MOB conhece novos automáticos da Viação Princesa Conheça os dois hobbys que andam juntos: Busologia e Spotting Prefeito afirma vir articulados para corredor da Aguanambi Uma história exclusiva do Ciferal Jardineira Diversas fotos de ônibus antigos no MOB Relíquias. Clique nessa foto São Benedito oferece visita ao MOB Ceará

terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Crescimento da Aliança na acessibilidade nos últimos 5 anos

A equipe MOB Ceará , sempre correndo atrás da informação, realizou uma pesquisa para analisar o quesito ''acessibilidade'' na empresa Aliança Transportes desde os tempos de que a mesma compartilhava da mesma garagem com a extinta Transpessoa.
Nesta pesquisa, será analisado o crescimento de veículos com elevador para cadeirantes, um dos principais itens que o artigo 38 do decreto 5.296/2004 exige para o transporte público.

Desde 16 de Outubro de 2008, ficou obrigatório a inclusão do elevador nos ônibus com características de transporte urbano, ou seja, os ônibus fabricados até o dia 15, não tiveram a exigência do equipamento, mediante comprovação de nota fiscal, e a Aliança Transportes bem como a Transpessoa, fizeram suas primeiras aquisições de veículos já dentro das normas, no ano de 2009. Confira ano a ano as inclusões dos veículos com elevador:

 

Em 2009, a Aliança adquiriu 7 ônibus do modelo Marcopolo Torino (21900 ao 21906) e a Transpessoa adquiriu o seu primeiro e único Mascarello Gran Via Midi, com prefixo 13907, totalizando 8 veículos adquiridos pelas duas.

Em 2010, vieram 6 veículos acessíveis para a Aliança Transportes.

No ano de 2011, vieram mais 5 ônibus novos com elevador.

Em 2012 a empresa fez a maior renovação de sua história, foram 20 veículos novos, e com isso, automaticamente o número de veículos com elevador para cadeirantes aumentou exorbitantemente.

E no ano passado a empresa trouxe mais 8 veículos acessíveis.

Analisando a quantidade de veículos com elevador que a empresa possuía em 2009 para o atual cenário de 2014, houve um aumento de 588% do primeiro cenário ao atual cenário, ou seja, a empresa possuía 8 veículos acessíveis (contando com o 13907) e hoje passou a ter 47 veículos. O número é muito bom, porém, esperamos que o cenário melhore mais ainda, inclusive para todas as empresas para minimizar os constrangimentos dos cadeirantes que por si já sofrem dificuldade de locomoção.


Fonte: MOB Ceará

Nenhum comentário:

Tradutor