Na pauta, a negociação salarial que poderá desencadear em mais uma greve de ônibus na Capital.

Proposta
De acordo com o presidente do Sintro, Domingo Neto, uma nova reunião com o Sindiônibus foi pré-agendada para a próxima segunda-feira (18). "Os empresários pedem que os motoristas diminuam a exigência de aumento salarial para um percentual menor que 10% ", afirma.

Frota comprometida
A empresa Dragão do Mar opera 26 linhas de transporte coletivo em Fortaleza. Confira as linhas que estão prejudicadas nesta sexta-feira; A fim de garantir à população o direito de ir e vir, a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) informa que remanejou veículos de outras empresas e da frota reserva.
Linhas que foram comprometidas
027 - Siqueira/Papicu/Via Aeroporto
038 - Parangaba / Papicu
041 - Parangaba/Oliveira Paiva/Papicu
044 - Parangaba / Papicu / Via Montese
045 - Conj. Ceará / Papicu / Via Montese
051 - Grande Circular 01
052 - Grande Circular 02
066 - Parangaba/Papicu/Aeroporto
069 - Lagoa / Papicu / Via Expressa
082 - Ant. Bezerra/Messejana/Perimetral
083 - Cj Ceará/Lagoa/Augusto dos Anjos
084 - Siqueira/Messejana/Perimetral
085 - Lagoa/Aldeota/José Bastos
086 - Bezerra de Menezes/Santos Dumont
092 - Ant. Bezerra/Papicu/Praia de Iracema
312 - Dias Macêdo / Parangaba
313 - Parangaba / Alto da Paz
315 - Messejana/Parangaba
321 - Jardim União / Parangaba
339 - Conj. Veneza Tropical/Mirasol I
340 - Conjunto Itaperi
349 - Conj. Veneza Tropical/Mirasol II
353 - Parangaba / Parque Veras
359 - Santa Tereza


Fonte: Diário do Nordeste
Foto: AD2/M Divulgação

60% dos ônibus do terminal Parangaba ficam paralisados


A empresa de ônibus Dragão do Mar acionou o Batalhão de Choque da Polícia Militar para conter a manifestação de motoristas e cobradores de ônibus que estão impedindo o acesso na empresa, localizada no bairro Passaré, em Fortaleza.

A manifestação está ocorrendo na manhã desta sexta-feira (15). Agentes da Autarquia Municipal de Trânsito (AMC) também estão no local. Ainda não há registros de conflitos, mas o clima é de tensão.

O protesto é mais um ato da campanha salarial do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado (Sintro).

Está marcada, na manhã desta sexta-feira (15), uma rodada de negociação entre trabalhadores do transporte público e o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros (Sindiônibus), na Superintendência Regional do Trabalho no Ceará (SRT-CE).

Motoristas e Cobradores durante assembléia
Desde o dia 2 de julho, a categoria decretou estado de greve por causa de um impasse entre o Sintro e as empresas de transporte urbano sobre o reajuste anual de salário. Os motoristas, fiscais e cobradores de ônibus reivindicam reajuste salarial de 25%, mas as viações oferecem 6,3%, referentes à inflação do período aproximado de um ano. Eles reivindicam também vale refeição de R$ 8,50. Além disso, querem reformular jornada de trabalho, melhoria do transporte coletivo, criação de novos terminais, entre outras reivindicações.

Fonte: CNews
Fotos: Hygor C. Vieira/Arquivo Mob Ceará

Barbalha ganha mais dois ônibus dos programa caminhos da escola

O Município de Barbalha acaba de adquirir mais dois ônibus novos para integrar a frota do transporte escolar do município, num total de cinco veículos adquiridos junto ao Ministério da Educação, através do Programa do Governo Federal “A Caminho da Escola”.


Marcopolo Senior Midi com motor Volks-15-190
Cada um dos ônibus tem a capacidade de transportar 60 e 48 alunos, respectivamente. Essa é mais uma ação de valorização da Educação no município, através do Governo Municipal. “Estamos cumprindo com nossos compromissos assumidos e nossas metas que foram traçadas para uma Educação de qualidade para os barbalhenses. É o que pretendemos: continuar trabalhando e valorizando a Educação para todos os estudantes da rede municipal de ensino”, disse o prefeito José Leite. 


