REDES:

_

MOB Ceará conhece as instalações da Ferraria JG - Marcopolo Viação Penha mostra sua casa e aquisições ao MOB Ceará Sindiônibus convida MOB Ceará para uma conversa aberta sobre mobilidade urbana Busólogos conhecem DD de 15 metros da Neqta Conhecimento fez diferença na visita da São José

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

sábado, 31 de dezembro de 2016

Raridades de outros estados em Canindé-CE

Em Canindé, é comum os busólogos encontrarem diversos ônibus antigos fazendo transporte de católicos, que almejam assistir missas na igreja do padroeiro da cidade - São Francisco.

Nesta edição, serão apresentados alguns ônibus que fizeram parte do transporte coletivo em outros estados, e que foram adquiridos por cearenses do interior e região metropolitana.


Na lista dos ônibus, foi fotografado um Caio Alpha que pertenceu a Itamaracá Transportes, de Pernambuco, sob o prefixo 264. O carro foi visto pela primeira vez em Caucaia, e estava fazendo fretamento para Canindé nesta semana.


O segundo da lista é um Marcopolo Sênior que pertenceu a Empresa de Viação Algarve, do Rio de Janeiro, que sustentava o prefixo 86511.



O terceiro carro encontrado foi um Ciferal Agilis, que pertenceu a Braso Lisboa, do Rio, com o prefixo (29160) e depois foi pro Maranhão rodar pela empresa VBL- Viação Branca do Leste, ostentando o prefixo 49.


No âmbito rodoviário o MOB encontrou o ex carro 9525 da Gontijo, que hoje opera por uma empresa de Teresina.


Um dos ônibus da Viação Mauá, do Rio de Janeiro, estava na cidade religiosa. O carro tinha o prefixo 185.107 na empresa carioca, depois passou para a Rodobens Consórcios.



Confira mais algumas relíquias oriundas de Bahia e Santa Catarina:




Fonte: MOB Ceará
Redação: Narcísio Santos

sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Linha do dia: 003-Jaguaribe/Integração (PB)

Nesta edição do quadro ''MOB pelo Brasil'' você vai saber algumas informações sobre a linha 003-Jaguaribe/Integração, da cidade de João Pessoa-PB.

Operada pela Marcos da Silva, a linha tem sua demanda composta, principalmente por estudantes, que frequentam o Instituto Federal da Paraíba-IFPB. Além destes, os passageiros utilizam a linha para se encaminhar aos hospitais e clínicas da região, como o Napoleão Lauriano, que trata pessoas com câncer, o Arlinda Marques entre outros.

A rota começa no bairro Jaguaribe, bairro próximo ao centro da cidade, e circula por algumas ruas do bairro, seguindo ao centro passando também pelo Mercado Central, Parque da Lagoa e finaliza no Terminal de Integração do Varadouro, onde o usuário pode fazer integração com outras linhas.


A frota da linha possui idade média de 6 anos, sendo 100% equipada com elevador para cadeirantes, e é composta por 3 Torinos que pertenciam a Cearense Transportes. Os carros possuem os prefixos 09104, 09106 e 09107, e todos pertencentes a classe ''leve'', com ônibus que suportam até 14 toneladas. Os ônibus passam a cada 20 minutos, e com o horário de férias, tem intervalo de 30 minutos a partir das 10 horas da manhã.



Fonte: MOB Ceará
Redação: Narcísio Santos

Desativados: 2 Busscar 2007 da São José e 3 carros da Viação Fortaleza

A São José Transportes desativou dois Busscar Urbanuss Ecoss de fabricação 2007, que foram adquiridos 0Km pela Viação Via Máxima.


Os carros possuem o chassi OF-1418 da Mercedes-Benz e bancada de fibra, e possuíam em sua empresa inicial os prefixos 04703 e 04704, sendo renumerados na empresa atual como 12722 e 12723 respectivamente. A empresa adquiriu 34 carros novos neste ano e preferiu não selecionar e desativar seus carros mais velhos de uma só vez. A partir do momento em que aparecem os interessados em seus veículos, ela vai desativando e deixando uma boa frota reserva abastecida, para eventuais aumentos de linhas ou fechamento de alguma empresa.






E a Viação Fortaleza vendeu o carro 02904, que pertenceu a Dragão do Mar, além de começar a vender os primeiros Torinos de 2010, que possuem os prefixos 02009 e 02012. As empresas de ônibus costumam não perder oportunidades de venda de usados quando os carros estão na penúltima faixa de carros mais velhos. Não há muita diferença um veículo com um ano a mais ou a menos de uso.




Fonte: MOB Ceará
Redação: Narcísio Santos

Edição de imagens: Narcísio/Vieira Santos

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Prime Plus Ceará recebe Comil Invictus

Chegou nesta semana o primeiro Comil Invictus geração 1050 do estado do Ceará.


O ônibus possui chassi Volkswagen 17-280 OT Euro V e ganhou a numeração 457.2.183 . De acordo com a empresa, em breve, o veículo iniciará suas operações no Complexo Portuário do Pecém.



A equipe MOB Ceará foi conferir de perto o novo veículo, confira as fotos:








Fonte: MOB Ceará
Redação: Roger Gomes
Fotos e Edição: Vieira Santos

Itapemirim confirma fusão com a Kaissara e venda para grupo de investidores

A Viação Itapemirim deixa de ser da família Cola.
 


A assessoria de imprensa da Viação Itapemirim confirmou na tarde desta quinta-feira, 29 de dezembro de 2016, fusão com a Viação Kaissara, sendo vendida para um grupo de investidores.

