REDES:

_

Com novidades, Viação Itapemirim recebe o MOB Ceará São José de Ribamar: a empresa extinta mais falada na busologia Marcopolo apresenta plataforma BioSafe para empresários no Ceará RCR Locação acrescenta em sua frota cearense novos Ideale 800 Horizonte Transportes inova com aquisição de ônibus 0km

sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Nível de bons motoristas e cobradores eleva nos 4 últimos anos

Nos últimos 4 anos, o nível de qualidade dos motoristas e cobradores de ônibus tem melhorado gradativamente.



Há 10 anos, menos de 10% das empresas atuantes na época investiam em treinamento de seus funcionários. A liberdade exagerada era notória e motoristas desviavam o itinerário conforme sua vontade, haviam inúmeras queimas de parada, grosseria e intolerância aos passageiros, direção perigosa além de diversas outras situações.

Fato é que, ainda hoje, há casos que acontecem as situações descritas acima, mas numa minúscula intensidade em relação há 10 anos. Contudo, é perceptível os frutos dos trabalhos das equipes de Desenvolvimento Humano das companhias, que nos últimos 5 anos vêm ganhando mais valor, mais voz com o incentivo e autonomia patronal para a busca dessas melhorias, afinal, o cliente final (passageiro) é quem mantém todo o sistema de transporte coletivo, e merece ser respeitado.

Programas de avaliação funcional também incentivam ao bom atendimento

O MOB Ceará procurou o Sindiônibus para ter conhecimento sobre os dados para comprovar a percepção dos busólogos em relação ao assunto. O número de ocorrências em 2013 registradas pelo Alô Sindiônibus (4005-0956) foi de 10336, caindo para 6010 em 2017 em comparação aos 10 primeiros meses do ano. Os números registram queda de 4326 reclamações, que equivale a 41,85%. A expectativa é de mais melhorias, tendo em vista a modernização das gestões nas empresas, e consequentemente a percepção do valor do cliente em um sistema capitalista.

Fonte: MOB Ceará

0 comentários: