REDES:

_

Ceará Diesel enfatiza DD's da Marcopolo e Busscar em Happy Hour Neuri Tur convida busólogos para aproximação Sindiônibus convida MOB Ceará para conversa sincera sobre mobilidade urbana MOB Ceará visita as instalações da Ferrari JG - Marcopolo MOB confere novos micros e rodoviários da Princesa Busólogos conhecem DD de 15 metros da Neqta

domingo, 19 de novembro de 2017

Relembre o primeiro Volvo B58 da Irmãos Bezerra

Em 1986. a Transportadora Irmãos Bezerra adquiriu semi novo um Caio de duas portas e chassi Volvo B58.


O ônibus era um protótipo do ''Projeto Padron'', uma normativa para fabricação de carrocerias com determinado nível de qualidade e com características peculiares que podem ser explicadas em uma matéria do MOB Ceará disponibilizada neste link.

O veículo precursor do modelo Amélia foi usado até 1986, quando então a Irmãos Bezerra o adquiriu, reformou e lhe enumerou de 22. O carro juntamente de mais 3 Marcopolo Padron da CTC foram os primeiros Volvo a entrarem no sistema urbano de Fortaleza.

Fonte: MOB Ceará

6 comentários:

  1. Lembro demais desse carro na minha infância. Embora eu só tenha o visto por fora quando ia ao Centro. Nunca andei nele. Era muito imponente. Chamava atenção por onde passava, até mesmo de quem não entendia nada de ônibus.As caixas de ventilação era bem grandes na parte de cima do teto. O 125 da Via Urbana me lembra dele por isso. Pra mim sem dúvida foi o ônibus urbano mais bonito que já andou em Fortaleza.

    ResponderExcluir
  2. Lembro desse carro muito bonito rodava na linha do castelão

    ResponderExcluir
  3. Tive a felicidade de andar nele uma vez. Sua suspensão a ar balançava nas ruas esburacadas que era uma beleza.

    ResponderExcluir
  4. Esse ônibus era show de bola os estudantes do Sumaré só esperavam ele para irem ao colégio horário de meio dia e quinze se eu num me engano, saudades desse ônibus

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário sobre nossas matérias, ou mande sugestões através do contato [email protected]
Ressaltamos que não nos responsabilizamos pelo conteúdo dos mesmos.