Os dois ônibus chegaram na quinta-feira (30/06) e já estão à disposição da Secretaria de Educação do Município. De acordo com o prefeito José Leite, esse tipo de investimento tem grande importância. “O transporte escolar do nosso município precisa cada vez mais ser ampliado. Temos uma extensão viária muito grande no município de Barbalha, principalmente na zona rural”, disse o prefeito José Leite afirma, ainda, que muito mais será feito na Educação, uma educação de qualidade e segura para todos.


Fonte: MOB CEARÁ/Prefeitura de Barbalha
Fotos: secretária de educação de Barbalha

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Terminal será ampliado

Acontenda entre a Prefeitura Municipal de Fortaleza e o proprietário de um posto de gasolina, enfim, terminou. Ontem, uma imissão de posse interditou o estabelecimento, com vistas à ampliação do terminal do Antônio Bezerra.

A decisão judicial, do titular da 4ª Vara da Fazenda Pública, Montovanni Colares, saiu no dia 27 de junho. O processo corria há cerca de dois anos e foi resolvido mediante pagamento da indenização de R$ 3 milhões.

Reginaldo Melo de Oliveira, arrendatário do posto, que funcionou normalmente até segunda (11), diz não ter sido comunicado previamente da decisão. “Estou sabendo agora com a chegada do pessoal para interdição”, garante.

A informação foi desmentida pelo coordenador de projetos especiais da Coordenadoria de Projetos Especiais e Relações Institucionais e Internacionais (Cooperii), Geraldo Accioly. “Ele foi informado sim, tanto que reduziu estoques. A ação foi judicial exatamente porque não houve uma ação administrativa, ou seja, um acordo mais amigável”.

Segundo o assessor jurídico da Secretaria Executiva Regional III, Leonardo Barreto, a área já foi isolada para recolhimento dos bens restantes do antigo proprietário, retirada dos resíduos de combustíveis e desmonte do prédio.

ObraA previsão, de acordo com o coordenador do Programa de Transporte Urbano de Fortaleza (Transfor), Daniel Lustosa, é que até o final do mês de julho as obras de ampliação do terminal sejam retomadas. Ele calcula a finalização para aproximadamente março de 2012. 

 
O presidente da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), Ademar Gondim, diz que a demanda do terminal deve aumentar com a ampliação. “Não sabemos ainda quantificar esse crescimento da capacidade, mas é uma nova concepção de terminal, de acessibilidade. O objetivo é construir um polo de integração entre ônibus, vans e trens”, assegura.

Ele diz ainda que, depois da ampliação, o terminal contará com ônibus articulados, além da disponibilização de corredores expressos.

SAIBA MAIS

Bezerra
Atualmente, o Terminal Antônio Bezerra funciona com 354 ônibus, distribuídos em 40 linhas.


Todos os dias, 207 mil passageiros passam pelo terminal circulando em 3.380 viagens programadas.

Com a ampliação, o terminal passará de 12,5 mil metros quadrados para 29,5 mil m².

De acordo com Daniel Lustosa, coordenador do Transfor, o “novo terminal” terá área de convivência para operadores de transportes, acessibilidade em todas as áreas, passagens para pedestres em nível subterrâneo e bicicletários.

Daniel Lustosa diz que o terminal testá sendo planejado para atender a demandas futuras. Dentro de 20 anos, ele poderá absorver um aumento de demanda de 20%.

Fonte: O Povo/Sara Rebeca Aguiar
Foto: Deivyson Teixeira/Natinho Rodrigues

segunda-feira, 11 de julho de 2011

O Fotográfo do Dia

 Hoje o Fotográfo do Dia traz a foto do membro da equipe Mob Ceará, Nildo Barroso. Pela manhã ele estava no terminal do Siqueira quando avistou este carro em uma linha fora do comum e decidiu clicar.

