REDES:

_

MOB Ceará conhece as instalações da Ferraria JG - Marcopolo Viação Penha mostra sua casa e aquisições ao MOB Ceará Sindiônibus convida MOB Ceará para uma conversa aberta sobre mobilidade urbana Busólogos conhecem DD de 15 metros da Neqta Conhecimento fez diferença na visita da São José

quarta-feira, 6 de julho de 2016

Massa Falida da Busscar vai a leilão nesta quinta-feira (07)

A massa falida da Busscar – empresa brasileira conhecida por fabricar carrocerias de ônibus –, atualmente avaliada em de R$ 294 milhões,  vai a leilão pela terceira vez. Esta será a última oportunidade da empresa ser adquirida como uma operação completa, o que possibilita um eventual retorno à atividade. O pregão será realizado, em única data, nesta quinta-feira (07/07), às 14h, presencialmente na Associação Empresarial de Joinville (ACIJ), desta vez por 49% do valor avaliado, que somadas as três unidades chegam a pouco mais de R$ 144 milhões.

Na primeira etapa do pregão, serão colocados à venda três fábricas: a principal de carrocerias, em Joinville (SC), com lance inicial de R$ 122,4 milhões; duas de peças, uma no Distrito de Pirabeiraba, em Joinville (SC),com lance inicial de R$ 12,9 milhões; e a outra em Rio Negrinho (SC), partindo inicialmente por R$ 8,8 milhões.


Também é possível comprar cada unidade separadamente, incluindo todos os equipamentos e pagamento em até 60 parcelas.

Caso não hajam interessados, será oficialmente encerrada as tentativas de venda de sua operação e no mesmo dia, inicia-se a segunda etapa do leilão, onde os itens partem por 59% do valor da avaliação. Nesta fase, o pregão  será voltado para venda dos ativos da linha de montagem, que possuem valor agregado de aproximadamente R$ 51milhões, e todo o suporte a fabricação, que chegam a cerca de R$ 81 milhões. Como na primeira fase, também será permitido o pagamento parcelado dos bens em até 60 parcelas.

Fonte: Blog Autos & Máquinas

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre nossas matérias, ou mande sugestões através do contato [email protected]
Ressaltamos que não nos responsabilizamos pelo conteúdo dos mesmos.