REDES:

_

MOB Ceará conhece as instalações da Ferraria JG - Marcopolo Viação Penha mostra sua casa e aquisições ao MOB Ceará Sindiônibus convida MOB Ceará para uma conversa aberta sobre mobilidade urbana Busólogos conhecem DD de 15 metros da Neqta Conhecimento fez diferença na visita da São José

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Neobus lança ônibus rodoviário New Road N10

Modelo marca estreia no segmento rodoviário

Neobus New Road N10 pode ser montado
sobre chassis Iveco, Mercedes-Benz,
Scania, Volkswagen e Volvo.

Neobus New Road N10 pode ser montado sobre chassis Iveco, Mercedes-Benz, Scania, Volkswagen e VolvoApós quase três anos de desenvolvimento, a Neobus apresentou na noite de quinta-feira, 29, em São Paulo, o ônibus rodoviário New Road N10, que marca a estreia da empresa no segmento. Disponível em duas versões, New Road 360 e New Road 380, o modelo, indicado para viagens médias e longas, será produzido na fábrica de Caxias do Sul (RS).



Segundo o presidente da Neobus, Edson Tomiello, a planta de Caxias absorverá 700 novos trabalhadores a partir de janeiro de 2013 e serão distribuídos nas linhas do novo rodoviário e do urbano Mega BRT. A planta deixará de montar os modelos urbanos, tarefa que caberá a partir de janeiro à nova fábrica em Três Rios (RJ), para a qual a Neobus investiu R$ 100 milhões (leia aqui).



O objetivo da Neobus é concorrer diretamente com a líder de mercado Marcopolo, que detém quase 70% das vendas de ônibus rodoviários no Brasil. A concorrente também é acionista da Neobus, com 40% das ações.



REQUINTE SOBRE RODAS

A nova carroceria foi desenvolvida para adaptar-se nos chassis das principais fabricantes, que podem ser de dois ou três eixos. A apresentação contou com cinco modelos montados sobre chassis Volkswagen, Mercedes-Benz, Scania, Volvo e o inédito Iveco, de motor traseiro, o mesmo utilizado no ônibus Eurorider, vendido na Europa e que a montadora planeja trazer para o Brasil.



Em seu novo projeto, a Neobus priorizou por modernidade no design e facilidade de manutenção. O desenho externo remete a modelos internacionais, com colunas frontais inclinadas, lembrando os ônibus europeus. Equipado com conjunto óptico em LED, a carroceria traz faixa lateral e áreas envidraçadas generosas, com opção de para-brisa inteiriço. Por dentro, as luzes são personalizadas, inclusive nas versões mais simples. Nas versões topo de linha, o passageiro conta com monitores de TV individuais e fones de ouvido com diversos canais, além de assoalho que imita madeira, dando ar de sofisticação.



Já para o quesito manutenção, o aro de rodas basculante permite acesso total à suspensão e pneu, e o bagageiro vem com tampas laterais e traseiras. A novidade fica por conta do porta-estepe na dianteira com sistema tipo gaveta com acesso pelo para-choque dianteiro, que é retrátil e com roldanas de deslizamento. A própria estrutura de sustentação do estepe funciona como proteção da parte inferior dianteira da carroceria.



Internamente, o New Road N10 vem equipado com um computador de bordo de série, com painel com 56 teclas para a operação e tela de LCD de 7 polegadas touch screen. A central faz todo o controle do sistema de áudio, vídeo e entretenimento para motorista e salão de passageiros. O equipamento conta com DVD, rádio, CD, MP3, TV digital, GPS, Bluetooth com viva voz, entradas auxiliares para câmeras e vem preparado com o sistema de gerenciamento de frota.



O veículo tem largura de 2,6 metros e cinco opções de comprimento, dependendo do chassi: 12 metros, 12,5 metros, 13,1 metros, 14 metros e 15 metros. A altura é de 3,6 metros para a versão New Road 360 e de 3,8 metros para o New Road 380, sendo que a altura interna é de 1,95 metro para ambos.


Fonte: Automotivo Business

Desativados: 20653, 20302 e 20324 da Santa Maria

Foram desativados semana passada os carros 20653, 20302 e 20324 da Santa Maria. O micro 20653 segundo informações, já tem dono certo. Os ônibus 20302 e 20324 já haviam sido desativados no início do ano mas devido a empresa ter ganho algumas linhas na licitação, os veículos tiveram que ser reativados no meio do ano. Acompanhe as imagens:

20653-Marcopolo Senior- Mercedes Benz LO-812 (Ano 2005)
20302-Caio Apache S21- Mercedes Benz OF-1721 (Ano 2002)

20324-Caio Apache S21- Mercedes Benz OF-1721 (Ano 2002)

Fonte: MOB Ceará

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Marcopolo conta a sua história em livro


Paulo Bellini, fundador e presidente da Marcopolo, lança livro que conta a história da empresa pelo olhar de seus funcionários
Considerada a maior fabricante de carrocerias de ônibus do mundo, com 17 fábricas em 9 países nos cinco continentes, sendo cinco no Brasil, a Marcopolo conta parte de como chegou onde chegou por meio do livro ‘Marcopolo, sua viagem começa aqui’, que reúne entrevistas e histórias de 93 personagens entre colaboradores, distribuidores, fornecedores e clientes que relatam, a partir de sua experiência, a trajetória da empresa de 65 anos que nasceu em Caxias do Sul (RS).

O projeto do livro surgiu há dois anos, conta seu autor, fundador e presidente emérito da Marcopolo, Paulo Bellini.

“Observando toda a história que tivemos, ficamos convencidos de que seguimos o caminho certo. E quem fez isso? Quem fez acontecer? Todos os colaboradores de chão de fábrica, supervisores, gerentes e executivos que passaram e os que ainda estão por aqui. E nada melhor do que fazer uma homenagem permanente, a melhor que pudemos fazer: reconhecer o trabalho contando sua história, a história da Marcopolo”, disse Bellini durante a apresentação de seu livro para jornalistas, na quarta-feira, 28, em Caxias do Sul.


O próprio Bellini lembra algumas histórias, como quando fundou a empresa, em agosto de 1949, “sem experiência e sem dinheiro”, relata. “Já nascemos em crise, não tínhamos dinheiro e fabricávamos. Isso foi até bom, para nos habituar e enfrentar as próximas que viriam”, comentou. 

A motivação pelo próprio projeto o levou a abrir a empresa com apenas 22 anos e com a ajuda de dois sócios, os irmãos Nicola, que anos depois, abriram o próprio negócio, o que deu à empresa Carrocerias do Nicola um novo nome, o de Marcopolo, em 1968. Com a saída dos antigos sócios, Bellini convidou Valter Gomes Pinto e José Fernandes Martins para ajudar na administração. Hoje, Pinto é diretor e Martins membro do conselho de administração, além de acumular a presidência da Fabus, associação das encarroçadoras no Brasil.
Bellini recorda que logo que nasceu, a Marcopolo, com 17 funcionários, demorava 90 dias para montar um ônibus. As carcaças eram de madeira e adaptadas conforme o pedido do cliente, a ponto de transformar um modelo rodoviário em um urbano. Havia precariedade e muito improviso, diz, lembrando o caso de montagem de pequenas fogueiras para descongelar tanques de diesel durante as temporadas de frio no Sul. “Não tínhamos conhecimento nenhum em como montar ônibus, esse negócio não existia no País. Começamos com um marceneiro, um soldador e uma pessoa que sabia estofar bancos. A melhoria veio depois, com a estrutura metálica. Tivemos avanço significativo em 1975, com a chegada dos primeiros italianos, que tinham uma boa base de serralheria.” 

O negócio deslanchou mesmo em 1957, com a vinda da Mercedes-Benz para o Brasil, conta Bellini. Depois vieram Scania, Volvo e, bem mais tarde, a Volkswagen começou a fabricar chassis, o que gerou a necessidade de criação de novos modelos e diferenciação de portfólio. 
O executivo diz que o divisor de águas para a Marcopolo foi quando decidiram inovar e conhecer novas formas de produção, quando havia necessidade do mercado. Em meados de 1980, a empresa decidiu verificar e conhecer as técnicas japonesas, como just in time, kanban, kaizen e sumam, que eram pouco utilizadas no Brasil, mas muito comentadas como fórmula de sucesso na época. Em duas semanas, Bellini e o então diretor industrial, Cláudio Gomes, visitaram onze empresas no Japão. O executivo então decidiu implantar uma nova cultura na empresa, que atingisse desde os funcionários do chão de fábrica até os de altos cargos. O processo demorou 8 anos - de 1986 a 1994 - mas, segundo ele, garantiu um novo ambiente de trabalho, resultando em produtividade e qualidade.

“O segredo para o sucesso está na motivação: se você tem pessoas motivadas no trabalho, 90% dos problemas serão solucionados”, revela. 

Hoje, a Marcopolo é líder de mercado no segmento rodoviário, com 70% de participação, enquanto soma cerca de 30% de share no mercado de urbanos. Para escrever suas histórias, Bellini contou com a colaboração do diretor Valter Gomes Pinto, da jornalista Suzana Naiditch, responsável pelas entrevistas, e da psicóloga Marilda Vendrame. A obra conta ainda comum depoimento do chairman do grupo indiano Ratan Tata, além do prefácio do ex-ministro da Indústria e Comércio, Marcus Vinícius Pratini de Moraes, e com a introdução por Roberto DaMatta, escritor, colunista e professor de antropologia social da PUC-RJ, que discorre sobre a relação das pessoas com o veículo ônibus. 
 O livro ‘Marcopolo, sua viagem começa aqui’, de Paulo Bellini, tem lançamento marcado para 12 de dezembro, na Livraria Cultura, no Conjunto Nacional, em São Paulo. A primeira tiragem de 3 mil unidades será vendida a partir do próximo mês em livrarias de todo o País.

Fonte: Automotivo Business

Onde está você 42606 da Dragão do Mar ???

No quadro de hoje vamos mostrar onde foi parar um belo Apache VIP com chassi Mercedes-Benz OF-1722, pertencente à Viação Dragão do Mar.


O 42606 da Dragão do Mar rodou por 5 anos em solo Fortalezense até ser desativado em 2011. Foi inaugurado efetivamente na linha 044 - Parangaba Papicú via Montese e a última linha a ele ser efetivo foi a 084 - Siqueira Messejana via Perimentral. Acompanhe uma bela imagem do mesmo:


















Hoje o ex 42606 está em São Luis do Maranhão com o prefixo 27-145, na empresa Ratrans, que por sinal possui uma bela pintura. Acompanhe a foto de Danilo Alexandre:



Fonte: MOB Ceará

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Matando a saudade: 135 da Transpessoa

Hoje iremos matar a saudade do 135 da Transpessoa, um belíssimo monobloco O-364 que operou por muito tempo nas ruas de Fortaleza na década de 80 e 90. 


Sem muito papo vamos apreciar as imagens que pertecem ao acervo fotográfico da empresa Transpessoa:






Fonte: MOB Ceará

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Linha do dia: 122-Antônio Bezerra/Álvaro Weyne

Hoje no quadro Linha do dia vamos atender um pedido de um leitor do blog que nos sugeriu que fizéssemos uma pequena abordagem sobre a linha 122-Antônio Bezerra/Álvaro Weyne.

Criada em 1999, a linha 122 é operada pela Vega, possui pouco mais de 10km de extensão e contempla principalmente o bairro Álvaro Weyne, porém trafega por algumas regiões pertencentes ao bairro Jardim Iracema e Padre Andrade. A linha parte da rua Teodomiro de Castro e trafega por ruas como Luiz Guimarães, rua Carnaubal, rua Rio Araguaia entre outras. Confira o atual itinerário:




A linha 122-Antônio Bezerra/Álvaro Weyne é considerada uma das mais rentáveis do sistema, mês passado foi acrescentado mais um veículo em horários de pico, atualmente em dias úteis os usuários contam com 5 veículos operando em horários e pico, para lhe dar mais informações observem a tabela a seguir:


Fonte: MOB Ceará

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Participe do Acervo MOB Ceará

O grupo MOB Ceará criou um espaço para você que é membro de nossa equipe, é o Acervo MOB Ceará. 
Em formato de blogger, tem a intenção de divulgar ainda mais o nosso hobby, através de um formato simples, mas funcional, você pode compartilhar as fotos de amigos, fazer comentários, elogios, sugestões... 

Basta clicar em um marcador e você terá acesso, por exemplo, ao espaço dedicado a um determinado modelo ou ano ou até mesmo a todas as fotos de um autor.
Lembre-se,
suas fotos são destaque no nosso Acervo! Envie seus arquivos para [email protected] e aguarde a publicação.


Conheça a frota da Via Urbana

Através de pesquisa realizada com a cooperação dos membros da equipe MOB Ceará, vamos apresentar os dados quantitativos da frota operante da Viação Urbana.


Com idade média aproximada de 2,91 anos, a frota operante da Viação Urbana é de 230 veículos, sendo que deste número a frota é dividida entre 14 midis (micrão), 19 micro-ônibus e 197 carros grandes. Acompanhemos algumas imagens demonstrando por ano os modelos de carroceria pertencentes à frota da 30.

2012-30201 ao 30231

2011-30101 ao 30140

2010-30005 ao 30044

2009-30901 ao 30913, seguido do 30925 e do 30929 ao 30936, indo para o 30939

2008-30801 ao 30836

2007- 30700 ao 30707, seguido do 30709 e 30710. A seguir vem os grandes 30719 ao 30740

2006-30602 ao 30607, seguido do 30614 ao 30630.

2005-30504, 30507, e do 30509 ao 30512.

* Os dados dessa matéria podem conter erros de até 1%.

Fonte: MOB Ceará

domingo, 25 de novembro de 2012

Desativados: 26801 e 26807 da Maraponga e 12501 da São José

A empresa Maraponga Transportes acaba de desativar 2 dos seus 5 Caio Apache S22 com chassi VW 17-230 EOD.


Os carros que eram um dos mais potentes veículos da empresa rodaram em nosso sistema por 4 anos, e promete deixar muita saudade  para muitos busólogos. A empresa Maraponga é conhecida por ser uma das empresas que mais possui carros novos de Fortaleza em relação á frota operante. Acompanhe uma imagem de cada um dos desativados até o momento e também mais informação:


26801-Quando chegou em 2008, foi efetivado na extinta linha 042-Av. Paranjana-2

26807-Quando chegou em 2008, foi efetivado na extinta linha 042-Av. Paranjana-2



Também tivemos informações de que o carro 12501 da São José foi desativado, o Minimax com chassí Mercedes-Benz LO-915 foi um dos primeiros ônibus novos adquiridos pelas empresas de Fortaleza em 2005. Estamos no aguardo de mais informações sobre os outros 4 micros:
 
12501-Quando iniciou suas operações em 2005, foi efetivado na linha 363-Vila Manoel Sátiro/Centro.
 

Fonte: MOB Ceará

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Onde está você 23015 da Brasilia ???

Na edição de hoje trazemos um pouco de saudade, pois vamos recordar a saudosa Empresa Viação Brasília - que foi extinta em 2000, empresa esta que teve sua predominância na região do bairro Antônio Bezerra e adjacências.


A recordação à empresa está em um modelo Ciferal Gls Bus ano 1995 com chassi Ford B-1618, que tinha numeração 23015.

Em 2002, um dos membros de nossa equipe havia visto o ex 23015 no município de Beberibe no interior do Ceará, e desde aquele ano já era projeto antigo do nosso grupo encontrá-lo. Segundo informações, o veículo ainda estava com todas as características de quando era da Brasília, inclusive a numeração e logotipo, do jeito que você vai ver nessa imagem:


10 anos se passaram, e achamos o ex 23015 no mesmo Município. O carro foi flagrado fazendo o transporte de pessoas que residem em uma localidade chamada Lagoa do Uruaú, e que estava fazendo o translado para a localidade de Lagoa Nova, ambas em Beberibe. Acompanhe as imagens de como este Gls Bus está hoje:





Fonte: MOB Ceará

Etufor intensifica fiscalização de ônibus a partir de segunda

Em razão da crescente procura pelo comércio neste período em que se aproximam as festividades de final de ano, a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) reforçará a fiscalização dos ônibus no Centro e no entorno dos principais shoppings da cidade. A medida, que será iniciada nesta segunda-feira (26), objetiva garantir maior segurança aos passageiros durante o embarque e desembarque.

