Ceará Diesel apresenta novidades em evento noturno MS Turismo realiza visita e passeio com o MOB Ceará MOB Ceará conhece Via Metro e Guanabara de Juazeiro do Norte Busólogos procuram relíquias em Redenção-CE Visita na Viação Pernambucana MOB Ceará participa de evento em Londrina-PR Busca de antiguidades em Juazeiro do Norte

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Passagem de ônibus volta a R$ 2 a partir de meia-noite, diz Prefeitura

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, assinou, por volta de 12h desta sexta-feira (15), o decreto que regulamenta o retorno da tarifa de ônibus a R$ 2. A medida já vale a partir de 0h deste sábado (16), segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura.
Passagem havia sido aumentada para
R$ 2,20 no dia 12 de janeiro na antiga gestão

A Prefeitura foi notificada da decisão por meio do Diário da Justiça Eletrônico desta sexta-feira (15). O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus) confirmou que o sistema de bilhetagem eletrônica já está programado para operar no novo valor, na data prevista. 

O aumento da passagem foi revogado por decisão judicial na sexta-feira (8), mas só valeria, na prática, após a notificação oficial à Prefeitura. A administração municipal havia prometido um prazo máximo de 48 horas entre a notificação e a redução do preço, mas optou por anunciar o retorno do preço antigo no mesmo dia em que ficou formalmente ciente.

A homologação da tarifa ocorreu durante assinatura de um decreto na tarde desta sexta-feira, 15, pelo prefeito Roberto Cláudio (PSB).

Confira a nota da prefeitura na íntegra:

O prefeito de Fortaleza, Roberto Claudio, assinou, agora há pouco, o decreto que revoga o aumento da passagem de ônibus urbano de Fortaleza e determina que o valor volte a ser de R$ 2,00, valor cobrado até o aumento autorizado na gestão anterior. A previsão é de que esse valor de R$ 2,00 já passe a vigorar a partir da meia noite de hoje.

O decreto do prefeito tem por base a decisão do desembargador Francisco de Assis Filgueira Mendes, do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), que suspendeu o aumento da passagem de ônibus de Fortaleza assinado pela gestão anterior. Logo que assumiu o cargo de prefeito, Roberto Claudio informou que iria recorrer e, por meio da Procuradoria Geral do Município, interpôs agravo de instrumento (nº 0026077-53.2013.8.06.0000) no TJCE requerendo o efeito suspensivo da decisão do Juízo da 1ª Vara da Fazenda Pública, que concedeu liminar para aumentar o preço da tarifa de ônibus.

Ao julgar o recurso, o desembargador Filgueira Mendes considerou a segurança jurídica, o contraditório e a ampla defesa. “A medida se impõe como meio de resguardar a segurança jurídica e a estabilidade das relações travadas na ambiência judicial, evitando-se que as partes venham a ser surpreendidas no curso do processo com alterações indevidas que possuam aptidão potencial de prejudicar os direitos da ampla defesa e do contraditório”. 


Sindiônibus recorre

O Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado (Sindiônibus) recorreu à Justiça cearense e pediu uma nova análise da decisão que suspendeu o aumento no valor da passagem na Capital. Na última quarta-feira, 13, o sindicato patronal deu entrada em Embargos de Declaração, para esclarecer alguma dúvida que possa existir acerca da decisão.

De acordo com o Sindiônibus, o motivo do pedido é que o retorno da tarifa ao valor anterior (R$ 2) trará sérios prejuízos, o que afetaria a capacidade das empresas honrarem os compromissos com funcionários, fornecedores e investimentos. 

Fonte: Diário do Nordeste/O Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre nossas matérias, ou mande sugestões através do contato [email protected]
Ressaltamos que não nos responsabilizamos pelo conteúdo dos mesmos.

Tradutor