REDES:

_

Ceará Diesel enfatiza DD's da Marcopolo e Busscar em Happy Hour Neuri Tur convida busólogos para aproximação Sindiônibus convida MOB Ceará para conversa sincera sobre mobilidade urbana MOB Ceará visita as instalações da Ferrari JG - Marcopolo MOB confere novos micros e rodoviários da Princesa Busólogos conhecem DD de 15 metros da Neqta

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

sexta-feira, 31 de maio de 2019

Primeira mão: Viação Fortaleza encomenda 15 novos Torinos com 3 e 5 portas

A Viação Fortaleza aguarda a chegada de 15 novos ônibus para os próximos meses.


Os veículos virão com a carroceria Marcopolo Torino e chassis Mercedes-Benz OF-1724L. A renovação de frota da empresa deverá ocasionar na retirada dos 12 últimos ônibus com fabricação 2010, e também poderá influenciar na venda de mais ônibus de 2011, já que ela vendeu alguns do referido ano antes mesmo de retirar todos os 2010 de circulação.

Os novos ônibus serão equipados com ar-condicionado, bancada de fibra comum e serão divididos entre versões BRT com 5 portas (9 carros) e convencionais com 3 (6 carros). Os prefixos serão ordinais do 02901 a 02915. Fora os ônibus citados, conforme foi noticiado com exclusividade por este site, virá um Torino com chassi OF-1721 de caixa automática, totalizando 16 ônibus.

Fonte: MOB Ceará
Redação: Narcísio Santos

quinta-feira, 30 de maio de 2019

Com índice de investimentos decrescendo, frota de Fortaleza poderá ter a menor renovação da década

Com o encolhimento de custos e investimentos do sistema urbano de Fortaleza, retratado pelas últimas renovações de frota e outras variáveis, a cidade governada pelo prefeito Roberto Cláudio poderá ter, em 2019, a menor renovação de frota dos últimos tempos.


Algumas empresas já encomendaram veículos novos, por também pertencerem a grandes grupos empresariais que possuem uma planilha mais ''enxuta'' de gastos, por influência de um menor custo fixo, cenário comum a grandes organizações. Outras mais tradicionais irão renovar com pequenas quantidades, outras nem isso. Fato é que as empresas de ônibus urbanos estão se ''desdobrando'' para se manter no mercado, devido a redução de demanda e aumento de preços constantes nos insumos necessários para se manter a operação. 

A redução de mão de obra está sendo uma das atitudes que as companhias tiveram que adotar de 2018 até agora. Haverá, em 2019, muitas despesas com as rescisões de contratos, com isso, as empresas deverão resguardar seus capitais para concluir o processo e darem continuidade, em 2020, nos investimentos em tecnologia, que poderão vir ou não com mais vigor que no ano vigente.

Fonte: MOB Ceará
Redação: Narcísio Santos

quarta-feira, 29 de maio de 2019

Viajando pelo Nordeste: De Juazeiro do Norte (CE) para Juazeiro (BA)

Em mais uma matéria do quadro “viajando pelo Nordeste”, o MOB Ceará apresenta as informações referentes a duas cidades que são referência no território que compõe o quadro.

A linha que apresenta uma quilometragem aproximada em 360 quilômetros, e dependendo da empresa a viagem pode ter uma duração estimada em até 06 horas.

Juazeiro do Norte está situada no Sul do Ceará, ocupando área de 248 km² com população de quase 300 mil habitantes. A cidade tem na figura do Padre Cícero Romão Batista um marco na construção da religiosidade, da cultura do seu povo e acontecimentos políticos do Cariri. Quando o sacerdote chegou em abril de 1872, cavalgando num jumento, era apenas um arraial com algumas poucas casas de tijolos e uma rústica capela. Recentemente, Juazeiro comemorou a passagem de 100 anos da sua emancipação política como a terceira cidade do Ceará após deixar de ser um mero povoado pertencente ao Crato. Tudo começou durante uma missa em março de 1889 quando Padre Cícero ministrava a comunhão aos fiéis. Ao colocar a hóstia na boca da beata Maria de Araújo, esta se transformou em sangue. O fato se repetiu por diversas vezes durante cerca de dois anos, sendo logo atribuído pelos fiéis como um milagre.

