MOB conhece novos automáticos da Viação Princesa Saiba quantos ônibus a gigante Gontijo possui MS Turismo renova frota com Caio Solar 2013 Viação Penha se mantém com a 4ª frota mais nova João Pessoa-PB renovando a frota com Torino São Benedito oferece visita ao MOB Ceará

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Super-ônibus pode andar a 400 km/h

Depois do trem bala, o ônibus-bala. Ônibus rodoviários confortáveis e luxuosos não são nenhuma novidade, mas uma projeto nascido na Universidade de Tecnologia de Delft, na Holanda, criou um super-ônibus capaz de rodar a 400 quilômetros por hora. O projeto do Super-Bus foi coordenado por Wobbo Ockels, professor da universidade, cujo currículo inclui uma viagem ao espaço em 1985, como primeiro astronauta holandês.

O Super-Bus pode levar 23 passageiros, com o mesmo conforto de uma limusine. O veículo tem cerca de 15 metros de comprimento e é construído de materiais leves, como alumínio, fibra de carbono, fibra de vidro e policarbonato.


Para maior conveniência, a entrada e saída dos passageiros é feita através de oito portas de cada lado. O interior, além do acabamento de luxo, esbanjando conforto, coloca ao dispor dos viajantes toda a tecnologia moderna, incluindo acesso à internet, obviamente. O posicionamento dos assentos pode ser alterado, adaptando-se para viagens em grupos fechados ou passageiros individuais.
 

O desenvolvimento do veículo levou três anos e teve como foco a sustentabilidade. Os materiais utilizados são recicláveis. Na cidade, o Super-Bus trafega a velocidade normal mas, em estradas com condições para tanto, pode chegar à mesma velocidade de um trem-bala, 400 km/h.

Segurança - Para proteger os ocupantes, o Super-Bus é dotado de um sistema de detecção de obstáculos operado através de um radar inteligente, além de ter ótima dirigibilidade e um sistema de freios a toda prova. A estrutura super-resistente dá proteção em caso de colisões fortes e o baixo centro de gravidade colabora com a estabilidade necessária.

A propulsão é elétrica, alimentada por baterias recarregáveis. A autonomia não foi divulgada, mas o baixo peso do veículo deve permitir um alcance razoável.

Por enquanto, o preço também está à altura do trem-bala, estimado em aproximadamente US$ 10 milhões (R$ 18 milhões). O valor dificilmente irá incentivar sua adoção em países menos do que ricos. Não por acaso, a primeira unidade foi encomendada por um xeique árabe, que irá utilizá-lo em deslocamentos entre Dubai e Abu Dabi – uma distância de 75 km – em menos de meia hora.
 
Fonte: UOL
Fotos: UOL

Nenhum comentário:

Tradutor