REDES:

_

Ceará Diesel enfatiza DD's da Marcopolo e Busscar em Happy Hour Neuri Tur convida busólogos para aproximação Sindiônibus convida MOB Ceará para conversa sincera sobre mobilidade urbana MOB Ceará visita as instalações da Ferrari JG - Marcopolo MOB confere novos micros e rodoviários da Princesa Busólogos conhecem DD de 15 metros da Neqta

quinta-feira, 30 de maio de 2019

Com índice de investimentos decrescendo, frota de Fortaleza poderá ter a menor renovação da década

Com o encolhimento de custos e investimentos do sistema urbano de Fortaleza, retratado pelas últimas renovações de frota e outras variáveis, a cidade governada pelo prefeito Roberto Cláudio poderá ter, em 2019, a menor renovação de frota dos últimos tempos.


Algumas empresas já encomendaram veículos novos, por também pertencerem a grandes grupos empresariais que possuem uma planilha mais ''enxuta'' de gastos, por influência de um menor custo fixo, cenário comum a grandes organizações. Outras mais tradicionais irão renovar com pequenas quantidades, outras nem isso. Fato é que as empresas de ônibus urbanos estão se ''desdobrando'' para se manter no mercado, devido a redução de demanda e aumento de preços constantes nos insumos necessários para se manter a operação. 

A redução de mão de obra está sendo uma das atitudes que as companhias tiveram que adotar de 2018 até agora. Haverá, em 2019, muitas despesas com as rescisões de contratos, com isso, as empresas deverão resguardar seus capitais para concluir o processo e darem continuidade, em 2020, nos investimentos em tecnologia, que poderão vir ou não com mais vigor que no ano vigente.

Fonte: MOB Ceará
Redação: Narcísio Santos

4 comentários:

  1. Isso é porque renovam com of1519, no máximo um of1724 ou vw17260. Imagine se comprassem carros genuinamente padron. Quanto choro.... Piada

    ResponderExcluir
  2. Neste cenário a promessa de 60% da frota com Ar Condicionado em 2020 se torna uma incógnita. Pior para os usuários.

    ResponderExcluir
  3. Não é atoa que as empresas Rota expressa, Cearense e Terra Luz foram as últimas a fecharem as portas por não verem mais condições de continuar operando no sistema.

    As pessoas acham que só porque é uma empresa estão nadando em dinheiro estão sempre na fartura, as pessoas pensam que a palavra EMPRESA é mágica!

    Só entende que já teve ou tem algum negócio, ou quem tem ao menos despesas para pagar.

    Se até uma pessoa comum que tem seu carro ou sua moto, tem seus impostos para pagar e as vezes nem dá e acaba atrasando, imagina o dono de uma frota ainda mais sendo independente!

    As coisas andam difíceis tanto para empresas quanto para empregados essa é a realidade.

    ResponderExcluir
  4. Rescisões de cobradores, digasse de passagem.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário sobre nossas matérias, ou mande sugestões através do contato [email protected]
Ressaltamos que não nos responsabilizamos pelo conteúdo dos mesmos.