MOB conhece novos automáticos da Viação Princesa Ranking das frotas mais novas do metropolitano Prefeito afirma vir articulados para corredor da Aguanambi Uma história exclusiva do Ciferal Jardineira Diversas fotos de ônibus antigos no MOB Relíquias. Clique nessa foto São Benedito oferece visita ao MOB Ceará

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Faltam passagens para municípios mais próximos

Mais de 80 mil passageiros devem sair de Fortaleza pela Rodoviária Engenheiro São Tomé, em Fortaleza, durante o período do Carnaval. A expectativa do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) é que ocorra um aumento de 142% em relação aos dias normais, quando passam pelo local 33 mil pessoas. Com isso, as grandes empresas cancelam as rotas mais curtas e só disponibilizam as longas.

A informação é do coordenador de Fiscalização de Transporte do Detran, Alfredo Martins. "Eu recebo diversas reclamações dessa natureza aqui, pois, quando chegam os feriados, as empresas só querem vender passagem para o fim da linha. Por exemplo, o cidadão que costuma comprar passagem para São Luiz do Curu, não encontrará agora, pois só terá para Itapipoca. Então, ele se submete a comprar uma passagem mais cara e passar mais tempo em trânsito para chegar ao seu destino", explica Martins, acrescentando que, neste ano, ainda não recebeu nenhuma denúncia por parte dos usuários. "Porém, acredito que venha a ocorrer", afirma.


Aumento de preço

A reportagem consultou uma das empresas que fazem o transporte intermunicipal e que costuma ter a rota Fortaleza/São Luiz do Curu. A atendente informou que o destino estava indisponível e que só teria passagem para o próximo domingo. Como opção, ela ofereceu a passagem para Carnaubal, que custa R$ 35,00, já que a rota passa por São Luiz do Curu. A discrepância de valores é altíssima, pois o valor para esse último destino é R$ 8,35, ou seja, uma diferença de 337%.


Para Martins, esse tipo de atitude é absurda e oportunista. "Em dias normais, essas empresas que fazem as viagens intermunicipais chegam a realizar promoções para atrair o cliente, mas, quando chega essa época, é isso que acontece", denuncia.

O coordenador destacou que, antes de 2009, operavam no terminal 24 empresas que, apesar de terem uma frota menor, ofertavam esse tipo de destino regularmente, independentemente de ser feriado ou não. "O único prejudicado é o usuário", conclui Martins.


A Socicam, empresa que administra o terminal, admitiu que também recebe muitas reclamações sobre a carência de rotas para os destinos mais curtos. Como alternativa, os passageiros optam pelas vans intermunicipais, que fazem viagens com até 165 Km de distância. Neste período, essas empresas têm de aumentar a frota em 50% para atender a demanda.


O fiscal da Cooperativa de Transporte e Turismo do Estado do Ceará (Cootrece), Rubens Soares Menezes afirma que destinos como Itapipoca, Paracuru, entre outros possuem, em média, dez vans cada. "Mas, nos feriados, colocamos cinco a mais para cada uma, pois os passageiros não têm essa opção na rodoviária, isso para os destinos intermediários", explicou Menezes.


Ao todo, são quatro as empresas que fazem as viagens intermunicipais no Estado e que ganharam licitação em 2009 para ficar na rodoviária de Fortaleza. São elas, Expresso Guanabara, Fretcar, Princesa do Inhamuns e São Benedito.


Mais ônibus

Para atender a demanda extra de passageiros no Carnaval, as empresas colocaram mais 250 ônibus em circulação. "Normalmente, o efetivo é de 350 veículos. Agora, teremos 600, o que permitirá 3.500 viagens no carnaval", calcula Alfredo Martins.

Com relação ao ano passado, o número de viajantes que devem passar pela rodoviária é 26,9% maior, tendo em vista que, em 2011, esses passageiros corresponderam a 63 mil.


Os destinos mais procurados estão no litoral do Estado. Praias como Morro Branco, Aracati, Canoa Quebrada, Jericoacoara e Paracuru Itapipoca são os lugares mais cobiçados.

O dia de maior fluxo serão hoje e sábado. Segundo Martins, as quatro empresas de transportes que operam na rodoviária começaram a vender passagens desde o fim de janeiro.


Fonte: Tabajara
Fotos: J. Machado/Fabiano Dodt

Nenhum comentário:

Tradutor