Além do monitoramento realizado diariamente através das centrais de Sistema de Posicionamento Global (GPS) em todos os terminais de integração, 15 agentes operacionais do órgão estarão distribuídos nos principais pontos de parada da área central para orientar usuários e operadores, facilitar o embarque de pessoas com deficiência, idosos e gestantes, verificar as condições gerais dos veículos e evitar irregularidades como queima de parada.


A fiscalização será ostensiva nas linhas de transporte regular que operam na Rua 24 de Maio, entre Pedro Pereira e Pedro I, e nas avenidas General Sampaio e Tristão Gonçalves. A equipe atuará nos dias úteis, de 15 às 19 horas, e aos sábados, de 11 às 17 horas, até o dia 22 de dezembro. Para dar apoio à operação, a Etufor disponibilizará uma viatura com três agentes da fiscalização que farão abordagens aos veículos particulares, vans e táxis que de alguma forma estejam obstruindo os pontos de embarque dos coletivos.

A exemplo do trabalho que será realizado na área central, os pontos de parada situados ao redor dos shoppings também terão um acompanhamento intensificado. De 16 às 20 horas, seis agentes estarão no Shopping Benfica,  quatro no Iguatemi e dois no Via Sul.  Já no North Shopping, sete agentes comandarão a operação entre 6 e 20 horas.

Fonte: Etufor

Projeto que garante transporte de bicicleta em bagagem de ônibus interestadual pode ser votado

O projeto que garante o transporte de bicicletas desmontadas como bagagem em ônibus interestaduais e internacionais poderá ser votado na próxima quarta-feira (28), em reunião da Comissão de Infraestrutura (CI) prevista para ocorrer às 14h30. A intenção da proposta é diminuir os problemas enfrentados pelos ciclistas que precisam se deslocar em ônibus interestaduais e muitas vezes são impedidos de despachar suas bicicletas.

No texto, o autor do PLS 113/2011, senador Rodrigo Rollemberg (PSB-DF), explica que, apesar de já ser permitido pelo decreto regulamentador do transporte rodoviário interestadual e internacional de passageiros o transporte de bicicletas desmontadas como bagagem despachada, na prática, cada empresa decide arbitrariamente se leva as bicicletas dos passageiros, e se elas estão sujeitas a cobrança de tarifas adicionais ou não.

Na maioria dos casos, até mesmo o embarque como encomenda é recusado, pois se exige do proprietário a apresentação de nota fiscal, que nem sempre foi guardada pelo proprietário.

A proposta altera a Lei 10.233/2011 e recebe decisão terminativa na CI.

O relator na CI, senador Cyro Miranda (PSDB-GO), favorável ao texto, apresentou emendas para estabelecer que o passageiro do transporte rodoviário interestadual e internacional poderá despachar, no bagageiro do ônibus, 30 quilos de peso total e volume máximo de 350 decímetros cúbicos, “limitada a maior dimensão de qualquer volume a 1,35m”.

Caso a carga exceda o peso, poderá haver cobrança pelo excesso, limitada a 20% do preço da passagem, não sendo exigida a apresentação de nota fiscal como condição para despachar a bicicleta.

Fonte: oreporter.com
Fotos: Vá de Bike

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Etufor disponibiliza duas novas linhas de ônibus

A Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) disponibilizará duas novas linhas de ônibus para facilitar o deslocamento de pessoas dos terminais de Messejana e Conjunto Ceará aos bairros Papicu e Aldeota. A mudança irá acontecer a partir da próxima segunda-feira (26) com a adição das linhas "(096) Cj. Ceará/Barão de Studart" e "(019) Messejana/Papicu/Manibura". A operação acontecerá de segunda a sexta-feira somente das 5h às 9h da manhã. Inicialmente, a frota será de oito veículos, podendo ser redimensionada.
FOTO ILUSTRATIVA

Segundo o órgão, a linha "(096) Cj. Ceará/Barão de Studart" sairá do Terminal do Conjunto Ceará e passará por vias de grande circulação, como as Avenidas Bezerra de Menezes, Domingos Olímpio, Antônio Sales e Barão de Studart. No sentido volta, a partir da Rua Pereira Filgueiras, terá percurso expresso, sem paradas para embarque e desembarque até o Terminal do Conjunto Ceará. Serão disponibilizados três ônibus.

