MOB conhece novos Caio Apache Vip da Santa Cecília Ranking das frotas mais novas do metropolitano Motta encomenda G7 1800 DD para 2018 Prefeito afirma vir articulados para corredor da Aguanambi Uma história exclusiva do Ciferal Jardineira São Benedito oferece visita ao MOB Ceará

segunda-feira, 7 de maio de 2018

As 10 principais mudanças no transporte de Fortaleza de 2014 a 2018

Fato é que o sistema de transporte urbano de Fortaleza sofreu e ainda está passando por mudanças importantes, com boa parte delas voltadas ao benefício  da população, outras para a sustentabilidade das empresas.

Na mobilidade urbana, o primeiro ponto a ser destacado foi a criação dos corredores exclusivos para ônibus, que aumentaram a velocidade média de tráfego e deram mais segurança no embarque e desembarque de passageiros.

Com os corredores, logo vieram os ônibus articulados padrão BRT, que somam-se 8 veículos até então. Os ônibus com padrão 5 portas foram inseridos também a partir de 2015, com comprimento de 13,2 metros e auxiliando na mobilidade urbana de Fortaleza.


Em 2014, o prefeito de Fortaleza Roberto Cláudio assinou um acordo entre a prefeitura e as empresas de ônibus para que todos os ônibus novos vindos de fábrica fossem equipados com ar-condicionado. O acordo está sendo cumprido até hoje, mesmo que a meta de manter 100% da frota climatizada até 2020 sempre foi descartada pelos busólogos, mediante o declínio econômico que o Brasil está passando nos últimos 5 anos.


Acompanhando o ar-condicionado, vieram também os sinais de internet gratuitos via Wi-Fi, disponibilizados inicialmente nos ônibus mais novos. Hoje em dia, o benefício está sendo expandido para toda a frota após a mudança dos validadores.


A pintura padrão dos ônibus foi alterada no primeiro semestre de 2014, adotando o branco com azul claro e cinza.

A expansão do número de ônibus com suspensão-a-ar também foi uma das mudanças do sistema urbano de Fortaleza. A tendência é que esse tipo de veículo tenha suas aquisições ampliadas a cada ano. No momento, o MOB Ceará está ciente de, pelo menos, 24 ônibus com suspensão pneumática devem chegar no primeiro semestre de 2018.


A mudança de conceito das empresas sobre a operação econômica impactou no dia a dia do transporte. Por uma via, os passageiros possuem um transporte mais seguro em relação a acidentes, mas por outra, os tempos das viagens foram aumentados ou são cumpridos de forma que os veículos não chegam mais adiantados, somente no horário correto ou atrasados, pois implantou-se, em algumas empresas, uma espécie de operação mais lenta, utilizando menos potência nas marchas de força afim de que os custos do transporte se tornem menores e não elevem com a implantação do ar-condicionado nos veículos, que aumentou o consumo de combustível, custo de aquisição bem como manutenção dos mesmos. Um detalhe é que essa mudança não foi percebida pela população.


E a principal mudança que dividiu opiniões entre os usuários do transporte foi a última - o embarque feito pela porta dianteira. Hoje, 100% dos ônibus de 3 portas foram convertidos, restando apenas os ônibus de 5 portas e os articulados que não puderam ter a estrutura mudada para a conversão. Para o transporte, a mudança gerou aumento de pagantes, redução de custos com pneus, redução de evasão de renda, entre outros. Para os passageiros, o medo de desembarcar ficou maior, embora as empresas já estão implantando ou ativando o dispositivo Anjo da Guarda, que impede do coletivo se locomover com as portas abertas. Estão sendo implantados, também, espelhos para melhorar a visibilidade da porta traseira para o motorista.

Fonte: MOB Ceará

14 comentários:

Walacy disse...

Este problema dos ônibus de 5 portas seria resolvido se o BRT funcionasse como realmente deveria funcionar: com pagamento de passagem nas estações. Mas aqui parece que as coisas são feitas "nas coxas", ou seja, no vai como pode. Pra piorar, quando todos ja estao acostumando com o embarque dianteiro, colocam estes veiculos em linhas convencionais, como a 42, 24, 52... confundindo ainda mais o passageiro, que agora corre para a porta dianteira.

Mauricio Camilo disse...

Concordo a maioria da população já está acostumada com o embarque dianteiro, ai colocam ônibus padron em linhas comum, a população fica muito confusa.

viação rota direta disse...

Parabéns pela reportagem, fez um resumo das últimas medidas implantadas, contudo acredito que as melhorias em termos de mobilidade estão bem atrasadas e assim os usuários acabam migrando para o transporte individual.

Nos-767 disse...

"Um detalhe é que essa mudança não foi percebida pela população."
---

Anda de 082/084 de manhã que vc entende... a inauguração do novo terminal permitiu que as empresas diminuíssem carros das linhas. A 84 perdeu uma tabela, e ACABOU a qualidade da linha. Estão sempre atrasados e cheios no pico.

DR.CARLOS HENRIQUE disse...

Foi colocado mais uma tabela na linha

Santiago disse...

Ônibus com 5 portas em linhas sem plataformas mostra amadorismo,falta de planejamento. Justo num momento de alternância no embarque, confundindo o usuário.

TNT LØG IVAN 303 disse...

Na minha opinião deveria ter mais onibus articulado pra atender mais a demanda,até na linha 51 deveria ter um ônibus articulado pq é muita gente no ônibus só,as pessoas ficam espremidas.

LUIS LIMA disse...

Essa operação econômica realmente transformaram os ônibus de fortaleza parecerem tartarugas, um negócio que só existe aqui!!

Nos-767 disse...

antes da reforma do terminal a 084 ganhou uma tabela fixa (11 no total), pq o atraso daquela "maldita voltinha" pra chegar no terminal 'provisório' era exatamente 10 minutos (ou mais,dependendo do horário).
Com o terminal inaugurado essa tabela voltou a ser uma 'chupetilha', não se vê essa tabela rodando.Tanto que a Fretcar não roda mais em Messejana (ela que disponibilizava um carro em dias úteis), só ficou as porcarias da Fortaleza.

Nos-767 disse...

e botar carro Padron no Gde Circular foi um grande acerto, SE fosse o PADRÃO da linha. Não é. A Via Urbana continua escalando carro 2013 com entrada dianteira (se bem que vem da mesma empresa que escala aquelas PORCARIAS 1519 que não sobem um viaduto com ar ligado sem gemer, na 50!!!!).

Aí só aumenta a bagunça...

Sávio Magalhães disse...

Bom a confusão do embarque dianteiro acabou, agora o que eu vejo em algumas linhas é que colocam aqueles ônibus de 5 portas que dizem ser “BRT” (SQN) nas linhas normais e o que mais vejo são os motoristas em cada parada gritando para os passageiros “LÁ ATRÁS, É LÁ ATRÁS...”
Falta de planejamento isso né! Pra não dizer incompetência, já que querem trazer o sistema BRT pra Fortaleza, que façam direito pelo menos!

Dagmauro Melo disse...

BRT em Fortaleza fracassou. Fizeram as empresas comprar articulados somente para fazer propaganda política, não houve planejamento algum. A prefeitura mesmo não sabe nem pra que serve. Os veículos são extremamente necessários mas perdem seu efeito quando trafegam junto com outro veículos na mesma linha e horário. Acredito eu que linhas como 045, 044, 041 deveriam ter também esses veículos. Em São Paulo eles são muito usados em vários tipos de linhas de alta demanda e não são tão difíceis de se dirigir quanto se imagina. Conversando com um ex motorista de articulados da CTC ele me garantiu que são até mais fáceis de dirigir do que os comuns e que a única dificuldade grande que existe é na ré. Espero que um dia se tenha uma gestão mais inteligente na Etufor e na prefeitura só assim as coisas podem mudar.

Santiago disse...

Vi em BH nas ruas do centro e em SP linhas de periferia com articulados. Empresariado e prefeitura usaram 8 articulados como propaganda pre-copa e eleitoreira. Infelizmente na aguanambi não colocarão articulados, muito menos nas linhas cargueiras citadas pelos colegas. Triste constatação

Evelano Oliveira Da Silva Evelano disse...

Acidente feio com o carro 35729 da Vega, hoje pela manhã 11/05 , uma carreta bateu de frente no veículo que faz a linha 650/EXPRESSO BR NOVA da Vega,a frente do ônibus ficou muito danificado com a batida lamentável, graças a Deus não tivemos vítimas fatal , só danos materiais e algumas pessoas com escoriações ...

Tradutor