REDES:

_

Com novidades, Viação Itapemirim recebe o MOB Ceará São José de Ribamar: a empresa extinta mais falada na busologia Marcopolo apresenta plataforma BioSafe para empresários no Ceará RCR Locação acrescenta em sua frota cearense novos Ideale 800 Horizonte Transportes inova com aquisição de ônibus 0km

sexta-feira, 29 de novembro de 2019

Conheça os dois ônibus que foram pra São José mas nunca foram testados

Nos últimos 6 anos, Fortaleza foi palco para apresentações de modelos de chassis e carrocerias que foram testados e, em alguns deles, foi constatado o sucesso dos investimentos das montadoras.


Contudo, dois veículos não tiveram sequer a oportunidade de serem testados, por questões burocráticas ou mesmo mecânicas. Foi o caso de um Marcopolo Torino com chassi Agrale MA17. O semi pesado da montadora chegou em Fortaleza e teve toda a cobertura desta equipe de busólogos. Ao chegar na São José, o veículo foi adesivado, ganhou prefixo mas, por questões burocráticas,não teve como ser cadastrado na frota para realizar os exames operacionais, pois não foi possível trocar sua placa de veículo particular para vermelha. Os trâmites demandaram tempo e a empresa acabou desistindo de testar o ônibus. Vale ressaltar que em Fortaleza somente um veículo possui o chassi semi pesado da Agrale.


No momento de inovações no transporte, a Volkswagen enviou à Fortaleza um veículo articulado pernambucano com chassi Volkswagen 26-330 OTA, com carroceria Caio Milennium BRT. O ônibus chegou a ficar na garagem da São José  mas, segundo informações na época, um problema elétrico teria impedido do carro iniciar as operações, e acabou sendo devolvido. O fato ocorreu em 2015, e os busólogos ficaram na expectativa de conhecer o chassi inédito no Ceará mas tiveram que experimentar em outras cidades.

Fonte: MOB Ceará
Redação: Narcísio Santos

5 comentários:

d disse...

Sempre os mesmos,outros produtos não consegue entrar no mercado, muita corrupção

Nao disse...

esses caio da vergonha

Evandro. [email protected] Com disse...

Que pena que em Fortaleza,teve problema elétrico.
Já aqui em Pernambuco,ele rodou tranquilamente,mesmo sendo veiculo de teste. Sentimos falta quando ele saiu do estado. O ônibus é bom,pena que a Conorte não adquiririu para sua frota.
Lembrando que o chassi é scania.
Onde estara este ônibus hoje?
Saudades.
Parabéns CAIO INDUSCAR,pelos seus produtos.

San disse...

Sou fortalezense maa invejo Pernambuco. Estao ha anos-luz na frente. Alem dos articulados do SEI, os corredores do Via Livre repletos de articulados. Scania Caio e Marcopolo Volvo. Parabens Recife e regiao.

Fato disse...

problema elétrico ou pressão da MB ? estranho