MOB conhece novos Caio Apache Vip da Santa Cecília Ranking das frotas mais novas do metropolitano Motta encomenda G7 1800 DD para 2018 Prefeito afirma vir articulados para corredor da Aguanambi Uma história exclusiva do Ciferal Jardineira São Benedito oferece visita ao MOB Ceará

terça-feira, 15 de setembro de 2015

Grupo Guanabara: Conheça a Belém Rio Transportes (PA)

Nesta edição especial, o MOB Ceará vai mostrar algumas informações de empresas que possuem algum tipo de ligação com as organizações cearenses. A título de curiosidade, esta matéria vai falar um pouco sobre a Belém Rio Transportes, que opera no transporte urbano no estado do Pará.



Pertencente ao grupo Guanabara, a Belém Rio Transportes é uma das principais empresas urbanas de Belém, e atualmente, chegou a um total de cerca de 350 veículos em operação, mantendo uma das melhores idade média de frota.

A expansão foi notória a partir de 2008, quando a mesma adquiriu a extinta empresa Belém Lisboa, e após isso, a empresa do grupo Guanabara foi crescendo mais e mais, chegando hoje na liderança entre as maiores empresas do transporte urbano daquela capital.

A empresa de Jacob Barata, é conhecida por encomendar de fábrica, apenas veículos da carroceria Caio Induscar, todos encarroçados sob os chassis Mercedes-Benz. As renovações são feitas anualmente, e a empresa utiliza 100% motorizações dianteiras, com a maior parte da frota equipada com chassis da classe semi pesado.

Em 2014, a SEMOB-Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana  do Pará, encerrou as atividades de algumas empresas da capital, no setor coletivo, tais como: Via Norte, Viação Princesa do Salgado e Eurobus, e com isso, suas linhas foram divididas entre as concessionárias que continuaram no sistema das empresas como: A Belém Rio alugou parte dessa frota, que era composta por veículos das marcas Volkswagen e Volvo.


Porém, como o grupo Guanabara trabalha somente com a marca Mercedes-Benz, os veículos semi novos foram desativados em um curto período de tempo, fato que se deu quando a empresa trouxe mais veículos 0Km, além de alguns semi novos, que foram remajenados das empresas cariocas do grupo, tais como: Jabour, Transurb, Matias e Nossa Senhora da Penha. Com esse acontecido, a Belém Rio incorporou em sua frota os primeiros Marcopolo Torino, modelo 2011.

No início de 2014, a empresa implantou um projeto piloto, ela adquiriu 10 Marcopolo Audace encarroçados sob o chassi Mercedes-Benz OF-1721, equipados com Ar-condicionado. Os veículos foram incrementados à frota para realizar o serviço seletivo na cidade de Belém. A Linha 899-Icoaraci x Centro recebeu os novos ônibus, e funcionava do mesmo modo que em Fortaleza operam os Top Bus, da Viação Urbana. Porém, devido o sistema urbano daquela capital não permitir que os veículos aceitassem gratuidade,  o serviço foi extinto, e os novíssimos ônibus foram desativados. A Horizonte, empresa de fretamento cearense, adquiriu pelo menos um veículo da Belém Rio, o carro possui o prefixo 073.

A empresa opera em linhas como: 796-Cabanagem-Presidente, Vargas, Cj. Maguari-Ver-o-Peso, Sideral-Pátio Belém, 137-Outeiro/São Brás, entre outras, e é sinônimo de qualidade, na cidade em que opera, com veículos novos e bem conservados.

Fonte: MOB Ceará
Colaboração: Fabrício Brandão/ Claudio Júnior/Jefferson Santos/(PA)

4 comentários:

Nos-767 disse...

onde tem:

"A empresa opera em linhas como: 796-Cabanagem-Presidente, Vargas, BD-75801-Cj. Maguari-Ver-o-Peso, BD-75505 Sideral-Pátio Belém, 137-Outeiro/São Brás, entre outras, e é sinônimo de qualidade, na cidade em que opera, com veículos novos e bem conservados."

esses códigos BD-75801 BD-75505 não são as linhas.. são prefixos de carros.
BD - Código da Belém Rio no sistema de Belém.
758 ou 755 é o código da linha

portanto, 758 é a linha Maguari - Ver-o-Peso e 755 a linha Sideral - Pátio Belém

os 2 últimos dígitos são a tabela do carro na linha, ou seja:
BD-75801 é o carro da Belém Rio (BD-), na linha 758 (Maguari > Ver-o-Peso), tabela 01.

Os carros em Belém são fixos nas tabelas... salvo honrosas excessões

MOB CEARÁ disse...

Agradecemos suas informações e corrigimos o conteúdo

storetiatete disse...

1

Vitoria Rodrigues disse...

tradicionais companhias acabaram por falta de boa fé no trabalho.sumiram,tem um aqui no Pará em particular em Belém que vai mostrar que aqui tem empresário de garra e brio.

Tradutor