MOB conhece novos automáticos da Viação Princesa Saiba quantos ônibus a gigante Gontijo possui MS Turismo renova frota com Caio Solar 2013 Viação Penha se mantém com a 4ª frota mais nova João Pessoa-PB renovando a frota com Torino São Benedito oferece visita ao MOB Ceará

terça-feira, 30 de setembro de 2014

CTC 50 Anos: Coletânea das inovações

Hoje, dia 30 de Setembro, completa-se exatamente 50 anos da fundação de uma das mais marcantes empresas do transporte coletivo de Fortaleza. A CTC, Companhia de Transporte Coletivos, atravessou gerações e revolucionou o sistema diversas vezes, trazendo a população ônibus inovadores e grande modernidade.


Confira nesta matéria especial, uma sequência de inovações que a CTC trouxe ao usuário, ao longo de suas cinco décadas de existência.

Trólebus

Na matéria de ontem, você leitor, conferiu em detalhes o curto período de atuação dos ônibus elétricos de Fortaleza. Trazer os trólebus para Fortaleza foi a razão da criação da CTC, e depois da extinção do sistema, a empresa ainda continuou suas operações com ônibus diesel.


Primeiro ônibus Volvo de Fortaleza

Após a aquisição dos ônibus Diesel, a próxima inovação promovida pela CTC foi a vinda do primeiro ônibus Volvo urbano de Fortaleza, que ocorreu em 1986.


Os três ônibus Marcopolo Padron 1982 Volvo B-58 possuíam câmbio automático e circularam na capital cearense até meados do primeiro semestre de 1993, quando foram desativados e enviados para servir à população através de alguns órgãos da Prefeitura.

Ônibus Articulados

Outra grande novidade para a cidade foi a chegada dos ônibus articulados de Fortaleza. Os veículos causavam grande furor entre os usuários que queriam experimentar os grandões, que eram chamados "papa-filas".
Os quatro ônibus foram entregues entre 1989 e 1990 e eram equipados com carroceria Thamco Padron Águia e chassi Volvo B-58 Articulado.

GNV nos ônibus da CTC

A implantação do uso de um combustível alternativo ao Diesel também foi mais uma das inovações da CTC. Ao todo, a empresa possui em sua frota, um total de seis ônibus movidos à Gás Natural Veicular (GNV). A dificuldade de abastecimento e o alto preço do gás acabou por obrigar a CTC converter o motor dos veículos para consumir Diesel.


Frota de ônibus pesados

A CTC foi uma empresa que investiu bastante na aquisição de ônibus pesados, com chassi Volvo. Ao todo, a empresa adquiriu 80 ônibus da marca sueca, com carrocerias Thamco Padron Águia, Ciferal Padron Alvorada, Marcopolo Padron e Caio Vitória.

56 ônibus com câmbio automático

Os primeiros ônibus urbanos com câmbio automático a circular em Fortaleza, foram da CTC. Os ônibus Marcopolo de prefixos 07, 13 e 17 iniciaram as atividades entre 1986 e 1987.
A partir 1991, a companhia voltou a adquirir ônibus com o elaborado sistema de transmissão: Até 1993, foram implantados à frota da empresa um total de 53 ônibus, todos com carroceria Caio Vitória.

Ônibus com elevador

Em 1996, começaram a circular pela capital, os primeiros ônibus equipados com elevador, destinados ao acesso de cadeirantes. A CTC foi uma das empresas que participou do acontecimento, ao adaptar um de seus ônibus de 1993, instalando o equipamento.

Campanhas

Em várias épocas e especialmente na década de 1990, a CTC se mostrou próxima à população através de campanhas educativas e de conscientização, como a prevenção de doenças, combate as drogas e incentivo à doação de sangue. 

A CTC também produzia campanhas comemorativas ao Dia das mães, Dia do motorista, Dia das crianças, Natal, entre outras. A divulgação das campanhas ocorria de forma lúdica, como por exemplo, a distribuição de balões para as crianças e a vestimenta do "bom velhinho" nos motoristas da CTC no período natalino.






O legado da CTC serve de exemplo para todas as empresas posteriores, pois por muitos anos, a empresa foi referência em qualidade e projetos inovadores. Pena que durante toda a trajetória, a empresa contou com gestões ineficazes, que por último, acabou condenando o futuro de uma das melhores empresas do transporte de Fortaleza em todos os tempos.

Fonte: MOB Ceará

2 comentários:

Edson Barros disse...

É mesmo uma pena. Me lembro que quando eu era mais novo adorava andar nos "volvos vitória" , que geralmente rodavam na 66 ou 45

Anônimo disse...

e parece que a rota expressa vai no mesmo caminho.tudo indica que ela decretou falencia,pois hoje a tarde a linha 645 joao paulo ll esta sendo operada pela viaçao fortaleza(02214)

Tradutor