Ceará Diesel apresenta novidades em evento noturno MS Turismo realiza visita e passeio com o MOB Ceará MOB Ceará conhece Via Metro e Guanabara de Juazeiro do Norte Busólogos procuram relíquias em Redenção-CE Visita na Viação Pernambucana MOB Ceará participa de evento em Londrina-PR Busca de antiguidades em Juazeiro do Norte

sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Nível de bons motoristas e cobradores eleva nos 4 últimos anos

Nos últimos 4 anos, o nível de qualidade dos motoristas e cobradores de ônibus tem melhorado gradativamente.



Há 10 anos, menos de 10% das empresas atuantes na época investiam em treinamento de seus funcionários. A liberdade exagerada era notória e motoristas desviavam o itinerário conforme sua vontade, haviam inúmeras queimas de parada, grosseria e intolerância aos passageiros, direção perigosa além de diversas outras situações.

Fato é que, ainda hoje, há casos que acontecem as situações descritas acima, mas numa minúscula intensidade em relação há 10 anos. Contudo, é perceptível os frutos dos trabalhos das equipes de Desenvolvimento Humano das companhias, que nos últimos 5 anos vêm ganhando mais valor, mais voz com o incentivo e autonomia patronal para a busca dessas melhorias, afinal, o cliente final (passageiro) é quem mantém todo o sistema de transporte coletivo, e merece ser respeitado.

Programas de avaliação funcional também incentivam ao bom atendimento

O MOB Ceará procurou o Sindiônibus para ter conhecimento sobre os dados para comprovar a percepção dos busólogos em relação ao assunto. O número de ocorrências em 2013 registradas pelo Alô Sindiônibus (4005-0956) foi de 10336, caindo para 6010 em 2017 em comparação aos 10 primeiros meses do ano. Os números registram queda de 4326 reclamações, que equivale a 41,85%. A expectativa é de mais melhorias, tendo em vista a modernização das gestões nas empresas, e consequentemente a percepção do valor do cliente em um sistema capitalista.

Fonte: MOB Ceará

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre nossas matérias, ou mande sugestões através do contato [email protected]
Ressaltamos que não nos responsabilizamos pelo conteúdo dos mesmos.

Tradutor