REDES:

_

MOB Ceará conhece as instalações da Ferraria JG - Marcopolo Viação Penha mostra sua casa e aquisições ao MOB Ceará Sindiônibus convida MOB Ceará para uma conversa aberta sobre mobilidade urbana Busólogos conhecem DD de 15 metros da Neqta Conhecimento fez diferença na visita da São José

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

sábado, 28 de fevereiro de 2015

Matando a saudade: 39943 e 39947 da São Benedito

Na edição de hoje, você vai relembrar os dois únicos Busscar Urbanuss com chassi Mercedes-Benz OF-1721 que a empresa São Benedito possuiu no sistema urbano de Fortaleza.

Os dois ônibus, iniciaram suas operações no ano de 1999, no setor urbano da empresa, os seus primeiros prefixos foram 27043 e 27047, e em 2000, foram renumerados para 27943 e 27947. Os carros operavam na linha 407-José Walter/Expedicionários.

No ano de 2003, com a criação da razão social São Benedito Auto Via LTDA, os veículos mudaram seus códigos operacionais de 27 para 39, sendo assim, foram renumerados para 39943 e 39947, prefixos estes que a empresa manteve até o final das operações no setor urbano, no ano de 2012.

Os veículos possuíam uma configuração ímpar no estado, pois após a estreita porta da frente, havia uma pequena janela antes de vir as janelas tradicionais. Essa configuração foi adotada somente pela empresa São Benedito. Confira mais imagens e mate a saudade dos dois filhos únicos da empresa:



Fonte: MOB Ceará

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Gertaxi adquire novos micros

A Gertaxi, empresa que atua no ramo do fretamento nos estados do Ceará, Bahia e Maranhão, está adquirindo mais micro ônibus para a renovação de sua frota.

Foi fotografado em Vitória da Conquista-BA, 3 Marcopolo Senior modelo 2013 com chassi Mercedes-Benz LO-916 e prefixos 636, 637 e 638.

Acredita-se que, pelos prefixos, os veículos devem atuar na filial da Bahia pois recentemente a Gertaxi vendeu dois Comil Piá para a Transnacional - que, inclusive, foi notícia no MOB Ceará, enquanto o outro segundo informações, está em processo de reforma para adotar a pintura da nova empresa.

Confira algumas imagens dos novos micros vindo de fábrica:


Fonte: MOB Ceará

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Os dois únicos Citmax da Gertaxi

Hoje a Equipe MOB ceará mostra a você, nosso estimado leitor, os dois únicos Ciferal Citmax da Gertaxi, que é uma das mais bem conceituadas empresas de fretamento do Ceará.


Em 2004, a Gertaxi adquiriu dois Ciferal Citmax 0 Km para sua frota, e estes dois veículos receberam os prefixos 4001 e 4011. Ambos possuem a motorização Mercedes-Benz OF-1418 e foram escalados para operar na rota da empresa TBM -Têxtil Bezerra de Menezes, onde operam até hoje.

Os ônibus representaram, naquele ano, a volta das aquisições de modelos urbanos na frota da empresa, pois antes deles a última aquisição de fábrica havia acontecido há mais de 7 anos.


Os dois veículos, que atualmente possuem os prefixos 252.2.001 e 252.2.005, ainda operam na empresa e possuem uma impecável conservação, uma das características da frota da Gertaxi.

Confira mais fotos dos dois destaques de hoje no MOB Ceará:








Fonte: MOB Ceará

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Do SIT-For à Via Metro

O MOB Ceará vai apresentar a você, caro leitor, a relação de veículos que atualmente pertencem a frota da Viação Metropolitana e que foram adquiridos usados de empresas do sistema urbano de Fortaleza.

Desde sua fundação em 2008, a Viação Metropolitana adquire veículos semi novos, para que junto das aquisições de novos ônibus, a mesma renove sua frota anualmente.

Os primeiros veículos, foram oriundos de empresas como: São José, Via Urbana e Viação Fortaleza.

Com o passar dos anos, era comum ver os ônibus com 5 ou 6 anos de uso substituindo outros com 7 ou 8 anos da frota da Via Metro, muitas vezes, isso acontecia devido a empresa pertencer ao grupo Guanabara e necessitar de veículos das empresas do grupo para que fossem entregues seus veículos à venda para seus novos donos.

A última aquisição de veículos usados do SIT-For, ocorreu em 2013, quando a mesma adquiriu dois Torinos 2007 da Viação Fortaleza, veículos estes que foram vendidos ano passado para a Transnacional.

Atualmente na frota, existem apenas quatro veículos oriundos de Fortaleza, no caso, são 3 Mascarellos Gran Via Midi 2011 de prefixos 0211130, 131 e 132 que pertenciam a extinta Montenegro, com prefixos 11108, 109 e 11110, e o carro 0211133, que pertenceu a também extinta São José de Ribamar, possuindo lá o prefixo 10154.


