MOB conhece novos automáticos da Viação Princesa Saiba quantos ônibus a gigante Gontijo possui MS Turismo renova frota com Caio Solar 2013 Viação Penha se mantém com a 4ª frota mais nova João Pessoa-PB renovando a frota com Torino São Benedito oferece visita ao MOB Ceará

terça-feira, 8 de julho de 2014

Cootraps assumirá linhas de ônibus nos terminais Lagoa, Antônio Bezerra e Conj. Ceará

A partir do dia 14 de Julho, a Cootraps, cooperativa responsável pelo transporte complementar em Fortaleza, iniciará as operações a princípio em 7 linhas de ônibus da capital cearense.


As linhas 324-Conj. Ceará 1ª etapa, 367/368-Conj. Ceará/Bom Jardim SP1 e 2, 318/348-Av. Lineu Machado SP 1 e 2, 394/396-Parque Universitários/Lagoa 1 e 2 e 243-Parque Universitários/Antônio Bezerra, serão operadas por micro-ônibus da Cootraps, que, via licitação em 2012, ganhou a permissão de operar nas linhas de transporte complementar de Fortaleza, e desde este ano de 2014, a mesma se filiou ao Sindiônibus - sindicato das empresas de ônibus do estado. Com isso, a cooperativa, em parceria com as empresas de ônibus, faz parte de um sistema de balanceamento em todas as linhas de ônibus de Fortaleza, que tem a finalidade de reduzir os custos do transporte, bem como equilibrar as demandas das linhas usando os recursos já disponíveis no momento.

Algumas permutas serão realizadas afim de que melhore as condições de transporte no sistema urbano de Fortaleza, realizando alterações em algumas linhas de ''vans'' que hoje em dia já não suportam mais o veículo pequeno, substituindo estes por ônibus maiores.

Com as alterações, o tempo de frequência de algumas linhas reduziu, alguns horários já estão disponibilizados no site da ETUFOR, e alguns cartazes já estão expostos nas colunas do Terminal da Lagoa.
As linhas que sofrerão alterações ganharão mais veículos segundo a ETUFOR, acompanhe como deverão ficar cada linha:


Segundo uma informação extra-oficial revelada ao MOB Ceará, a linha 711-Barra do Ceará/Cais do Porto será operada por  14 ônibus, distribuídos entre algumas empresas como Fretcar, Santa Maria, Siará Grande e São José.

Fonte: MOB Ceará /ETUFOR

11 comentários:

Francisco Roberto disse...

Ao meu ver esta linha 711 - Barra do Ceará/Cais do Porto. Pertencem ao Consórcio Antônio Bezerra ou ao Consórcio Transleste! Logo quem deveriam operar neta linha, eram as empresas que as compõem. Como a Santa Maria, citada. Como a Vega, Santa Cecilia e Aliança ou Auto Viação Fortaleza e Via Urbana. E não Siará Grande, Fretcar e São José, que pertencem a outro consórcio! Mas como esse negócio de consórcio esta esculhambado mesmo em nossa cidade. Tudo é possível.

kayobus disse...

Queria entender pra quê serve esses consórcios em fortaleza se n sao cumpridos...

Anônimo disse...

A questao das empresas que vao fazer a linha 711 nao tem nada a ver com consorcio, na verdade vai ser uma troca, como a Cootraps vai fazer essas linhas no terminal, as empresas que antes faziam as linhas vao trocar com a linha 711.

Francisco Roberto disse...

Então, Anônimo. Que esta troca seja feita com empresas que pertençam a estes dois consócios, por questão de ordem e organização!

Joaquim Emanuel disse...

Pelo que eu entendi de todos os comentários e a noticia divulgada pelo mob é que a troca será de linhas não lucrativas por uma lucrativa da cooperativa. E porque as vans num troca seus micro-ônibus por ônibus solucionava o problema. A cooperativa tem uma linha mais lucrativa conquistada com suor de muito tempo atras. E porque as empresas faz a troca de seus ônibus por micro Só quem vai perder com isso vai ser os cooperados mais dizem que os empresários de ônibus já compraram a maiorias das linhas de vans. Outra questão seria colocarem cobradores nos micros das empresas pois existe um risco maior de acidente feito por motorista fazendo duas funções.Já as vans usam cobradores fazendo com que o espaço delas fique menores.Lei que é para chico também seria para francisco mais moramos no brasil.

Anônimo disse...

A questão de lucros não está em jogo, nenhuma empresa ou cooperativa vai perder, e sim todas vão ganhar. O que acontece é que a mobilidade urbana de Fortaleza tem que melhorar e muito, mas enquanto isso não acontece, os administradores do transporte público procuram soluções para minimizar os transtornos, fazendo com que os micros da cootraps, rodem por ruas mais calmas e assim retiraria mais veículos das principais vias da cidade, e em contra partida, as linhas do complementar seriam operada por ônibus maiores que não necessitam estar colados para atender a demanda da linha. Assim o usuário espera menos na rua de sua casa pelo transporte e o tráfego das grandes vias diminuam a quantidade de veículos, aproveitando melhor o espaço entre um carro e o outro.

Anônimo disse...

Troca é um acordo, as empresas de ônibus não estão obrigando a nenhuma cooperativa a entregar sua galinha de ovos de ouro para fazer injustiça, todos vão ganhar inclusive nós usuários, as linhas em que a cooperativa está recebendo fará com que ela tenha um menor custo com combustível pois os veículos saem da garagem para começar a jornada e vão bem longe, além de ficar melhor para possiveis trocas de veículos quebrados, a perda da viagem vai ser reduzida e nós ganharemos e muito

Jorge Luiz Forte Anastácio disse...

Prezados Senhores do MOB.

Gostaria de saber, por que não criam uma linha que ligue o Cais do Porto ao Terminal da Messejana.
Neste caso já teria até o itinerário.

Jorge Luiz

Anônimo disse...

queria que voces fizessem uma campanha pra cadeira do cobrador voltasse a ser na frente,proximo ao motorista,não precisava nem mudar o embarque e desembarque dos passageiros,algumas cidades estao readapitando essa forma de trabalhar,daria mais segurança ao trabalhador e ao usuario.

Anônimo disse...

queria que voces fizessem uma campanha pra cadeira do cobrador voltasse a ser na frente,proximo ao motorista,não precisava nem mudar o embarque e desembarque dos passageiros,algumas cidades estao readapitando essa forma de trabalhar,daria mais segurança ao trabalhador e ao usuario.

Anônimo disse...

os consorcio da luiziane foram feitos para beneficiar a ela mesma e o roberto claudio não pode modificar a licitação do mesmo. só ao expirar que no caso a validade e de 25 anos

Tradutor