MOB conhece novos automáticos da Viação Princesa Conheça os dois hobbys que andam juntos: Busologia e Spotting Prefeito afirma vir articulados para corredor da Aguanambi Uma história exclusiva do Ciferal Jardineira Diversas fotos de ônibus antigos no MOB Relíquias. Clique nessa foto São Benedito oferece visita ao MOB Ceará

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Técnica: A finalidade dos cilindros no motor

Você já ouviu falar em cilindros? Sabe qual a finalidade dele no motor? O MOB Ceará preparou uma pequena matéria explicando aos leitores e busólogos todas essas dúvidas.


Cilindro é o local do motor onde ocorre os ciclos (ou tempos) responsáveis pelo início e continuidade do movimento do propulsor. No cilindro, o pistão realiza movimentos alternativos de sobe-e-desce, e este movimento é transformado em circular, através das bielas e virabrequim, transferindo a energia para diversos componentes, finalizando nas rodas.

No cilindro, o combustível é admitido através das válvulas de admissão, que se abrem no momento exato, quando o pistão está próximo ao ponto mais baixo (PMI) . Em seguida, as válvulas se fecham e o pistão sobe até seu ponto máximo (PMS), comprimindo do combustível e o levando a temperaturas bastante elevadas.
A compressão resulta na explosão, que empurra o pistão para baixo, sendo a etapa principal quando se trata em movimentação. Por ultimo, ao mesmo tempo em que o pistão sobe mais uma vez, as válvulas de exaustão se abrem, permitindo a saída dos gases resultantes da queima.

Estes detalhes se referem aos motores de 4 tempos (admissão, compressão, explosão, exaustão), sendo que nos motores 2 tempos existem os mesmos ciclos, mas que ocorrem de dois a dois ao mesmo tempo (admissão/explosão e compressão/escape).

Lembrando também que o volume total de mistura ar/combustível (calculado em cm3 ou litros) que é suportado por um cilindro é chamado cilindrada unitária e a soma das cilindradas unitárias resulta na cilindrada total. Quanto mais cilindros, maior é a potência do motor, e mais consumo de combustível, embora atualmente a obtenção de mais potência e torque está mais ligado à eficiência do conjunto do que quantidade de cilindros ou volume da cilindrada.

Esse vídeo explica melhor a diferença de um motor de 2 e 4 tempos. Clique abaixo caso queira se aprofundar mais no tema.



Fonte: MOB Ceará

Um comentário:

joao matos Victor disse...

Bela matéria. Façam mais sempre que tiverem chance :)

Tradutor