O município de Juazeiro localiza-se no norte do Estado da Bahia, na microrregião homogênea do Baixo Médio São Francisco, possuindo uma extensão territorial de 6.390 km². Situada na margem direita do rio São Francisco — fator precípuo de sua existência — apresenta um contingente populacional de 197.965 habitantes. Encravada na região semiárida do Nordeste brasileiro, em pleno polígono das secas, Juazeiro encontra-se em posição privilegiada, num entroncamento rodoferroviário, fluvial e aéreo, distante 504 km da capital, Salvador. Apresenta clima tropical semiárido e vegetação predominantemente de caatinga, destacando-se o imponente juazeiro, que empresta nome à cidade.

A linha conta com a operação permitida de 03 empresas. Abaixo, o MOB Ceará narrará como funciona o procedimento de cada uma destas empresas.

A empresa que dispõe uma maior quantidade de horários é a Viação Pernambucana. Diariamente, são ofertados aos clientes 07 horários no sentido Juazeiro (CE) x Juazeiro (BA) e mais 07 partidas no sentido contrário.
Sentido Juazeiro do Norte x Juazeiro: 05h20, 07h45, 08h00, 11h00, 14h00, 14h30 e 21h30.
Sentido Juazeiro x Juazeiro do Norte : 06h10, 06h40, 07h40, 11h40, 12h40, 16h00 e 22h10.

A segunda opção, que também presta serviço diário é Real Maia. No site da empresa é possível realizar a compra e mostra apenas no sentido Ceará x Bahia. A empresa tem sua partida todos os dias às 06h40, chegando ao município baiano às 14h.

A terceira opção, que não presta serviço diário, mas está cadastrada para operar na linha é a Kandango Transportes e Turismo LTDA (Catedral). A empresa oferece aos seus usuários o serviço executivo e tem saídas as Terças, as Quintas e aos sábados, sempre ás 14h10, adentrando a cidade de Juazeiro (BA) por volta das 21h00. No sentido contrário (Bahia x Ceará), a Catedral tem partidas aos Domingos no horário das 15h00.

Redação: Nemezio Neto
Fonte: MOB Ceará

terça-feira, 28 de maio de 2019

Mascarello vende 50 micros à Manaus e já entrega 6 unidades. Confira outras informações

A Mascarello entregou 6 das 50 unidades encomendadas do modelo GranS2 à concessionária Rezende, localizada em Manaus.


Este veículo de cor azul será apresentado aos empresários manauaras em um coquetel que se realizará na primeira quinzena de Junho, que contará, inclusive, com a presença do vice presidente regional da MAN, a equipe comercial da Mascarello entre outras personalidades. O projeto visa viabilizar a disposição de veículos de pronta entrega. Os veículos virão na cor branca mas, caso haja tempo, os fornecedores entregarão com as cores da empresa do cliente final.

Novo Horizonte com micros da Mascarello

A Novo Horizonte estará recebendo unidades do modelo GranS2 com 31 poltronas, portas DPM com dobradiças embutidas, tornando a lateral mais lisa, ar-condicionado de teto central e chassi Volkswagen 9-160 OD.


Os novos ônibus estão sendo fabricados com uma melhoria para o condutor - uma melhor visibilidade do ambiente externo, com maior área envidraçada.

Outra novidade é a parede divisória em ''Z'' , oferecendo mais conformativo ao passageiro e motorista. Anteriormente, o passageiro já entrava na porta direto para o salão, agora ele terá de passar pela cabine do motorista, melhorando o contato direto com o condutor e o cliente.


Fonte: MOB Ceará
Redação: Narcísio Santos

COOTRAPS ganha participação em linhas da grande Messejana

A COOTRAPS está ampliando suas operações no sistema urbano de Fortaleza.


Nesta semana, a cooperativa começou a rodar em novas tabelas nas linhas 621 e 622- Pedras 1 e 2 e na 681-Alameda das Palmeiras, operadas pelas empresas Vega, e no caso da 622 com a inclusão da Viação Fortaleza.

Houve aumento na frota. A linha  622 se tornou operada por 5 veículos, e a 681 aumentou de 5 para 6 carros. Os micro ônibus da COOTRAPS não estão substituindo os veículos comuns, exceto na linha 621, que se manteve com 5 tabelas. O tempo de frequência na linha 681-Alameda das Palmeiras, por exemplo, diminuiu de 11 para 9 minutos em horários de pico, tendo também redução de espera durante os outros horários.

Fonte: MOB Ceará
Redação: Narcísio Santos

segunda-feira, 27 de maio de 2019

Fretamento: Aventureiros quebram empresas maiores e depois não se mantêm no mercado

No fretamento cearense, ou até em outros estados, costumeiramente surgem novos entrantes no mercado do transporte fretado ou turismo.

