MOB conhece novos automáticos da Viação Princesa Conheça os dois hobbys que andam juntos: Busologia e Spotting Prefeito afirma vir articulados para corredor da Aguanambi Uma história exclusiva do Ciferal Jardineira Diversas fotos de ônibus antigos no MOB Relíquias. Clique nessa foto São Benedito oferece visita ao MOB Ceará

terça-feira, 6 de junho de 2017

Os carros da linha 300/301-Siqueira/Centro/Expresso que permaneceram mais tempo nela

Ao ser criado o Terminal Siqueira, novas linhas ganharam as ruas de Fortaleza, e uma delas foi a linha Siqueira/Centro-Expresso, que tinha códigos 300 e 301.


A São José de Ribamar colocou, inicialmente, 4 novos ônibus que possuíam os prefixos 10059 a 10062, escalando no ano seguinte (1996) mais um veículo 0Km, de prefixo 10063. Os veículos eram os mais novos da rota e representavam 29,4% da frota da linha, que contava com 17 veículos. A empresa de João Alberto ganhou as vagas da linha por que, naquela época, as empresas que tinham a melhor eficiência operacional e organizacional e com melhor índice de cumprimento de viagens ganhavam como bônus a concessão das linhas compartilhadas, aquelas onde eram operadas várias empresas.



Uma curiosidade é que, no primeiro dia de operações do carro 10061, um passageiro deu um violento chute na porta dianteira do veículo, que fez a mesma se deslocar da carroceria e cair no chão. O motorista ficou apavorado com a brutalidade do usuário da região do Siqueira. Os carros 0Km foram escalados na linha 301 justamente para dar uma imagem diferenciada da empresa, visto que as companhias da região operavam com menos veículos novos.

A São José de Ribamar era escolhida pelos passageiros mais entendidos por ter os motoristas que mais ''desenrolavam'' no trânsito, visto que a competição por passageiros era maior, pois as empresas se mantinham das passagens registradas na catraca, o contrário de hoje que, independente dos veículos andarem secos ou cheios, cada empresa recebe um percentual definido mediante um acordo que começou em 2006, chamado de ''consórcio''.


Os carros da São José de Ribamar possuíam o chassi Mercedes-Benz OF-1620, e foram renumerados em 2000 para 10559, 560, 561, 562 e 663. O 10559 e 560 operaram até 2006, quando foram desativados e substituídos por veículos provisórios. Os carros 10561 e 562 saíram em 2007 e o 10663 finalizou suas operações em 2008. Os 5 Busscar Urbanus da São José de Ribamar foram os únicos carros efetivos da linha que rodaram toda a sua trajetória de operação na mesma linha, visto que as demais empresas faziam mudança de escala periodicamente.



Os carros quando possuíam mais de 10 anos não aparentavam ter toda a sua idade, identidade que a saudosa São José de Ribamar conseguiu ao longo de seu excelente e inquestionável serviço.

Fonte: MOB Ceará
Redação: Narcísio Santos

Nenhum comentário:

Tradutor