Carroceria: Marcopolo Torino 1999
Chassi: Mercedes-Benz OF-1721
Prefixo:10953
Empresa: Empresa São José de Ribamar (CE)
Linha: 355-Siqueira/José Bastos
Local da foto: Terminal do Siqueira em Fortaleza-CE
Dia e Hora: 11/07/2011 as 08:23 hs
Fonte: Nildo Barroso
Foto: Nildo Barroso

Motoristas de ônibus cruzaram os braços pela manhã

Manifestantes a frente da garagem
Uma movimentação na manhã desta segunda-feira (11) paralisou, durante algumas horas, as atividades de motoristas, fiscais e cobradores de ônibus de Fortaleza. O encontro aconteceu em frente a uma das empresas de ônibus da Capital. O objetivo era discutir os novos rumos do movimento grevista.

Sem acordo
Segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado (Sintro), Domingos Neto, a categoria está evitando ao máximo entrar em greve. Entretanto, já estão na 6ª rodada de negociações e ainda não entraram em acordo com o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros (Sindiônibus). Na última reunião, no dia 1º de julho na Superintendência Regional de Trabalho e Emprego (SRTE), os motoristas não aceitaram a proposta dos empresários.


O Sindiônibus propôs um aumento de 6,3% do salário, que representa, segundo eles, uma reposição da inflação de 12 meses. O Sintro, no entanto, não aceitou a proposta. A categoria reivindica reajuste salarial de 25%, além de aumento do preço da cesta básica, do vale refeição e plano de saúde. De acordo com o presidente do Sindicato, caso não haja negociações em breve, uma nova paralisação pode acontecer.

Estado de greve
A categoria se encontra em estado de greve desde o último dia 2 de julho, após uma assembleia geral realizada na sede do Sindicato. Representantes do Sintro pretendem continuam visitando as empresas de transportes nesta segunda-feira (11) para expor as reivindicações dos motoristas, fiscais e cobradores de ônibus.

Resposta do Sindiônibus
Em nota oficial o Sindiônibus se posicionou em relação a paralisação desta segunda-feira(11) que durou três horas (das 04 às 07h00 da manhã)e impediu a saída de 106 ônibus da empresa Santa Cecília. O Sindiônibus, em parceria com a Etufor, conseguiu amenizar o impacto da ação deslocando cerca de 40 ônibus de outras linhas e outras empresas para as prejudicadas, em uma operação coordenada que reduz o prejuízo aos usuários.

Fonte: Jangadeiro OnLine
Foto: Kid Junior

Etufor realiza remanejamento de ônibus para atender usuários de ônibus

20814 na linha 217
Em virtude da paralisação na garagem da empresa Santa Cecília/Expresso Timbira, onde os motoristas fizeram protesto nesta manhã, a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) informa que veículos de outras linhas e empresas estão sendo remanejados a fim de suprir a demanda.

Cerca de 45 mil pessoas são atendidas diariamente pela empresa, que é responsável por 20 linhas de ônibus e dois corujões. Alimentadora principal do Terminal Lagoa, a Timbira atende a 14 linhas exclusivas, das quais se destacam a 320 – João XXIII/Centro, 067 – Lagoa/Albert Sabin, 350 – Av. José Bastos e 323 – João XXIII/Lagoa.
20170 na linha 052, no lugar do 36927


Além do remanejamento, agentes do órgão acompanham em tempo integral a operação da frota ativa através do trabalho de fiscalização presencial e por meio do sistema de monitoramento via GPS instalado na sede da Etufor e nos terminais Parangaba, Papicu e Antônio Bezerra.

Fonte: Etufor
Foto: J. Machado/Narcisio Santos

" Bem na hora " Sistema funciona somente nas ruas

Os relógios avisam os horários de
chegada dos ônibus nas paradas espalhadas pela Cidade
O programa "Bem na Hora" foi criado para melhorar a eficiência das viagens de ônibus em Fortaleza. Com gerência da Autarquia Municipal de Trânsito, Cidadania e Serviços Públicos (AMC), sete anos depois de sua implantação, ele funciona pela metade.

Agrada a quem está nas ruas, e desagrada a quem está nos terminais de integração ou no interior dos ônibus. É que, no primeiro caso, na maioria das vezes, o ônibus chega na hora marcada no relógio ou o atraso é mínimo, o que agrada aos usuários. No segundo caso, nos terminais de integração, ele simplesmente não funciona. O mesmo acontece nos ônibus.

