Ceará Diesel apresenta novidades em evento noturno MS Turismo realiza visita e passeio com o MOB Ceará MOB Ceará conhece Via Metro e Guanabara de Juazeiro do Norte Busólogos procuram relíquias em Redenção-CE Visita na Viação Pernambucana MOB Ceará participa de evento em Londrina-PR Busca de antiguidades em Juazeiro do Norte

terça-feira, 15 de setembro de 2015

Grupo Guanabara: Conheça a Belém Rio Transportes (PA)

Nesta edição especial, o MOB Ceará vai mostrar algumas informações de empresas que possuem algum tipo de ligação com as organizações cearenses. A título de curiosidade, esta matéria vai falar um pouco sobre a Belém Rio Transportes, que opera no transporte urbano no estado do Pará.



Pertencente ao grupo Guanabara, a Belém Rio Transportes é uma das principais empresas urbanas de Belém, e atualmente, chegou a um total de cerca de 350 veículos em operação, mantendo uma das melhores idade média de frota.

A expansão foi notória a partir de 2008, quando a mesma adquiriu a extinta empresa Belém Lisboa, e após isso, a empresa do grupo Guanabara foi crescendo mais e mais, chegando hoje na liderança entre as maiores empresas do transporte urbano daquela capital.

A empresa de Jacob Barata, é conhecida por encomendar de fábrica, apenas veículos da carroceria Caio Induscar, todos encarroçados sob os chassis Mercedes-Benz. As renovações são feitas anualmente, e a empresa utiliza 100% motorizações dianteiras, com a maior parte da frota equipada com chassis da classe semi pesado.

Em 2014, a SEMOB-Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana  do Pará, encerrou as atividades de algumas empresas da capital, no setor coletivo, tais como: Via Norte, Viação Princesa do Salgado e Eurobus, e com isso, suas linhas foram divididas entre as concessionárias que continuaram no sistema das empresas como: A Belém Rio alugou parte dessa frota, que era composta por veículos das marcas Volkswagen e Volvo.


Porém, como o grupo Guanabara trabalha somente com a marca Mercedes-Benz, os veículos semi novos foram desativados em um curto período de tempo, fato que se deu quando a empresa trouxe mais veículos 0Km, além de alguns semi novos, que foram remajenados das empresas cariocas do grupo, tais como: Jabour, Transurb, Matias e Nossa Senhora da Penha. Com esse acontecido, a Belém Rio incorporou em sua frota os primeiros Marcopolo Torino, modelo 2011.

No início de 2014, a empresa implantou um projeto piloto, ela adquiriu 10 Marcopolo Audace encarroçados sob o chassi Mercedes-Benz OF-1721, equipados com Ar-condicionado. Os veículos foram incrementados à frota para realizar o serviço seletivo na cidade de Belém. A Linha 899-Icoaraci x Centro recebeu os novos ônibus, e funcionava do mesmo modo que em Fortaleza operam os Top Bus, da Viação Urbana. Porém, devido o sistema urbano daquela capital não permitir que os veículos aceitassem gratuidade,  o serviço foi extinto, e os novíssimos ônibus foram desativados. A Horizonte, empresa de fretamento cearense, adquiriu pelo menos um veículo da Belém Rio, o carro possui o prefixo 073.

A empresa opera em linhas como: 796-Cabanagem-Presidente, Vargas, Cj. Maguari-Ver-o-Peso, Sideral-Pátio Belém, 137-Outeiro/São Brás, entre outras, e é sinônimo de qualidade, na cidade em que opera, com veículos novos e bem conservados.

Fonte: MOB Ceará
Colaboração: Fabrício Brandão/ Claudio Júnior/Jefferson Santos/(PA)

4 comentários:

  1. onde tem:

    "A empresa opera em linhas como: 796-Cabanagem-Presidente, Vargas, BD-75801-Cj. Maguari-Ver-o-Peso, BD-75505 Sideral-Pátio Belém, 137-Outeiro/São Brás, entre outras, e é sinônimo de qualidade, na cidade em que opera, com veículos novos e bem conservados."

    esses códigos BD-75801 BD-75505 não são as linhas.. são prefixos de carros.
    BD - Código da Belém Rio no sistema de Belém.
    758 ou 755 é o código da linha

    portanto, 758 é a linha Maguari - Ver-o-Peso e 755 a linha Sideral - Pátio Belém

    os 2 últimos dígitos são a tabela do carro na linha, ou seja:
    BD-75801 é o carro da Belém Rio (BD-), na linha 758 (Maguari > Ver-o-Peso), tabela 01.

    Os carros em Belém são fixos nas tabelas... salvo honrosas excessões

    ResponderExcluir
  2. Agradecemos suas informações e corrigimos o conteúdo

    ResponderExcluir
  3. tradicionais companhias acabaram por falta de boa fé no trabalho.sumiram,tem um aqui no Pará em particular em Belém que vai mostrar que aqui tem empresário de garra e brio.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário sobre nossas matérias, ou mande sugestões através do contato [email protected]
Ressaltamos que não nos responsabilizamos pelo conteúdo dos mesmos.

Tradutor