REDES:

_

Brasileiro 5045: um raro G6 Volvo que operou no intermunicipal cearense Sistema urbano de Fortaleza com 100% da frota acessível Expresso Cabral comemora 65 anos com renovação de frota Vega Manaus já passa de 160 ônibus e recebe 4 Marcopolo 0km Prime Plus recebe o MOB Ceará pela primeira vez Expresso Tur apresenta seus rodoviários ao MOB Ceará

segunda-feira, 10 de agosto de 2020

As 16 empresas que já operaram o sistema metropolitano nos últimos anos

No sistema metropolitano de Fortaleza, parece mentira, mas já operaram 16 empresas de ônibus que hoje não existem mais, isso nos anos 2000.


Nas linhas que trafegam pela rodovia CE-040, não operam mais empresas como a Expresso Pratiús. A São Benedito assumiu suas linhas em meados de 2010.


Nas linhas que trafegam pela rodovia BR-116, a Viação Primeira Linha operou a serviço da São Benedito em meados de 2003, com veículos comprados da São Francisco, Salete e São Judas. A operação durou pouco tempo e a São Benedito assumiu novamente as linhas.


Pela rodovia CE-060, a perda de empresas foi a maior. Deixaram de operar companhias muito antigas como a Nossa Senhora de Fátima, Clotran, Redentora, além da Via Azul, Dom Bosco, Geórgia, Viação Real, São Cristóvão e Expresso União. Houve um curto período onde a empresa Capital Transportes, do grupo Fretcar, rodou de forma terceirizada nas linhas da própria Fretcar.


Na CE-065, sairam de cena empresas como Pinheiro, Itapebussu e Santo Antônio. A Transnacional também rodou nas linhas metropolitanas que eram da Pinheiro, e hoje continua operando no seu principal serviço, que é o fretamento. A Auto Viação São José já foi concessionária do serviço metropolitano, e rodou na linha Lagoa Redonda/Ceasa, nos anos.90.


Fonte: MOB Ceará
Redação: Narcisio Santos
Sugestão: Eliézio Neto

0 comentários: