REDES:

_

Ceará Diesel enfatiza DD's da Marcopolo e Busscar em Happy Hour Neuri Tur convida busólogos para aproximação Sindiônibus convida MOB Ceará para conversa sincera sobre mobilidade urbana MOB Ceará visita as instalações da Ferrari JG - Marcopolo MOB confere novos micros e rodoviários da Princesa Busólogos conhecem DD de 15 metros da Neqta

quarta-feira, 6 de julho de 2016

Massa Falida da Busscar vai a leilão nesta quinta-feira (07)

A massa falida da Busscar – empresa brasileira conhecida por fabricar carrocerias de ônibus –, atualmente avaliada em de R$ 294 milhões,  vai a leilão pela terceira vez. Esta será a última oportunidade da empresa ser adquirida como uma operação completa, o que possibilita um eventual retorno à atividade. O pregão será realizado, em única data, nesta quinta-feira (07/07), às 14h, presencialmente na Associação Empresarial de Joinville (ACIJ), desta vez por 49% do valor avaliado, que somadas as três unidades chegam a pouco mais de R$ 144 milhões.

Na primeira etapa do pregão, serão colocados à venda três fábricas: a principal de carrocerias, em Joinville (SC), com lance inicial de R$ 122,4 milhões; duas de peças, uma no Distrito de Pirabeiraba, em Joinville (SC),com lance inicial de R$ 12,9 milhões; e a outra em Rio Negrinho (SC), partindo inicialmente por R$ 8,8 milhões.


Também é possível comprar cada unidade separadamente, incluindo todos os equipamentos e pagamento em até 60 parcelas.

Caso não hajam interessados, será oficialmente encerrada as tentativas de venda de sua operação e no mesmo dia, inicia-se a segunda etapa do leilão, onde os itens partem por 59% do valor da avaliação. Nesta fase, o pregão  será voltado para venda dos ativos da linha de montagem, que possuem valor agregado de aproximadamente R$ 51milhões, e todo o suporte a fabricação, que chegam a cerca de R$ 81 milhões. Como na primeira fase, também será permitido o pagamento parcelado dos bens em até 60 parcelas.

Fonte: Blog Autos & Máquinas

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre nossas matérias, ou mande sugestões através do contato [email protected]
Ressaltamos que não nos responsabilizamos pelo conteúdo dos mesmos.