MOB conhece novos automáticos da Viação Princesa Ranking das frotas mais novas do metropolitano Prefeito afirma vir articulados para corredor da Aguanambi Uma história exclusiva do Ciferal Jardineira Diversas fotos de ônibus antigos no MOB Relíquias. Clique nessa foto São Benedito oferece visita ao MOB Ceará

quarta-feira, 22 de maio de 2013

Fecootram faz visita técnica a empresas de transporte de Fortaleza

Uma comitiva da Federação das Cooperativas de Transportes do Estado do Amazonas (Fecootram) esteve na cidade de Fortaleza (CE) para promover visitas técnicas a cooperativas coirmãs, a exemplo da Cootraps, Fecoopace. A primeira das entidades a ser visitada, foi a Cootraps, presidida por Pádua Chaves. Nela, a comitiva observou uma estrutura adequada e diferenciada, com a disponibilização, inclusive, com posto de combustível interno, oficina para manutenção dos veículos e sala de treinamento, além de posto de lavagem dos veículos para higienização diária dos mesmos, sala de controle e manutenção das catracas dos veículos.




Os veículos desta cooperativa são do tipo micro-ônibus e obedecem uma programação automática de renovação de frota que acontece a cada quatro anos. Cada carro tem duas portas e não trabalha com ar condicionado.


Ainda sobre os veículos, os mesmos possuem validador eletrônico, que informa automaticamente a central da cooperativa através de monitoramento online inclusive ao órgão gestor do transporte da cidade de Fortaleza, realizada pela ETUFOR.


Os veículos também atuam com controle por GPS permite aos operadores saberem a localização exata de todos os carros da cooperativa, com informações atualizadas a cada 20 segundos. Em caso de assalto ou qualquer outra eventualidade, há um botão de pânico no veículo, que funciona com link direto para a Delegacia Especializada.

Os cooperados da entidade, até o fim de 2012, eram licitados de forma individual, assim como eram os taxistas. Na última licitação, os profissionais foram licitados através de cooperativa, uma forma de reduzir o custo operacional e garantir benefícios obtidos de isenção de impostos. A partir da licitação, a cooperativa pontuou nos critérios estabelecidos pelo edital como garagem própria, tempo de fundação e prestação de serviço, posto de combustível interno, oficina interna e posto de lavagem dos veículos. Aos cooperados, permitiu-se pontuar por tempo de habilitação categoria D ou superior, cursos de capacitação, capacidade de ter o veículo, não ter infringido as normas de trânsito, entre outros.



No processo de licitação, foram licitados 320 veículos e 16 reservas que estão prontos para substituírem qualquer outro que esteja sinistrado na Cootraps, o percentual da frota foi estabelecido conforme a demanda dos passageiros inclusive no mês de abril de 2013 foi alterado o número de 320 para 360 aumentando assim mais 40 veículos neste sistema.
 A frota de ônibus do sistema convencional, segundo a ETUFOR, atualmente conta com 1.923 veículos cadastrados e 336 micro-ônibus na frota complementar. O valor da tarifa do transporte coletivo urbano, complementar e executivo (TOP BUS) de Fortaleza é de R$ 2,20 a meia passagem é de R$ 1,10, valida somente para o urbano e complementar.


De acordo com a presidente da Fecootram, Walderízia Nascimento, o poder executivo incentiva a população a pegar o transporte coletivo promovendo a tarifa social R$ 1,80 inteira e R$ 0,90 a meia, nos horários das 09h às 10h e das 15h às 16h. "Há ainda outra tarifa social mais barata nos dias de domingo, aniversário de Fortaleza, 31 de dezembro e 1º de janeiro, nos valores de R$ 1,60 inteira e 0,80 meia", destacou ela.


Controle eficiente - A cooperativa conta com um controle eficiente das passagens, os Boletins Diários de Informações são devidamente preenchidos e conferidos pela administração da cooperativa.


A cooperativa fez um consórcio entre cooperados para haver uma compensação de passagem, ou seja, os veículos produzem um total que é rateado para todos os participantes de forma igualitária. Há uma compensação de produtividade, quando o veículo quebra e deixa de produzir uma ou mais viagens, o mesmo terá que compensar o banco de horas que programam as viagens diárias. O cooperado para utilizar-se do carro reserva, pagando o valor de R$ 100, que é a diária do veículo até que seu veículo volte da manutenção.


Segundo dia de visitas - No dia 26 de abril, a comitiva esteve na Federação das Cooperativas de Transportes Autônomos de Passageiros do Estado do Ceará (Fecoopace). Recebidos pelo presidente, César Nobre e sua equipe de diretores, ele explanou sobre o funcionamento da entidade, que reúne todas as Cooperativas de Transporte Autônomo do Estado do Ceará, atuantes tanto no transporte Coletivo na cidade de Fortaleza quanto no Serviço Intermunicipal em todo o estado do Ceará. Lá, os cooperados contam com assessoria financeira, por meio de um consultor, que oferece crédito para compra de novos carros aprovados em até três dias. A visita à ETUFOR, a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza, aconteceu no dia 26 de abril. O diretor técnico da ETUFOR, engenheiro Antônio Ferreira da Silva, foi quem recebeu a equipe e explanou sobre o funcionamento do sistema e suas conquistas.


Em dezembro de 2012, houve a última licitação pública para o sistema, com o prazo de 15 anos podendo ser renovada por mais 15 anos.No momento está sendo implantado na cidade o corredor Oeste-Leste, com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). A ETUFOR gerencia os dois Sistemas, convencional e complementar.



Todos os carros contam com o Sistema de Rastreamento por GPS. Para isso, duas Empresas prestam serviço de rastreamento para a ETUFOR, a M2M para o Sistema Convencional e a LOKTEC para o Sistema Complementar. Todos os relatórios do sistema são processados na ETUFOR. O IPK atualmente está em torno de 2,4 e vem aumentando nos últimos 5 anos. A idade média da frota do Sistema Convencional é de 3,5 anos. Nos dias 27 a 29 de abril, o grupo foi constatar a realidade do sistema Viário de Fortaleza e o mobiliário público do Sistema de Transporte.


As vias da capital são bem estruturadas e planejadas permitindo o bom funcionamento da mobilidade urbana, as vias de corredor exclusivo funcionam perfeitamente.


Como usuários do transporte convencional, executivo e complementar, vimos um sistema realmente eficiente atendendo a grande demanda de usuários que utilizam-se dos transportes coletivos. Vista dos pontos de ônibus com sistema de monitoramento em cada parada para o controle do tráfego dos veículos.


Fonte: Fecoontram-AM em 22/05/2013

Nenhum comentário:

Tradutor