MOB conhece novos automáticos da Viação Princesa Conheça os dois hobbys que andam juntos: Busologia e Spotting Prefeito afirma vir articulados para corredor da Aguanambi Uma história exclusiva do Ciferal Jardineira Diversas fotos de ônibus antigos no MOB Relíquias. Clique nessa foto São Benedito oferece visita ao MOB Ceará

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Preço da passagem de ônibus em Fortaleza volta a R$ 2,00 até sexta-feira

A decisão do desembargador Francisco de Assis Filgueira Mendes, do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), que suspendeu o aumento da passagem de ônibus de Fortaleza deve ser publicada no Diário da Justiça Eletrônico (DJE) desta sexta-feira (15). Após a publicação, o município de Fortaleza será notificado. Depois de notificada, a Prefeitura tem cinco dias para tomar as providências sobre a decisão.

De acordo com a Prefeitura de Fortaleza, assim que a decisão for publicada e antes mesmo de ser notificada, o prefeito Roberto Cláudio assinará um decreto restabelecendo o valor da passagem de ônibus para o valor anterior, de R$ 2 a inteira e R$ 1, a meia passagem.

O decreto determinando o aumento da passagem foi assinado pela então prefeita Luizianne Lins, em dezembro de 2012. A atual gestão municipal havia entrado com o recurso contra o aumento na tarde de 8 de janeiro, em caráter de urgência.

 A demora para julgamento do recurso se deu porque o TJCE  solicitou que o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus) apresentasse documentos, no prazo de dez dias, justificando a necessidade do aumento. Somente após a apresentação dos doscumentos o recurso foi julgado. A decisão não cabe recurso.

 Mandado de Segurança
Durante o plantão judiciário, nesta terça-feira (12), o Consórcio Leste e o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado (Sindiônibus) impetraram mandado de segurança pedindo a suspensão da decisão do desembargador Francisco de Assis Filgueira Mendes. O relator foi o desembargador Manoel Cefas Fonteles Tomaz. Ao apreciar o mandato de segurança, o magistrado entendeu que “não se vislumbra urgência que justifique a sua análise em regime especial, podendo, portanto, ser submetido ao regime de distribuição normal de autos”.

A ação de mandado de segurança é a medida cabível para a defesa de direito individual ou coletivo líquido e certo, ameaçado ou violado por ato ilegal ou abuso de poder de qualquer autoridade (policial e judiciária). Direito líquido e certo é aquele direito incontestável, que não admite controvérsia. No mandado de segurança não existe a produção de provas, ela é pré-constituída e documental.

 Decreto

Decretado pela então prefeita Luizianne Lins, foi publicado no Diário Oficial do Município de 24 de dezembro e publicado na internet no último dia de 2012. Pelo decreto, as tarifas sociais instituídas em 2006 sobem para R$ 1,60 (inteira) e R$ 0,80 (meia). As tarifas sociais valem aos domingos, no dia 30 de abril, aniversário de Fortaleza, e em 1º de janeiro. Para a tarifa da hora social, fora dos horários de pico, os valores passaram a ser R$ 2,00 (inteira) e R$ 1,00 (meia). Na linha central, o valor permanece R$ 0,40 (inteira) e R$ 0,20 (meia), segundo o decreto.


Fonte: G1.globo.com

Nenhum comentário:

Tradutor