REDES:

_

Com novidades, Viação Itapemirim recebe o MOB Ceará São José de Ribamar: a empresa extinta mais falada na busologia Marcopolo apresenta plataforma BioSafe para empresários no Ceará RCR Locação acrescenta em sua frota cearense novos Ideale 800 Horizonte Transportes inova com aquisição de ônibus 0km

terça-feira, 27 de outubro de 2020

Ônibus urbanos continuam com o ar-condicionado desligado. Você concorda?

O MOB Ceará levantou um estudo que exemplifica o quanto um ônibus de determinada categoria pode economizar de combustível sem a utilização do ar-condicionado.



A linha escolhida foi a 342-Parque São Vicente/Siqueira. Ela já recuperou sua frota operante, ou seja, opera com os 4 veículos. De acordo com os horários da linha, o MOB Ceará multiplicou as viagens de todos os 4 veículos, na rota que tem 10,9 km de extensão. O resultado da quilometragem foi de 926,5.

Os veículos operantes são da classe semi pesado, que consomem na média de 3,0 km/litro de combustível. O estudo supõe que, nos horários desses ônibus rodassem veiculos com o mesmo chassi, mas com o ar-condicionado funcionando, o consumo médio aproximado seria de 2,6km/L.

São 85 viagens por dia útil. Considerando o preço de varejo R$ 3,49 (que é maior que o repassado à frotistas), os 4 veículos com ar consumiriam aproximadamente 356 litros por dia, já os atuais que estão operando na linha 342 beberiam 308 litros, uma diferença de 48 litros litros de óleo diesel a menos.

Seriam 168 reais a menos de custo por dia. Multiplicando esse valor pelos 22 dias úteis do mês, a diferença seria de quase R$3,700,00 com a não utilização do equipamento refrigerador. É claro que os números reais da empresa dos carros da linha podem variar para mais ou para menos, visto que cada motorista opera de uma forma, além de outros fatores. Esse estudo feito pelo MOB Ceará foi feito com dados abstratos.

Mas considerando esse exemplo bem próximo da realidade, é sabido que há uma economia muito considerável para as empresas. Por outro lado, existe uma maioria que está insatisfeita com a política que os órgãos gestores adotaram inicialmente para reduzir as chances de contágio da covid-19. Os gráficos já mostram uma redução drástica de contaminação em relação ao pico no Ceará, as pessoas estão aglomeradas involuntariamente ou não em ônibus e outros locais, e muitos se questionam sobre o não retorno do funcionamento dos equipamentos refrigeradores. A cidade está quente!


Fonte: Integra SUS


Uma pequena enquete feita nas redes sociais do MOB Ceará mostra que a grande maioria quer a volta do conforto na frota. Outros ainda estão cautelosos, e alguns não se importam de andar num veiculo climatizado.



Fato é que no sistema rodoviário os ônibus com janelas coladas não deixaram de circular por conta disso. Quem tem janelas de correr, optou de não ligar o equipamento. O que você acha? Seus comentários são bem vindos.
 


Vale ressaltar que esta equipe usou a linha 342 como um exemplo, mas ela não possuía veículos com ar-condicionado na escala. O cálculo foi feito com números abstratos, ou seja, tanto a média dos veículos e o custo do litro do óleo diesel não são exatamente os números reais nas planilhas da Siará Grande. A quilometragem usada como exemplo não incluiu o percurso saindo ou indo para a garagem. As medidas podem ter variações de acordo com cada motorista, manutenção dos veículos e tipos de vias.

Fonte: MOB Ceará
Redação: Narcisio Santos




11 comentários:

Cicera Martins disse...

Ao meu ver já deveriam está ligado, cidade está quente principalmente quem usa o transporte das 10:00 as 16:00, sem falar que essa medida do governo e da prefeitura só vale para o Transporte e o comércio, enquanto carreata tem bastante aglomeração é nenhum toma providência.

Francisco Roberto disse...

Órgãos públicos, como postos de saúde, religaram seus ar condicionados há três meses a t r á z! Eu sei disso pois trabalho em um. Esta canalhice por parte dos """""""""empresários""""""""""de caminhônibus só acontece. Porque tem apoio da prefeitura e da imprensa mamadora. Nesta verdadeira tirania sanitária insana e controversa. E ainda mantiveram o mesmo preço tarifário!

Celi sena disse...

Já deveria ter voltado a muito tempo. 😠😠

Unknown disse...

Concordo com os outros acima, hospitais, shoppings, supermercados dentre outros já utilizam seus equipamentos, a cidade está muito quente, a umidade do ar está baixa...O ar condicionado não é um luxo, é uma necessidade.

Mateus Silva disse...

A questão não é ligar o ar, e sim botar pra gelar. Tem muitos ônibus que é bem melhor rodar com as janelas abertas do que com o ar ligado. Eu acho que poderia voltar apenas no BRT como um teste pra ver se teria alguma influência com o aumento nos casos da COVID

Ssm disse...

Já era pra ter voltado, a cidade é quente e daria muito bem prós ônibus rodarem com o AR ligado!!!

Se fosse por isso os locais com ar condicionado como shoppings, supermercado e outros inclusive táxi e uber... O povo tava tudo fudido!

Isso é só uma desculpa pra economizarem e lucrar com o equipamento ligado e a passagem continuarem o mesmo valor. Absurdo!

AR CONDICIONADO NAO É LUXO É UMA NECESSIDADE!!!

Unknown disse...

O sindonibus tá lucrando nessa pandemia de farsas, Mas a prefeitura não lamentou a tarifa, pareceria sabiam q iriam enricar....

viação rota direta disse...

Pior que as medidas de higienização foram afrouxadas e álcool em gel nos ônibus está tão raro quanto os corujões em nossa capital alencarina.

Gilson disse...

A questão não é ligar o ar, e sim botar pra gelar. Tem muitos ônibus que é bem melhor rodar com as janelas abertas do que com o ar ligado.

Francisco Roberto disse...

Em Vitória, Espírito Santo. O ar condicionado dos ônibus estão ligados. https://onibusbrasil.com/NATHANHSANTOS/8289868?context=bodywork

Demysson disse...

Mais uma enquete polemica pra mostrar para o governo q o povo nao gosta das medidas sanitarias. A cidade sempre foi quente o povo esta mal acostumado com o ar. Em tempo de pandemia pra mim tanto faz ligado ou nao. Mas devemos preservar nossa saude!