REDES:

_

MOB Ceará conhece a empresa Versatily Quem vendeu mais de 2017 a 2021 ao SIT-For? Saiba nesta matéria Fretar surpreende com seus primeiros Volvo B270F Entre as empresas do rodoviário, Princesa é a única que tem micros Para 2023, Caio fornecerá 15 ônibus para a São José e para a Vega

quarta-feira, 8 de setembro de 2021

Novo de novo!! Fretcar reforma e aplica nova logo em Torino 2010

A Fretcar também optou por reformar os seus ônibus mais antigos, deixando-os com aspecto de novos. O primeiro deles foi um Torino 2010 de prefixo 19028.


Assim como o carro 19601, o veículo passou por um ótimo processo de funilaria e de pintura, e recebeu a atual logomarca da empresa. O ônibus voltou a operar desde a última segunda-feira. Veja mais algumas fotos que foram recebidas pela Equipe MOB Ceará.





Redação: Paulo Henrique Felício

21 comentários:

Anônimo disse...

Mi
Se
Ri
Cordia

Erivaldo Martins disse...

Essa política de revitalização dos veículos deveria ser aplicada há muito tempo. Visto que essa prática de ter carros novos de acordo com regras estabelecidas em um determinado período de tempo, visa atende aos interesses, do mercado capitalista (consumismo exagerado).
Em Fortaleza e em outras regiões do país, há muitas empresas com carros novos com aspectos de velhos. Eu sempre concordei na conservação, para mim, um ônibus deveria rodar de acordo com a sua conservação, no mínimo uns 25 anos. E a empresa que não desse a devida manutenção, seria punida, perdendo o direito de rodar no Sistema. Carro novo, só quando uma empresa perdesse um veículo ou quando não tivesse mais peças para o veiculo. Um exemplo de empresa modelo de Sistema foi a eterna São José de Ribamar. Onde todos os seus carros eram impecáveis na manutenção. Mas, esse sistema de interesses e lavagem de dinheiro, acabam fragilizando e monopolizando os interesses. Uma doença terrível!!

Unknown disse...

Que mente aberta e Verissirmo em sua análise 👏👏👏👏👏👏👏🤲👏🤲👏🤲👏🧠🧠🧠👏✍🙏🖖🖖🖖

Erivaldo Martins disse...

Parabenizo as empresas que estão seguindo essa revitalização, e espero que sirva de exemplo para muitas outras. Um carro de idade avançada, mas bem conservado, se torna mais eficiente do que um carro novo e mal conservado.

Erivaldo Martins disse...

Com um valor na compra de um veículo novo, uma empresa poderia usar esse mesmo valor na manutenção de uns 10 a 50 veículos. Dessa forma daria para as empresas respirarem melhor, principalmente as menores.

Maciel Neto disse...

Vai voltar a prática de encarroçar veículos velhos...oh tempo bom,o carro velho voltava novo,mais ou menos como o quadro "lata velha"do Luciano Hulk..

Narcisio Santos disse...

Acredita que 19601 no primeiro dia que rodou reformado foi batido? Depois de 2 semanas deram uma batida pior ainda!

Alguém disse...

Aqueles Torino GV com cara de Torino 99
Da SJR ou 10

viação rota direta disse...

Sobre o encarroçamento de chassis antigos eu acredito que se este estiver em boas condições, pode sim ter essa modificação, em tempos de crise seria um ótimo custo-benefício. Poderia ser permitido ao menos uma única vez.

Unknown disse...

E a reforma também é feita internamente?

Unknown disse...

🤦‍♂️...

Tiago disse...

Será que o tio daquele rapaz vai querer alugar esse também pra o churrasco lá em quixeramobim?

Unknown disse...

Boa iniciativa da 19. Melhor os carros que tem.

Fato disse...

" mercado capitalista (consumismo exagerado)." kkkk os caras viajam na maionese kkkkk

aasj disse...

19 virou 36?

Alguém disse...

19 = 36 do consórcio 05

Francisco Roberto disse...

Entre a reforma e o reencarroçamento. Eu preferiria o reencarroçamento.

André Alves disse...

Com essas reformas, as empresas bem que podiam aumentar a idade máxima de operação de um veículo. Quem sabe para até 13 ou 15 anos.

Mateus disse...

O limite já é 15, tanto que a Fretcar ainda tem carro 2007. Agora por conta da acessibilidade, EU acho que os mais velhos de todas as empresas deveria ser 2009

Mateus disse...

Já que não tem mais cobrador, poderiam aproveitar a reforma pra tirar essa película do vidro

Narcisio Santos disse...

Boa