MOB conhece novos automáticos da Viação Princesa Saiba quantos ônibus a gigante Gontijo possui MS Turismo renova frota com Caio Solar 2013 Viação Penha se mantém com a 4ª frota mais nova João Pessoa-PB renovando a frota com Torino São Benedito oferece visita ao MOB Ceará

quinta-feira, 9 de julho de 2015

O fim da linha 053-Antônio Bezerra/Papicu/Messejana

Foi exatamente há 14 anos atrás que o então órgão gestor do transporte coletivo de Fortaleza ETTUSA, deu por encerrada as operações da linha 053-Antônio Bezerra/Papicu/Messejana.

A linha fazia o mesmo percurso das linhas 051/052-Grande Circular 1 e 2 entre o trecho que compreende o terminal do Antônio Bezerra, Papicu e Messejana. O itinerário da linha 053 foi criado afim de dar um reforço nas linhas 051 e 052 tanto em horários de pico como os entre picos.

A linha era operada pelas seguintes empresas: Viação Fortaleza, Via Máxima, Via Urbana, Bons Amigos, São Judas e Rota Sol, porém quando a CTC entregou a linha 051 para a Transpenha operar, algumas tabelas da mesma foram remanejadas para a linha 053, e com isso, após a cessão das atividades da prestadora de serviço, as tabelas foram rateadas por empresas como a 27-São Benedito e 03-Expresso Timbira.

Em 09 de Julho de 2001, a ETTUSA resolveu finalizar as operações da linha 053-Antônio Bezerra/Papicu/Messejana, e todos os veículos que operavam na linha, voltaram a pertencer as linhas 051 e 052-Grande Circular 1 e 2, e com isso, a Viação Via Máxima que não possuía nenhum veículo na linha 051, ganhou duas vagas, que foram operadas pelos carros 04012 e 04013. Em relação a frota do grande circular, a frota da linha 053 possuía veículos mais velhos, inclusive de duas portas, cujo a Auto Viação São Judas escalava efetivamente seus Caio Vitória com chassi OF-1318 de prefixos 32163 e 32167. Na linha 053, os ônibus mais novos pertenciam a Via Máxima e Rota Sol.
Foi renumerado para 05730 e operava na linha 053
O principal motivo da linha ter sido abolida, foi a falta de informação dos usuários em relação à rota da 053, pois muitos não sabiam que a linha passava pelas mesmas ruas que o grande circular, com a diferença apenas de não passar pelo Terminal do Siqueira. A desinformação sobre as linhas ''auxiliares'' ainda é um problema existente nos dias atuais, porém, em relação à 14 anos atrás e com o crescimento das tecnologias de informatização, as pessoas (em sua maioria os jovens) estão a cada dia aproveitando os benefícios existentes no transporte urbano de Fortaleza.


Fonte: MOB Ceará

Nenhum comentário:

Tradutor