Fonte: MOB Ceará

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Linha 660-Conj. Palmeiras/Centro recebe mais dois veículos na frota

Desde ontem, a linha 660-Conjunto Palmeiras/Centro que é operada pela Auto Viação Dragão do Mar, recebeu o incremento de mais dois veículos na frota.

A inclusão dos dois ônibus na frota, aconteceu principalmente devido a grande demanda que a linha adquiriu, após a extinção da linha complementar 759-Conj. Palmeiras/Centro, que auxiliava no translado dos passageiros dos conjuntos Palmeiras e São Cristóvão ao centro da cidade, logo com a extinção, a linha que havia recebido pouco antes 3 ônibus na frota, passou a receber mais 5, totalizando 19 veículos.

Outros motivos fizeram com que a linha 660-Conjunto Palmeiras/Centro recebesse o reforço de mais dois veículos, foi o aumento de passageiros que apanham a linha nas demais vias, pois com a grande frequência dos ônibus da linha, alguns passageiros que esperavam na avenida Paulino Rocha pela linha 613-Barroso/Jardim Violeta bem como na rodovia Br-116 pelas diversas outras linhas da Viação Fortaleza, tiveram mais uma opção de deslocamento, e sem esperar muito. Os ônibus passam durante o horário de pico entre 4 à 5 minutos.

Agora com 21 veículos na frota, a linha 660-Conjunto Palmeiras/Centro é considerada como a linha convencional (Bairro/Centro) com o maior número de veículos.

Fonte: MOB Ceará/ETUFOR

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

9185 da Viação Modelo (SE) está em nova empresa no Ceará

Foi fotografado na cidade de Beberibe, interior do Ceará, um Marcopolo Torino com chassi Mercedes-Benz OF-1721 que veio diretamente do estado do Sergipe.


O veículo pertencia a Viação Modelo, que pertence ao grupo Fretcar, e possuía o prefixo 9185 e como naquela empresa, o segundo algarismo do prefixo representa o ano de fabricação, o carro possui o ano de fabricação 2001.


O Torino 2001 em destaque, já chegou a pertencer a empresa Halley, que também faz parte do mesmo grupo empresarial. Lá ele possuía o prefixo 2185.

Agora o ônibus está fazendo parte da frota de uma empresa de turismo, chamada Fret Tur, e ostenta o prefixo 14742007. O ônibus ganhou um banho de pintura como mostra a imagem a seguir:


Fonte: MOB Ceará

domingo, 22 de fevereiro de 2015

Cearense Transportes: 11 anos transportando vidas com responsabilidade

Hoje se completam 11 anos em que a Cearense Transportes iniciou suas operações no sistema urbano de Fortaleza, e o MOB Ceará vai fazer um pequeno relato sobre a história dessa jovem empresa, que pertence ao senhor Marcus Augusto Martins Uchôa e Maria Lucimar Martins Uchôa.

A Cearense surgiu a partir da compra da linha 405-Parque Dois Irmãos/Expedicionários que pertencia a empresa Salete, e que foi vendida para o proprietário da São Francisco Transporte e Turismo, a aquisição foi feita no ano de 2003.


A Salete mesmo sendo comprada, continuou por poucos meses operando no sistema enquanto não estava criada a razão social da nova empresa, a Cearense Transporte Urbano LTDA.

Em 22 de Fevereiro de 2004, todos os ônibus da empresa foram caracterizados com o logotipo e o código da empresa, e foi então que a Cearense apareceu aos olhos dos usuários do transporte coletivo.

Em 2004, a empresa ganhou permissão para operar com um ônibus na linha 044-Parangaba/Papicu via Montese, devido a crise em que a estatal CTC estava passando naquele momento. A CTC estava prestes a entregar suas linhas para as empresas privadas de Fortaleza via licitação. Naquele momento, a Cearense tinha 17 tabelas de horários e era considerada como a menor empresa do sistema.


Em 2004, a empresa adquiriu alguns veículos semi novos da Maraponga, sendo 1 Ciferal Padron Cidade I ano 1998, que possuía o prefixo 43865 e 5 Busscar Urbanuss que ganharam a padronização azul bebê e prefixos 43917, 43927, 43937, 43947 e 43957.

Foto realizada na primeira garagem, situada próximo ao estádio Castelão
Em novembro do mesmo ano, a empresa adquiriu 26 vagas e alguns veículos da empresa São Francisco Transporte e Turismo, passando a operar nas linhas: 300, 337, 342, 355, 360, 387 e 390.

Ao passar dos anos a empresa foi aumentando o seu tamanho, através de várias aquisições, como as linhas da extinta Viação São Vicente e mais vagas da São Francisco.