A concorrência é importante para o cliente poder optar por preços menores, ou mesmo por um nível de serviço elevado com custos acessíveis para o seu bolso. O problema ocorre quando alguns novos empreendedores entram no mercado sem noção de nada. Alguns recebem as contas do antigo emprego, investem na compra de um ônibus e acha que qualquer preço que colocar está no lucro, sem medir seus reais custos e mantendo uma ilusão econômica que, além de durar pouco, pode quebrar empresas equilibradas antes.

Custos de aquisição (oportunidade), manutenção anual, pneus entre outros são ignorados por estes empreendedores, e para captar clientes, o preço muito baixo é o caminho que eles percorrem. Nem todos os novos entrantes agem dessa forma. Muitas vezes, o dono do ônibus por não dar a devida manutenção, acaba ficando no prego ao longo da viagem, sem recursos para enviar uma equipe de manutenção, muitas vezes é necessário utilizar o dinheiro do frete para contratar um reboque, o que lhe tira até aquele pequeno ''lucro'' e causa o constrangimento dos passageiros, finalizando naquele dia o bom vínculo com aquele fretante e com todos as pessoas com quem ele conversar sobre o tema ''ônibus de aluguel'', fechando o negócio em curto tempo.

Fonte: MOB Ceará
Redação: Narcísio Santos

sábado, 25 de maio de 2019

25420 da São Francisco ao lado de um Scania ex Salete e São Cristóvão

Na postagem de hoje, você vai ver uma imagem feita na garagem da São Francisco em 2002, que mostra o carro de prefixo 25420 ao lado de um Scania F113HL, que na empresa Salete ostentava o prefixo 18106, e foi comprado da São Cristóvão, onde lá tinha a matrícula 06065.


O 25420 foi adquirido de fábrica pela Maraponga, vendido à São Francisco em meados de 1997, ganhando o prefixo 25265. 3 anos depois, ele foi renumerado para 25520, mas a ETTUSA não aceitou que o terceiro algarismo (que representa o ano do modelo) fosse o 5, que dava a informação de que o OF-1620 em questão fosse de 1995, e então ele se tornou o 25420 até o fim de suas operações em 2004.

Fonte: MOB Ceará
Redação: Narcisio Santos

sexta-feira, 24 de maio de 2019

Expresso Guanabara transfere três 2019 para a sua frota intermunicipal cearense

A Expresso Guanabara acaba de transferir três de seus ônibus ano 2019 recém chegados para o sistema intermunicipal do Ceará. 

Os ônibus são três Busscar modelo Vissta Buss 360 acoplados nos chassis Mercedes-Benz O-500RSD, que possuíam o cadastro interestadual 900, 901 e 902, receberam os prefixos 07119000711901 e 0711902 no intermunicipal. Com isso, os dois Busscar passam a ser os primeiros 2019 da companhia no setor. 

Fonte: MOB Ceará
Redação: Roger Gomes

Vega desativa 48 ônibus mais velhos nos últimos 2 anos

Com a renovação de frota que contemplou a aquisição de 44 ônibus 0KM entre 2017 e 2018, a Vega retirou de circulação 48 ônibus com idade igual ou superior a 10 anos.



A retirada dos veículos foi ocasionada tanto pela renovação quanto pela redução de viagens e tabelas que o sistema urbano de Fortaleza passa desde o ano passado, para que a demanda de passageiros que (diminuiu) tenha uma frota compatível para o equilíbrio do setor.

Além de se desfazer destes 48 ônibus, a companhia perdeu alguns veículos, inclusive com pouca idade, devido os ataques realizados por facções criminosas em protesto de ações do governo do Ceará.


A idade média melhorou, em relação ao quadro anterior, e o índice de veículos sem elevador também reduziu, representando hoje apenas 10,7%. Veja a lista de prefixos dos ônibus que foram desativados com idade igual ou superior a 10 anos até 2018:

2005

35527, 528, 529, 530, 531

2006

35601 a 35615


2007

35701 a 35706, 35708 a 35716, 35718 a 35723 e 35734

2008

35801, 802, 803, 805, 806 e 807

Fonte: MOB Ceará
Redação: Narcísio Santos

Rio de Janeiro recebe seus primeiros ônibus da nova Busscar com motor dianteiro

A Viação Nossa Senhora do Amparo, com sede no município de Maricá - RJ, está recebendo 2 novos ônibus El Buss 320 que serão os primeiros da nova Busscar com motorização dianteira em terras fluminenses.