A companhia de forma oficial não quis revelar os nomes dos compradores.

Informações do mercado de transportes dão conta que entre os investidores estão Sidnei Piva de Jesus, Milton Rodrigues Júnior e Camila de Souza Valdívia.

Milton Rodrigues Júnior foi sócio da transportadora de cargas Dalcóquio.

A Itapemirim está em processo de recuperação judicial.
 


A empresa, também respondendo aos questionamentos do Diário do Transporte, informou que os ônibus da Viação Cometa vistos em uma das garagens da companhia foram comprados para renovação de frota. Acompanhe nota completa:

O processo de venda da Viação Itapemirim, para os novos controladores, e sua fusão com a Kaissara, está em andamento.
 


Neste momento, estão sendo feitos os relatórios gerenciais, para que se possa preparar um plano de desenvolvimento, investimento e crescimento da empresa, incluindo Marketing, Recursos Humanos e cenários de mercado.

Os novos controladores, que fazem parte de um grupo de investidores, só irão se pronunciar a partir da segunda semana de janeiro.
 


Por ora, qualquer informação divulgada não parte de fontes credenciadas da empresa e não tem respaldo de seus porta-vozes.

O que os novos responsáveis pela Itapemirim confirmam é que o processo de venda e fusão é verdadeiro e tem o potencial de recuperar a tradição e a liderança da Viação Itapemirim no mercado de transportes de passageiro.

No caso dos ônibus da Cometa, são veículos usados, e foram comprados.


Fonte: Diário do Transporte

Expresso Cearense e sua história contada por um filho do fundador

Nathan Gomes Botelho, um dos principais personagens da história do transporte coletivo cearense, iniciou sua vida no interior do Maranhão, mais precisamente na cidade de Balsas.


Ele trabalhava fazendo diversos serviços, até que comprou um burro, que pouco depois vendeu e foi fazendo sua vida.

Nathan foi morar em São Paulo, e começou a trabalhar na Viação Cometa. Seu desejo de ser motorista era evidente, até que conseguiu realiza-lo.



Após algum tempo, o saudoso Nathan Gomes viu a necessidade de empreender. Ele saiu da Cometa, comprou um ônibus velho e criou a linha São Paulo x Crato.


Seus amigos o esnobavam, dizendo que ele teria deixado de dirigir ônibus modernos para rodar em carros velhos, porém ele se defendia afirmando que "era melhor rodar em ônibus velho dele do que carros novos dos outros", e assim continuou em sua trajetória.



Em 1974, o empresário decidiu vender a Expresso Cearense, e montou a Brasileiro, cobrindo linhas da região norte do Ceará com rotas intermunicipais.


As linhas intermunicipais do audacioso empreendedor fez da Brasileiro uma das principais empresas do segmento intermunicipal e metropolitano do Ceará. Nathan Gomes Botelho faleceu em 2003, mas sua história é lembrada toda vez que alguém vê um ônibus das empresas de seus filhos, inclusive a Litorânea, do Maranhão.


E hoje, um colecionador resolveu adquirir um dos ônibus da família para homenagear o saudoso Nathan. Um Marcopolo Viaggio GV 1000 está sendo reformado e ganhou o nome da Expresso Cearense e um prefixo fictício. O MOB foi até a garagem para conferir os retoques finais da reforma. Confira em primeira mão:







Fonte: MOB Ceará
Redação: Narcisio Santos
Revisão: Arthur Mikael
Agradecimentos: Dilermano Botelho

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Técnica: A finalidade dos cilindros no motor

Você já ouviu falar em cilindros? Sabe qual a finalidade dele no motor? O MOB Ceará preparou uma pequena matéria explicando aos leitores e busólogos todas essas dúvidas.


Cilindro é o local do motor onde ocorre os ciclos (ou tempos) responsáveis pelo início e continuidade do movimento do propulsor. No cilindro, o pistão realiza movimentos alternativos de sobe-e-desce, e este movimento é transformado em circular, através das bielas e virabrequim, transferindo a energia para diversos componentes, finalizando nas rodas.

No cilindro, o combustível é admitido através das válvulas de admissão, que se abrem no momento exato, quando o pistão está próximo ao ponto mais baixo (PMI) . Em seguida, as válvulas se fecham e o pistão sobe até seu ponto máximo (PMS), comprimindo do combustível e o levando a temperaturas bastante elevadas.
A compressão resulta na explosão, que empurra o pistão para baixo, sendo a etapa principal quando se trata em movimentação. Por ultimo, ao mesmo tempo em que o pistão sobe mais uma vez, as válvulas de exaustão se abrem, permitindo a saída dos gases resultantes da queima.

Estes detalhes se referem aos motores de 4 tempos (admissão, compressão, explosão, exaustão), sendo que nos motores 2 tempos existem os mesmos ciclos, mas que ocorrem de dois a dois ao mesmo tempo (admissão/explosão e compressão/escape).

Lembrando também que o volume total de mistura ar/combustível (calculado em cm3 ou litros) que é suportado por um cilindro é chamado cilindrada unitária e a soma das cilindradas unitárias resulta na cilindrada total. Quanto mais cilindros, maior é a potência do motor, e mais consumo de combustível, embora atualmente a obtenção de mais potência e torque está mais ligado à eficiência do conjunto do que quantidade de cilindros ou volume da cilindrada.

Esse vídeo explica melhor a diferença de um motor de 2 e 4 tempos. Clique abaixo caso queira se aprofundar mais no tema.



Fonte: MOB Ceará