Uma explicação encontrada para a desativação do "Bem na Hora" nos terminais, segundo a assessoria de imprensa da AMC, é que o contrato com a empresa responsável pela manutenção dos relógios acabou e deverá ser renovado em outros termos em um novo acordo.

O programa deveria funcionar bem. Desde 2004, conta com ônibus equipados com GPS; "semáforos inteligentes"; câmeras de vídeo nos terminais e embarcadas nos veículos; placas eletrônicas nas paradas para informar a previsão de chegada; painéis dentro dos ônibus para indicar a próxima parada, com recursos de áudio e imagem; e, mais recentemente, um site na internet disponibilizando as informações das placas que estão nas ruas.


Objetivos
O sistema, em sua origem, tem três objetivos básicos: informar o usuário, melhorar e dar prioridade ao transporte coletivo, e fornecer mais segurança à viagem, o que não vem acontecendo na realidade.

Existem pelo menos 35 placas espalhadas pelas 100 paradas cobertas pelo programa e no site ´Bem na Hora´ em Fortaleza - os números atualizados ainda não foram gerados pelo sistema da AMC.

Enquanto isso, nos sete terminais de integração, os aparelhos, vez por outra, dão sinal de vida e voltam a apagar sem gerar nenhuma informação aos usuários.


Fonte: Diário do Nordeste
Foto: Miguel Portela

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Modificações no percurso da linha 220-Av. Sargento Hermínio

 A linha 220-Av. Sargento Hermínio que atualmente é operada pela empresa Santa Maria, sofrerá modificações em seu percurso no sentido Centro-Terminal, a alteração ocorrerá a partir deste sábado 09/07, e deve beneficiar os moradores da Av. José Jatahy (antiga José Bastos) e dos moradores do inicio da Av. Sargento Hermínio, nas proximidades da sucata Chico Alves.

O itinerário a ser alterado será logo após o colégio dos bombeiros, ao invés de passar o trilho e seguir pela Av. Francisco Sá até a rua Padre Anchieta, o ônibus ao passar o trilho entrará a esquerda na Av. José Jatahy e a direita na Av. Sargento Hermínio, chegando ao sinal do supermercado Frangolândia segue seu itinerário normalmente.

Confira no mapa abaixo como ficará o novo percurso Centro-Terminal
As setas vermelhas apontam a nova rota
As setas azuis apontam a antiga rota
Fonte: J. Machado
Foto: J. Machado/Google Maps

Prefeitura de Fortaleza fala sobre a linha 089 em sua nova campanha

A prefeitura municipal de Fortaleza, lançou esta semana um vídeo institucional falando sobre o transporte público da cidade e dando ênfase sobre a criação da linha 089-Expresso-Parangaba/Papicu.

O novo vídeo também fala sobre a tarifa social, a renovação da frota e a integração temporal e você pode assistir o vídeo agora.


Fonte: J. Machado/ PMF
Vídeo: Portal PMF

quinta-feira, 7 de julho de 2011

68 linhas de ônibus já sofreram alteração

Os usuários do transporte público de Fortaleza precisam estar atentos às mudanças de rota das linhas de ônibus. Até o início de julho, 68 linhas, das 243 disponíveis, foram reestruturadas ou sofreram modificações. As obras da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece), do Programa de Transporte Urbano de Fortaleza (Transfor) e do Metrô de Fortaleza (Metrofor) estão entre as principais responsáveis pelas alterações.

As intervenções da Cagece, do Metrofor e do Transfor estão entre os principais motivos das modificações
  
Somente neste começo de mês, as linhas do bairro Vila Velha e os itinerários de ônibus da Avenida Dom Manuel foram alterados. As linhas Parangaba/Papicu, Siqueira/Papicu, Bezerra de Menezes/Santos Dumont e Bezerra de Menezes/Coração de Jesus também passaram por reestruturações.

Segundo Ademar Gondim, presidente da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), as mudanças são informadas aos usuários de ônibus através de panfletos nos terminais e nos próprios veículos.

Ademar Gondim explica que todas as modificações têm o objetivo de otimizar a operação dos coletivos e consequentemente melhorar o atendimento à população. "A cidade está em permanente mutação, com novas demandas. A gente procura averiguar como está sendo o atendimento às pessoas para saber se há a necessidade de alteração nas rotas dos ônibus".

Modificações
A Etufor explica que as mudanças têm como objetivo otimizar a operação dos coletivos e melhorar o atendimento
  
Como no caso dos ônibus que passam pela Avenida Dom Manuel. Por conta da interdição do trecho entre as ruas Tenente Benévolo e Costa Barros, as linhas Siqueira/Praia de Iracema, Parangaba/Mucuripe, Siqueira/Mucuripe, Dom Luiz e Varjota devem seguir pela Rua Tenente Benévolo, Rodrigues Júnior e Costa Barros, onde retomam o percurso original. Já as linhas de ônibus Aguanambi II e Corujão/Aeroporto/Centro/Rodoviária devem seguir agora pelas ruas Rufino de Alencar, 25 de Março, Pereira Filgueiras, Rodrigues Júnior e Costa Barros até retornar à Avenida Dom Manuel. O cruzamento entre a Rua Pereira Filgueiras e a Dom Manuel está liberado para passagem de veículos, segundo informa a Etufor. Esse trajeto será feito pelos ônibus até o próximo sábado, quando os dois sentidos da avenida serão interditados e as rotas sofrerão modificações.

Outras linhas também serão sofreram alteradas este mês. Só no bairro Vila Velha, foram três modificações. A linha que faz o percurso Conjunto Nova Assunção - Francisco Sá, foi desmembrada para interligar o bairro ao Centro. O trecho compreendido entre o bairro Vila Velha e o Terminal Antônio Bezerra, passa então a ser coberto pelas linhas 211, que faz o trajeto Vila Velha - Terminal Antônio Bezerra, e 212.

O ônibus Parangaba/Papicu também ganhou reforço nos horários de pico da manhã, através da linha (089) Expresso Parangaba/Papicu. Segundo a Etufor, a modificação chega a reduzir em 30 minutos o tempo de viagem. A mesma alteração foi feita no trajeto Siqueira/Papicu, que ganhou a linha (087) Expresso Siqueira/Papicu nos horários de pico.


Ampliação
Recentemente, as linhas (200) Bezerra de Menezes e (850) Av. Santos Dumont também foram alteradas e passaram por uma fusão, que originou a linha (086) Bezerra de Menezes/Santos Dumont. A modificação, conforme a Etufor, reduz a quantidade de transporte no deslocamento da Bezerra de Menezes para a Avenida Santos Dumont.

Outra mudança importante aconteceu na linha que faz o trajeto Bezerra de Menezes/Coração de Jesus. A linha teve seu percurso prolongado nos horários de pico, se estendendo até a Praça Coração de Jesus. A medida é mais uma opção de deslocamento entre a Avenida Bezerra de Menezes e a Praça Coração de Jesus. Segundo a Etufor, embora as linhas Antônio Bezerra/Messejana e Antônio Bezerra/Papicu já façam essa ligação, a demanda é muito alta e por isso houve a ampliação.


Fonte: Regina Paz/Diário  do Nordeste

Foto: José Leomar

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Novo Torino na São José de Ribamar ???

Chegou ao conhecimento de nossa redação através de contatos com a direção da empresa São José de Ribamar, que ontem 05/07, chegou mais um veículo 0km. A empresa mais uma vez apostou nos produtos Marcopolo optando pela carroçeria Viale, que vem equipado com chassi Mercedes-Benz OF-1722.


O novo veículo é o carro 10154, mas de cara não agradou aos donos da empresa, em comentários ao MOB CEARÁ um dos diretores da empresa João Alberto Leite Barbosa Neto, relatou o seguinte: "A qualidade da Marcopolo caindo cada vez mais... É lamentável. Todos as cadeiras vieram soltas, janela quebrando sozinha, faltando vários detalhes de acabamento e pintura, e pra fechar com um detalhe de ouro: colocaram um logotipo Torino ao invés de Viale!...." 
10154 veio com o logotipo Torino invés de Viale, também veio com a janela do motorista quebrada
 Ele também soltou outro comentário sobre o carro 10154: "Está sofrível o controle de qualidade da Marcopolo. A empresa vai ter que terminar de montar a carroceria pro ônibus poder começar a rodar. LAMENTÁVEL..."

A empresa faz compras da carroçeria Marcopolo Viale desde o ano de 2001
Com a chegada do 10154, atualmente a empresa possui 34 veiculos com carroçeria Viale, todos semi-pesados.

Fonte: João Alberto Leite Barbosa Neto
Fotos: João Alberto Leite Barbosa Neto

Símbolo da empresa São José teria sido plagiado ?

O membro Dornelles Viana da comunidade MOB CEARÁ no Orkut se deparou, em suas amplas pesquisas na internet, com um símbolo familiar aos busólogos de Fortaleza, que hoje é usado na empresa São José. A imagem é a mesma usada pela empresa de colchões Umaflex.


A empresa de Colchões foi fundada em 20 de Março de 1993, e tem sede na cidade de Umuarama-PR. Já a empresa de ônibus São José Transporte Urbano adotou este símbolo em meados de Abril de ano de 2010, após uma fusão entre as empresas Via Máxima e Auto Viação São José. Ficam as perguntas:  Houve plágio? Quem copiou quem?

Fonte: MOB Ceará
Reeditado: 01/08/2016

População temerosa com greve de ônibus

A população amanheceu apreensiva com a possibilidade de nova greve dos ônibus que não se concretizou. A categoria espera a realização de uma assembleia geral para definir
Usuários que dependem do transporte coletivo para se locomover estão apreensivos, com a possibilidade de greve dos trabalhadores do setor. Motoristas, cobradores e fiscais já estão na sexta rodada de negociação com os empresários, contudo, ainda não chegaram ao consenso esperado. Das 45 cláusulas que estão sendo discutidas, 33 já foram acertadas. Porém, os 12 pontos que continuam pendentes tratam de reivindicações consideradas primordiais pela categoria.

Algumas delas dizem respeito a: reajuste salarial de 23%, participação nos lucros e resultados, plano de saúde, incrementos na cesta básica e redução da jornada de trabalho. Em contrapartida, o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros (Sindiônibus) oferece reajuste de 6,3%. Para Domingos Neto, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviários do Estado do Ceará (Sintro), o valor corresponde a inflação, sem ganhos reais.

Outro impasse diz respeito a participação nos lucros e resultados. A categoria almeja que seja de um salário base, enquanto os empresários oferecem 25% do valor do salário. O vale refeição também está na pauta de reivindicações. Os trabalhadores reivindicam vale no valor de R$ 8,50. Com relação a redução da jornada de trabalho, Domingos Neto esclarece que a queixa surgiu por que os motoristas são obrigados a ficar parados com os ônibus nos terminais cerca de 2 horas. Solicitam ainda horas extras que não são computadas no contra cheque.

Uma nova rodada de negociação será realizada nesta sexta-feira, 8, às 8h30, na Superintendência Regional do Trabalho. Até lá, Domingos Neto avisa que não terá paralisação dos ônibus. A definição pela greve só será tomada na Assembleia Geral da categoria, ainda sem data definida. Na ocasião, a própria categoria é quem decidirá se aceita o que foi proposto pelos empresários durante as negociações.

"Estamos evitando ao máximo deflagrar greve, mas caso isso venha a ocorrer pedimos o apoio da população", diz Domingos Neto. O presidente do Sintro informa que durante toda esta semana o Sindicato estará realizando visitas a todos os terminais de Fortaleza, conversando com a população.

A estratégia é ter os usuários como aliados. Para isso, o Sintro preparou uma Carta Aberta, na qual explicam que não são só os trabalhadores que convivem com transtornos diários nos transportes coletivos, mas os usuários também.

"Defendemos um transporte público de qualidade, por isso queremos uma parceria com os usuários, vamos ouvi-los para que juntos possamos cobrar um transporte com melhores condições", dispara Domingos Neto. Ao todo, 30 mil Cartas Abertas serão distribuídas.

Diariamente, um milhão de usuários utilizam os ônibus como meio de transporte em Fortaleza, segundo dados da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Transfor). Acrescidos dos transportes complementares, como as vans, esse número chega a ser de um milhão e 300 mil usuários por dia na Capital.