A empresa durante os seus 11 anos, já teve a oportunidade de operar efetivamente em diversas linhas do sistema, tais como: 028-Antônio Bezerra/Papicu, 030-Siqueira/Papicu via 13 de Maio, 051-Grande Circular 1, 318-Av. Lineu Machado, 350-Av. José Bastos, 356-Genibaú/Lagoa entre outras.
Em 2012, a Cearense fez a maior renovação de frota de todos os tempos, adquirindo 15 ônibus novos e 16 semi novos para que a idade média estivesse dentro dos padrões permitidos pela homologação da licitação, da qual a empresa foi uma das vencedoras.

Segundo informações, a empresa estaria aguardando a chegada de alguns semi novos com Ar-condicionado que virão do Rio de Janeiro para iniciar as compras de 2015, e o MOB Ceará parabeniza a Cearense Transportes pelos seus 11 anos de estrada. Os busólogos cearenses esperam que venham mais e mais novidades para a empresa, que é considerada como dona de uma das frotas com mais variedades de modelos.

Fonte: MOB Ceará

sábado, 21 de fevereiro de 2015

Gêmeos: Ciferal Urbano x Thamco Falcão

O MOB Ceará inaugura uma série de reportagens denominada "Gêmeos", que mostra algumas carrocerias de ônibus de diferentes marcas, mas que compartilham de um mesmo DNA, e que possuem apenas detalhes diferenciadores.

Confira na primeira edição, o Ciferal Urbano e seus irmãos gêmeos.


Com produção datada em 1970, o Ciferal Urbano marcou por sua carroceria feita em Duraluminio - material leve e resistente, e que foi herança da Metropolitana. O Ciferal Urbano contrastava com seus concorrentes, por causa de suas modernas linhas, predominantemente retas e com estrutura aparente, onde os perfis de alumínio nu produziam seu próprio acabamento.


O modelo era produzido na fábrica-matriz no Rio de Janeiro e nas filiais, em São Paulo e em Recife.


Em 1978, o modelo urbano da Ciferal ganhou sua primeira remodelação, ganhando o nome Tocantins, que herdou de seu irmão mais velho as linhas retas e a carroceria em alumínio. O modelo foi fabricado até 1983.


No final da década de 1970, a Ciferal passou por uma grande crise, que culminou em um processo de concordata, gerando uma cisão entre as três fábricas da marca, gerando as marcas Ciferal Paulista e Reciferal, que fabricavam ônibus com o mesmo projeto da matriz, com pequenas mudanças de acabamento.


A Ciferal Paulista lançou seu modelo urbano em 1979, com design bem semelhante ao modelo carioca. Ele permaneceu em produção até 1981, quando a fábrica mudou seu nome para Condor.


Em 1983, a Ciferal carioca lança o modelo Fênix, que não passava de um Tocantins com pequenas mudanças estéticas. O Fênix foi fabricado por três anos, sendo substituído pelo Alvorada.


Enquanto isso, mesmo com uma boa produção e boas vendas, a Condor entrou em processo de concordata em 1983, e sua massa falida foi adquirida por um grupo de investidores, cujo sócio majoritário chamava-se Antônio Thamer.

Com o que sobrou da Condor, ele fundou a Thamer Comercio de Ônibus - Thamco, e iniciou a produção do modelo Falcão, usando os mesmos gabaritos do Ciferal Urbano da década de 1970 e de seus derivados.


O Thamco Falcão permaneceu em produção até o ano de 1988, sendo substituído pelo modelo Águia.

Ciferal Intermunicipal

As versões "intercity" dos ônibus urbanos da Ciferal são bastante raras, e surgiram quase que em conjunto com as versões urbanas. Equipadas com bagageiro e acabamento próximo aos ônibus rodoviários, os modelos intermunicipais não obtiveram o sucesso desejado e atualmente são bem difíceis de se encontrar.

O Ciferal Intermunicipal entrou em produção pouco tempo depois do Urbano e foi substituído na década de 1980 pelo Solimões.


O Solimões é a versão intermunicipal do Tocantins, preparada para viagens de curta e média distâncias. Com porta semelhante aos modelos rodoviários, a versão permaneceu em produção entre os anos 1981 e 1989.


Resumo cronológico da produção dos modelos:

Ciferal Carioca
 - Urbano (1970 - 1976)
 - Tocantins (1976 - 1983)

 - Fênix (1983 - 1986)

Ciferal Paulista/Condor

 - Ciferal Paulista Urbano (1979 - 1981)
 - Condor Urbano (1981-83)

Thamco

 - Falcão (1983 - 1988)

Aguarde a segunda matéria da série "Gêmeos", está imperdível!

Fonte: MOB Ceará