MOB conhece novos automáticos da Viação Princesa Conheça os dois hobbys que andam juntos: Busologia e Spotting Prefeito afirma vir articulados para corredor da Aguanambi Uma história exclusiva do Ciferal Jardineira Diversas fotos de ônibus antigos no MOB Relíquias. Clique nessa foto São Benedito oferece visita ao MOB Ceará

quarta-feira, 5 de julho de 2017

Double Deckers de 15 metros da Comil são homologados

A fabricante Comil Ônibus S.A. obteve na última terça feira, 04 de julho de 2017, a homologação da versão de 15 metros de comprimento do modelo Campione Invictus DD, de dois andares.
 


A empresa conseguiu para o modelo o novo CAT – Certificação de Adequação à Legislação de Trânsito, do Denatran, e a atualização do Renavam .

As primeiras unidades já estão prontas e dependiam destes documentos emitidos pelo Denatran, vinculado ao Ministério das Cidades, para serem emplacados e começarem a operar definitivamente de forma comercial.

As empresas Expresso Nordeste (Campo Mourão – PR), Premium (Porto Alegre – RS), Vanatur Turismo (Fernandópolis – SP) e Decálago Turismo (Belo Horizonte – MG) foram as primeiras a adquirirem os ônibus.
 


A produção de ônibus de 15 metros para o Brasil foi liberada no ano passado pelo Governo Federal. Em alguns países da América Latina, já podem circular ônibus com estas dimensões.

Antes desta liberação, o comprimento máximo para os ônibus brasileiros rodoviários era de 14 metros. Esta diferença de um metro a mais pode aumentar a capacidade do ônibus, transportando mais passageiros, o que resulta em lucratividade para as empresas, e maior conforto para os usuários, conforme ressalta a Comil em nota.

“A nova configuração de carrocerias 15 metros proporciona maior conforto, amplia o espaço interno aumenta a capacidade de levar passageiros, além de proporcionar uma imponência ainda maior para este modelo de carroceria.”

O Invictus DD é indicado para serviços de turismo, fretamento de alto padrão e linhas regulares para médias e longas distâncias.

Fonte: Diário do Transporte

Nenhum comentário:

Tradutor