Os coletivos que são equipados com chassis Mercedes-Benz OF-1721L, deverão operar nas seguintes linhas do setor intermunicipal da empresa: 2146D - Maricá X Castelo(centro do Rio de Janeiro) e 2144R - Maricá X Niterói. Um deles chegou na garagem ontem e ganhou o prefixo RJ 186.081. O outro saiu da fábrica ontem a noite, e deverá chegar entre hoje e amanhã.
Fonte: MOB Ceará
Redação: Paulo Henrique Felício
Colaboração: André Luiz Gomes


Fotos: Autor ainda desconhecido

quinta-feira, 23 de maio de 2019

49% da frota rodoviária da São Benedito possui tecnologia menos poluente

A São Benedito, com a atualização de frota deste primeiro semestre, aumentou o índice de veículos equipados com chassis menos poluentes, dentro do sistema de emissão de gases regidos pela norma Proconve P7, estabelecido no Brasil desde 2012.


A companhia ainda deve melhorar, e já retirou todos os ônibus com fabricação 2008 e 2009 do sistema regular intermunicipal, ficando apenas 4 veículos que possuem ano de fabricação 2009/10, o que influenciou no aumento do percentual de ônibus menos poluentes, que representa 48,5% da frota de 66 ônibus.

A expectativa é que, ainda em 2019, a companhia ultrapasse os 54% da frota, com uma previsão mínima de 4 ônibus novos ou semi novos para renovação.

Fonte: MOB Ceará
Redação: Narcísio Santos

quarta-feira, 22 de maio de 2019

MOB Ceará em debate: Adequação de demanda através do uso eficiente dos articulados

Estimados leitores, esta edição propõe apresentar o cenário atual do sistema de transporte urbano de Fortaleza sob a ótica do uso ineficiente dos veículos articulados disponíveis aos usuários na capital cearense.


O sistema urbano, atualmente, possui apenas 8 ônibus articulados distribuídos em um total de 8 empresas operantes, encontrando-se:
* 02400 e 35431 na linha 026 - Antônio Bezerra/Messejana;
* 12499 e 36400 na linha 200 - Antônio Bezerra/Centro/BRT;
* 14411, 26445, 30418 e 42418 na linha 222 - Antônio Bezerra/Papicu/Antônio Sales.


Neste contexto, a questão da linha 200 é clássica, sendo raro o momento onde um veículo se encontra com máxima lotação, e então surge o questionamento: qual o sentido de adquirir veículos “gigantes” se estes, quando circulam, o fazem com poucos ou quase nenhum passageiro, literalmente desfilando pelas ruas de uma parte restrita da capital?


É perceptível a ocorrência de defasagem na taxa de ocupação, ou seja, a subutilização dos veículos em face da evidente demanda destoante. Em algumas horas do dia, já foi possível observar, ao mesmo tempo, até 50% da frota total dos articulados no estacionamento do terminal do Antônio Bezerra, enquanto, no mesmo local, filas se formavam em outras linhas.

Os articulados são veículos especiais, com maior custo de aquisição, manutenção e consumo, também são ônibus com maior dificuldade de revenda, permanecendo na empresa muitas vezes até 20 anos em operação, sendo inexplicável esta ociosidade.

Também vale atenção o fato que ocorre, por exemplo, com o 36400, articulado da Santa Cecília, atualmente efetivo da linha 200 e que pode eventualmente ser encontrado na linha 222. O problema é que o usuário comum, aquele que apenas utiliza o coletivo para os deslocamentos diários, pode não entender corretamente a noção do chamado “remanejamento de veículos”, ou seja, a percepção da mudança de um determinado ônibus entre linhas ou tabelas do referido sistema, visto que, por falta de interesse ou pela estressante rotina diária, poucos são os que se atentam a observar o prefixo dos ônibus que utilizam, permitindo criar assim uma equivocada sensação de aumento nos quesitos quantidade e disponibilidade de veículos.


O ponto em questão é que a inclusão de articulados em uma “nova linha” implica na simples retirada destes de suas respectivas linhas anteriores, pois não houve alteração na quantidade de veículos desta classe desde o retorno de sua operação em 2014.

E é neste sentido que a Equipe MOB Ceará apresenta, nesta matéria, uma sugestão que visa melhorar a eficiência do atendimento das demandas do sistema através da realocação dos articulados em linhas aonde estes realmente são necessários. Os principais critérios utilizados para compor esta proposta são:

1) Demanda da linha;
2) Avaliação da “quilometragem morta”;
3) A empresa opera a linha em questão.

