REDES:

_

Com novidades, Viação Itapemirim recebe o MOB Ceará São José de Ribamar: a empresa extinta mais falada na busologia Marcopolo apresenta plataforma BioSafe para empresários no Ceará RCR Locação acrescenta em sua frota cearense novos Ideale 800 Horizonte Transportes inova com aquisição de ônibus 0km

sábado, 9 de março de 2019

1963: A estreia do corujão

No ano de 1963 o Departamento de Transporte Coletivos (DTC) expandia o atendimento aos clientes dos ônibus de Fortaleza.

No dia 02 de Agosto do respectivo ano 32 coletivos começaram a cumprir rigorosamente os horários que começam à meia-noite e terminavam às 04h00. A passagem custava Cr$ 1,00 (um cruzeiro) não tendo abatimento para estudantes (meia passagem).

Na época, os empresários alegraram que não havia demanda, mas, superados os primeiros obstáculos, lentamente, o serviço foi se espalhando em algumas linhas e beneficiando, principalmente, os trabalhadores da noite.

Em 1974, a prefeitura ampliou a medida, fez com que todas as linhas da capital mantivessem os ônibus noturnos e iniciou uma fiscalização rigorosa, aplicando multas pesadas àqueles que não cumprissem a determinação.

Fonte: MOB Ceará

Redação: Nemezio Neto

0 comentários: