MOB conhece novos automáticos da Viação Princesa Conheça os dois hobbys que andam juntos: Busologia e Spotting Prefeito afirma vir articulados para corredor da Aguanambi Uma história exclusiva do Ciferal Jardineira Diversas fotos de ônibus antigos no MOB Relíquias. Clique nessa foto São Benedito oferece visita ao MOB Ceará

quarta-feira, 20 de junho de 2012

Greve confirmada nesta quarta-feira (20)


A greve dos motoristas e cobradores de ônibus em Fortaleza está confirmada e deve começar a partir da 0h desta quarta-feira (20), segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Ceará (Sintro).
A decisão veio na segunda assembleia da categoria ocorrida na tarde desta terça-feira (19), que rejeitou a proposta do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus) feita na noite de segunda-feira (18).


De acordo com a Empresa de Transportes Urbanos de Fortaleza (Etufor), órgão da prefeitura responsável pela fiscalização dos transportes coletivos urbanos na capital, ainda não foi apresentada uma determinação do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), sobre qual percentual mínimo de ônibus deverão rodar durante a greve. Segundo a Etufor, mais de um milhão de pessoas serão afetadas com a manifestação.


O assessor jurídico do Sintro, Claudio Rennó disse que há possibilidade da paralisação ser de 100%. "Segundo a lei Nº 7.783 de 28 de junho de 1989, não há uma definição de qual a porcentagem mínima que devemos manter durante a greve. Essa determinação tem que vir do TRT, e até agora não recebemos nada oficial", afirmou. Segundo o Sindicato, há sim conversas sobre uma paralisação total, mas que é decidida pelos trabalhadores, e que o Sintro só irá apoiar na decisão.


NEGOCIAÇÕES - Os motoristas e trocadores rejeitaram a proposta do sindiônibus que apresentava um reajuste salarial de 8% (ganho real de 3%), aumento da cesta básica de R$ 60 para R$ 70, vale refeição de R$ 7 para R$ 8. Os trabalhadores pedem reajuste de 15%, aumento da cesta básica para R$ 80 e aumento do vale refeição para R$ 12.


Fonte: Leonardo Heffer/ NE10 - Ceará

Nenhum comentário:

Tradutor