REDES:

_

Ceará Diesel enfatiza DD's da Marcopolo e Busscar em Happy Hour Neuri Tur convida busólogos para aproximação Sindiônibus convida MOB Ceará para conversa sincera sobre mobilidade urbana MOB Ceará visita as instalações da Ferrari JG - Marcopolo MOB confere novos micros e rodoviários da Princesa Busólogos conhecem DD de 15 metros da Neqta

segunda-feira, 3 de abril de 2017

32 ônibus foram incendiados por violência de 2012 até hoje

Nos últimos 5 anos, a cidade de Fortaleza e região metropolitana foi alvo de violência em represálias de bandidos.

Durante todo esse tempo, o MOB Ceará optou de não divulgar em seu site os ocorridos, afim de não sair do foco que trata de novidades, pesquisas e especiais que relembram a história do transporte.

35717 da Vega


12028 da São José
Um levantamento foi feito afim de saber quantos e quais foram os veículos que tiveram perda total. Alguns ônibus sofreram atentados mas conseguiram ser recuperados, e estes não serão apresentados na lista a seguir, confira abaixo:
Viação Fortaleza: 2 ônibus




São José: 3 ônibus



Siará Grande: 1 ônibus

Santa Maria : 2 ônibus



Aliança: 1 ônibus

Via Urbana: 5 ônibus






Vega: 10 ônibus









Terra Luz: 3 ônibus



Dragão do Mar: 1 ônibus

Cearense: 2 ônibus


As empresas Maraponga e Santa Cecília não tiveram nenhum veículo incendiado, e a Fretcar recuperou o carro 19283, que teve apenas uma parte danificada.

No setor metropolitano, apenas duas empresas tiveram perda total de veículos, que foram a Via Metro e São Benedito.



Para saber quando cada um deles deixou o sistema, participe de nosso grupo oficial no Facebook clicando aqui:

Fonte: MOB Ceará
Redação: Narcísio Santos
Edição de fotos: Nemezio Neto/Narcísio Santos

2 comentários:

  1. houve outros carros da viametro, sem perda total: http://onibusbrasil.com/foto/2218729/

    ResponderExcluir
  2. Só citamos o caso da Fretcar como perda parcial por que ela não perdeu nenhum, foram mais de 10 ônibus com incêndios ou tentativas durante esse tempo.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário sobre nossas matérias, ou mande sugestões através do contato [email protected]
Ressaltamos que não nos responsabilizamos pelo conteúdo dos mesmos.