Atendendo a uma região de grande densidade populacional, a linha 680 - José Walter/Papicu/Cidade Jardim é um exemplo fácil da necessidade de veículos maiores em determinados horários sendo, assim, a primeira linha apresentada como sugestão para inclusão de classe.

Para tanto, sugere-se a entrada de 2 tabelas com articulados nos horários do início da manhã e noite. Os veículos da Maraponga - 26445 e Dragão do Mar - 42418 poderiam iniciar uma viagem cada por volta das 6h, fazendo uma viagem completa “José Walter - Papicu - José Walter” e mais meia viagem seguinte do bairro José Walter ao Terminal do Papicu, sendo que, no terminal, estes iniciariam tabelas na linha 222 no lugar, por exemplo, de tabelas de 4h que circulariam na 222 até a entrada dos articulados.

No início da noite, os dois articulados retornariam para suas tabelas na 680, fazendo assim mais uma viagem e meia no sentido oposto: Papicu - José Walter - Papicu - José Walter, encerrando com proximidade considerável de suas respectivas garagens. Vale ressaltar que a saída dos articulados da 222 seria coberta por outras tabelas de 4h a noite.


Os veículos da Via Urbana - 30418 e Viação Santa Cecília - 36400 seriam muito melhor aproveitados iniciando suas atividades na linha 082 - Antônio Bezerra/Messejana/Perimetral, partindo, respectivamente dos terminais de Messejana e Antônio Bezerra, seguindo para a linha 026 - Antônio Bezerra/Messejana nos horários de menor demanda. Nesta situação, o veículo da Viação Fortaleza - 02400 seria mantido o dia todo na sua linha atualmente efetiva - 026.

Já o veículo da Siará Grande - 14411 poderia ingressar na linha 073 - Siqueira/Praia de Iracema e depois 222, retornando ao final do dia para a 073, nos mesmos moldes do exemplo da 680. A linha 074 - Antônio Bezerra/Unifor poderia ser atendida, neste modelo de sugestão, pela empresa Vega com o 35431, seguindo posteriormente para a 222 ou 026 enquanto a linha 024 - Antônio Bezerra/Lagoa/Unifor poderia ser atendida o dia todo pela Auto Viação São José com o 12499.


Tais sugestões, além de proporcionar um maior equilíbrio dos veículos em relação aos locais de maior demanda, tendem a criar uma sensação de novidade e progresso para a população, já que os referidos veículos trafegariam com eficiência em praticamente toda a extensão da cidade.

A Equipe MOB Ceará lamenta a pouca possibilidade de oferta de ônibus articulados em mais linhas, visto que a quantidade de veículos desta classe permanece inalterada (ocupando apenas 0,43% da frota total de Fortaleza). É incompreensível que uma capital do porte de Fortaleza, com uma frota de quase 2000 ônibus, conte com apenas oito articulados, sendo que cidades menores em frota e em extensão contam com dezenas destes veículos especiais.

As empresas "contornaram" a real necessidade de aquisição de ônibus articulados com a compra dos chamados "padron", que não passam de ônibus convencionais mais longos e com motor um pouco mais potente. Entretanto, por questões de eficiência (passageiro/m²), esta substituição seria melhor realizada por ônibus trucados de 14 ou 15 metros, para as linhas de grande demanda em toda a cidade.


É fato relevante que estas são sugestões e que podem sofrer ajustes caso necessário, ficando evidente, de qualquer modo, que mudanças são essenciais para tornar o sistema mais eficiente e atrativo aos usuários, pois o atendimento às demandas destes mesmos usuários é (ou deveria ser) o fator determinante de excelência do sistema.


Fonte: MOB Ceará
Redação: Equipe MOB Ceará

terça-feira, 21 de maio de 2019

Siará Grande: empresa traz ônibus OF-1724 como parte de renovação em 2019

Continuando com a renovação de frota deste ano, a Viação Siará Grande efetuou a compra de mais 2 Marcopolo Torino, mas desta vez equipados com os chassis Mercedes-Benz OF-1724.

Os veículos já estão chegando, sendo que um deles, com o prefixo 14922, foi flagrado no município de Penaforte, no extremo sul cearense, e outro já está na garagem. Ambos deverão operar em linhas de considerável extensão e demanda como a 076 - Conjunto Ceará/Aldeota/Papicu. Os carros já virão sem o posto do cobrador, conforme mostra uma das imagens:



Fonte: MOB Ceará
Redação: Paulo Henrique Felício