Desde que motoristas, cobradores e fiscais deflagraram o estado de greve - iminência de paralisação da categoria - no último sábado, que a população está aflita. Joselândia Rodrigues de Sousa, 32, que trabalha como recepcionista, levou dinheiro a mais ontem para ter uma segunda opção caso realmente ocorresse uma greve de ônibus.

"Saí de casa apreensiva, porque quando tem greve, o trânsito para. Estando prevenida eu tenho a opção de pegar um moto táxi". A recepcionista chegou ontem, cedo, no terminal do Siqueira. Com medo de ficar sem ter como se locomover acordou, inclusive, mais cedo.

A decoradora Lúcia Freitas, 52, mora no Conjunto Ceará e trabalha no Parque São José. Para chegar ao trabalho pega três ônibus. Preocupada, diz que se tiver greve não terá como chegar na empresa. Ainda assim defende a categoria e fala que ela tem direito de reivindicar.


Contrários
Mas, nem todo mundo pensa parecido. No Terminal da Parangaba, o motorista Raimundo Canuto, 40, disse que é contra a greve. "Eu dependo do transporte para ir ao trabalho e para tudo. Quando os ônibus estão em greve fica aquele transtorno, a gente chega atrasado, atrapalha demais. Tomara que não tenha", afirmou.

A estudante Rayane Cordeiro, 18, admite que está com medo da greve, pois como usa ônibus todos os dias disse que vai atrapalhar muito. A estudante acrescenta que os motoristas têm direito de reivindicar, mas não da forma como eles fazem.

Ouvindo a conversa, o escrituário José Cordeiro Filho, 53, complementa que os motoristas não devem parar de trabalhar, mas sim liberar as catracas para que todos passem de graça, o que afetaria o bolso dos empresários e não deixaria a população na mão.

ANTÔNIO BEZERRA
Motoristas iniciam mobilização no terminal
Cinco dias após ter sido decretado estado de greve dos motoristas de ônibus da Capital, membros do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Ceará (Sintro-CE) visitaram, na manhã de ontem, o terminal do Antônio Bezerra, onde colaram nos veículos adesivos alertando para a campanha salarial da categoria.

Por meio de sua assessoria de comunicação, o Sindiônibus disse esperar que não haja paralisações nos dias que antecedem a reunião entre os empresários e os trabalhadores na próxima sexta-feira. Entre os usuários, prevalece a apreensão. Mesmo entre aqueles que não utilizam diariamente o serviço, existe receio quanto à greve. "Não uso ônibus todos os dias, mas meus filhos, que trabalham, todo dia tem que pegar. Se tiver mesmo alguma greve, o transtorno vai ser grande", afirmou a dona de casa Lúcia Azevedo.

"Não era para isso acontecer. Ter uma greve, agora, dos motoristas é um atraso. Um atraso político, econômico, social, qualquer tipo de atraso", opinou a vendedora ambulante Graça Castro.

Apesar de utilizar ônibus todos os dias, Graça, que costuma sair de casa com o filho, de cinco anos, destacou que poderia ser bastante prejudicada com uma greve. "Na greve passada (em 2010), eu perdi uma consulta, por exemplo. O pior é que tenho que andar com meu filho. Aí, é mais difícil achar outra alternativa de transporte".


Movimento
Enquanto os usuários manifestavam apreensão com a possibilidade de greve, a movimentação, no terminal do Antônio Bezerra, não foi distinta daquela observada rotineiramente - filas extensas e longa espera pelos ônibus, o cenário, conforme os passageiros, é o comum naquele espaço.

Fonte: Luana Lima/ João Moura
Foto: Jospe Leomar

terça-feira, 5 de julho de 2011

Capital pode ficar sem ônibus nesta semana

Os motoristas reivindicam reajuste salarial de 23%, plano de saúde e incremento na cesta básica
"Fortaleza está à beira de uma nova greve". A afirmação, feita ao microfone por um representante do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários (Sintro-CE), na manhã de ontem, no terminal do Siqueira, gerou apreensão entre os usuários do transporte coletivo.

Em estado de greve desde o último sábado, membros do Sintro-CE pretendem visitar, até a próxima sexta-feira, garagens de ônibus para se reunir com a categoria. Além disso, informou o presidente do sindicato, Domingos Neto, os terminais da Capital serão visitados para que a população seja alertada sobre a possibilidade da greve.