Já a linha "(019) Messejana/Papicu/Manibura", que funcionará nos dias úteis com cinco ônibus disponíveis, será uma opção mais rápida para quem deseja ir ao Terminal do Papicu. A nova ligação reforçará o atendimento já realizado pela linha "(068) Messejana/Papicu/Via Cambeba". A única diferença é que não entrará no Cambeba nem na casa da esperança, e seguirá pelas vias Frei Cirilo, José Leon, Washington Soares, Eng. Santana Júnior e Lauro Nogueira. 
FOTO ILUSTRATIVA

De acordo com a Etufor, a adição das duas novas linhas pretende aumentar o número de viagens dos coletivos e redistribuir a demanda de passageiros, ofertando novas opções de ligações entre as áreas da cidade que têm maior procura. 
Fonte: Diário do Nordeste/ETUFOR

Antônio Bezerra/Francisco Sá/Papicu é a linha com maior fluxo de passageiros

Com 17.479 passageiros por dia, a linha Antônio Bezerra/Francisco Sá/Papicu é a que possui maior demanda em Fortaleza. Além dela, mais duas aparecem com mais de 15 mil passageiros por dia: Antônio Bezerra/Papicu (16.598) e Cj Ceará/Papicu/Montese (15.363), segundo o levantamento realizado pela Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor).

Ao todo, o ranking da dez linhas com maior demanda somam a média de 145.085 passageiros, que circulam em tais rotas, por dia. De acordo com o chefe de divisão de operações da Etufor, Raimundo Rodrigues, nove das dez linhas do ranking já foram “mexidas”: ou foram desmembradas, ou receberam linhas apoio.

Confira as 10 mais:

“A única que não sofreu alteração foi da do Campus do Pici/Unifor. O que aconteceu com ela, há um tempo, foi a diminuição da linha, porque antes entrava dentro do campus da UFC, agora tem uma linha específica e gratuita dentro do próprio campus”, explica. 

Rodrigues ainda relembrou que a linha Grande Circular tinha maior demanda, chegando a transportar cerca de 50 mil pessoas. O número desceu bastante por causa das cinco linhas de apoio que foram criadas para evitar excedente. Para ele, a demanda é grande por causa dos “atrativos da viagem”. “As linhas que pegam shoppings, o Centro, comércios, ligam lugares distantes, vão para terminais têm mais atrativos, por isso tem mais gente procurando”, afirma.

Fatores

Dentre os fatores para avaliar se uma linha tem a necessidade de alterações, Rodrigues explica que o principal é a quantidade de pessoas que a utilizam. Além disso, horário, extensão, atrativos na viagem e o tempo da rota também influenciam nas decisões. Com esse fatores, é realizado um estudo. Dessa forma, a equipe avalia se há necessidade do crescimento da frota (aumentar o número de veículos), ou se há a necessidade realocação. Raimundo Rodrigues diz que há casos em que é necessário realocação e ampliação.

Rodrigues dá o exemplo da linha Siqueira/Expresso que auxilia tanto a Siqueira/Papicu/13 de Maio quanto a Siqueira/Papicu/Aeroporto. De acordo com ele, atualmente a nova linha, que só atua nos horários de pico da manhã e da tarde, possui demanda maior que as outras linhas, já que tem menos paradas e, por isso, é mais rápida.

Fonte: Jangadeiro OnLine

Ônibus em destaque: 0351092 da São Benedito

Hoje no quadro ônibus em destaque vamos apreciar o carro 0351092 da empresa São Benedito, um Mascarello Roma MD equipado com o chassi Volkswagen 17-230 EOD.

O carro possui ano de fabricação 2009, e geralmente faz o transporte dos passageiros que se deslocam até as cidades que ficam próximas á rodovia CE-040, litoral leste.
Acompanhe algumas imagens do escolhido de hoje:



Fonte: MOB Ceará