São três as alternativas que o Sintro-CE pretende adotar nos próximos dias: paralisação temporária, garagens fechadas e assembleias nas portas das empresas. A próxima reunião entre o Sintro-CE e o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Ceará (Sindiônibus) será na próxima sexta-feira.

Os primeiros alertas de uma possível paralisação dos motoristas de ônibus da Capital continuaram a ser transmitidos durante a tarde de ontem, no Terminal do Papicu. Geraldo Lucena, diretor de patrimônio do Sintro-CE, enfatizava a possibilidade real de paralisação dos motoristas do transporte coletivo. "Queremos deixar a população a par de que Fortaleza a qualquer momento pode parar".

O estado de greve, informa Domingos Neto, é resultado da falta de consenso nas últimas cinco rodadas de negociação entre o Sintro-CE e o Sindiônibus. Enquanto os motoristas reivindicam um aumento salarial de 23%, os empresários oferecem 6,3%. A categoria também quer plano de saúde, aumento no valor do vale refeição, incremento da cesta básica e o pagamento de horas extras.

Segundo o presidente do Sindiônibus, Dimas Barreira, as últimas negociações não resultaram em acordo porque o reajuste reivindicado não é "razoável". Conforme Barreira, o Sindiônibus oferece reajuste de 6,3% e participação nos resultados equivalente a 25% do salário base. Quanto à reclamação sobre as horas de intervalo não contabilizadas na jornada de trabalho, Dimas afirma que os intervalos não são consideradas, mas que não se pode generalizar as situações.

Consequência
Ontem à tarde, no Terminal do Papicu, cerca de 40 ônibus se encontravam parados. Em contrapartida, as filas estavam completamente lotadas. "Não temos culpa. Estamos aqui e os ônibus estão parados. Os patrões não querem pagar hora extra", afirma Geraldo Lucena.

Segundo a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), o comentário do sindicalista não reflete a verdade. Dados do monitoramento realizado pelo órgão mostram que a operação dos coletivos fluiu normalmente, sem paralisação. A assessoria de imprensa da Etufor informa que o operador de ônibus, como qualquer outro profissional, tem direito a um intervalo para lanche, previsto no quadro de funcionários.


Fonte: João Moura e Elieldo Trigueiro
Foto: Marília Camelo

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Terminal de Antônio Bezerra com mudanças

O terminal de Antônio bezerra, amanheceu esta manhã com mudanças, é que os pontos de parada foram reordenados e algumas linhas voltaram a se ter como ponto de parada seu local de antigamente. Nosso enviado especial ao terminal de Antônio Bezerra foi lá e conferiu.

O reportér J. Machado, foi ao terminal de Antônio Bezerra, e conversou com a Coordenadora de operações da Etufor no terminal, Mires. Ela nos revelou que a mudança ocorreu devido ao volta aos trabalhos de ampliação no terminal, e que brevemente virão novas mudanças.

CONFIRA NESTE MAPA COMO FICOU OS PONTOS DE PARADA
Mapa gentilmente cedido por Mires
Fonte: J. Machado
Foto: Etufor/J. Machado

Alterados itinerários de ônibus na Av. Dom Manuel

Em virtude da realização de obras da Cagece na Av. Dom Manuel, entre as ruas Tenente Benévolo e Costa Barros, itinerários de linhas de ônibus serão alterados a partir das 21 horas de hoje (4).

 

Com a interdição, as linhas (73) Siqueira/Praia de Iracema, (077) Parangaba/Mucuripe, (078) Siqueira/Mucuripe, (901) Dom Luiz e (903) Varjota devem seguir pela Rua Tenente Benévolo, Rodrigues Júnior e Costa Barros, onde retomam percurso original.

 

Já as linhas (014) Aguanambi II e (064) Corujão/Aeroporto/Centro/Rodoviária devem seguir pela Rua Rufino de Alencar, 25 de Março, Pereira Filgueiras, Rodrigues Júnior e Costa Barros até retornar à Av. Dom Manuel.

Fonte: ETUFOR
Foto: Peterson PBus