MOB Ceará participa de reportagem acadêmica sobre busologia Ranking das frotas mais novas do metropolitano Conheça a nova linha da Busscar Veja a lista dos ônibus mais geladinhos de Fortaleza. Concorda? Uma história exclusiva do Ciferal Jardineira São Benedito oferece visita ao MOB Ceará

quarta-feira, 17 de abril de 2013

Mais de 60% dos ônibus de Fortaleza são acessíveis

Nosso blog apresenta para você, caro leitor, mais uma pesquisa realizada pelos busólogos da equipe MOB Ceará. Desta vez, trataremos sobre o assunto "acessibilidade", que é atualmente um dos principais assuntos discutidos no mundo e que, por esses dias, foi alvo de debates na capital cearense, com discordâncias entre os números apresentados. Assim, vamos abordar como está a situação das empresas de ônibus de Fortaleza em relação a esse quesito.



Segundo nossos cálculos, a cidade de Fortaleza possui uma frota de 1893 ônibus operando no sistema urbano integrado e, deste número, contabilizamos 1165 veículos equipados com o elevador que auxilia no embarque e desembarque de pessoas com deficiência física, ou seja, Fortaleza conta com aproximadamente 61,5% da frota de ônibus com acessibilidade.

Com base na frota operante de cada empresa, vamos mostrar o percentual de ônibus com elevador analisando também a proporcionalidade da frota. Vale lembrar que em algumas empresas, está havendo um processo de renovação de frota neste exato momento, o que pode deixar nossos dados com uma margem de erro de até 1,5%.


Acompanhe os resultados da pesquisa: 

A 14ª colocação ficou com a Viação Siará Grande - que, por coincidência, possui o código operacional ''14'', com 56 veículos acessíveis em uma frota operante de 109 carros, o que representa cerca de 51,5% da frota adaptada.
Apesar de sua colocação, a empresa foi uma das primeiras a possuir o elevador para cadeirantes e antes da lei que obriga a acessibilidade no transporte, a empresa já contava com 6 veículos adaptados, quase 10% da frota na época.


Na 13ª colocação, a maior empresa do transporte coletivo de Fortaleza, a Vega, com 152 veículos adaptados e com a frota operante total de 280 carros, os acessíveis representam aproximadamente 54,3% da frota.


No 12° lugar, a Aliança Transportes, com 56,3% da frota acessível. Sua frota total é de 82 carros, sendo 45, o total de veículos acessíveis.

Na 11 ª posição está a Fretcar, uma empresa que vem se destacando nos últimos anos, sua frota é de 87 veículos e os carros com elevador representam 57,5% da frota, ou seja, 50 carros.


Em 10° lugar, a Viação Urbana com 132 veículos adaptados em uma frota de 228 veículos, o que representa 57,9% da frota.


No 9° lugar, a Auto Viação Dragão do Mar, que apesar de sua colocação, possui uma das frotas mais novas da cidade, como vamos mostrar posteriormente em uma outra pesquisa. A ''42'' possui 122 veículos com elevador em uma frota de 203 veículos, o que representa 60,1% da frota com acessibilidade. 


Na 8ª colocação está a Terra Luz, com 33 veículos acessíveis de uma frota de 54 carros, o que representa 61,1% da frota.


O 7° lugar ficou com a São José Transporte Urbano, com 61,7% da frota com elevador, atualmente a empresa possui 145 veículos adaptados.


Na 6ª posição de nosso ranking está a Cearense Transportes, com 41 veículos adaptados em uma frota de 65 carros, o que representa 63,1% da frota operante total.


O 5° lugar ficou a Santa Maria, com 56 veículos acessíveis em uma frota total de 88 ônibus, o que representa 63,7% da frota com elevador.


A 4ª posição ficou com a Santa Cecília, com 71 veículos com elevador em uma frota de 103 carros, a empresa possui 69% da frota adaptada. Vale ressaltar que não contabilizamos os 5 carros novos que ainda não estão operando nesse momento da realização da pesquisa.


Na 3ª posição está a mais antiga empresa de ônibus urbano da capital: A Viação Fortaleza. A empresa possui 145 carros acessíveis e uma frota operante de 207 carros, o que representa cerca de 70,1% da frota.


A vice-liderança, surpreendentemente, ficou com a Rota Expressa, com 38 veículos adaptados, sua frota é de 51 carros atualmente e os veículos acessíveis representam 74,51% da frota, isso sem contar com os 4 carros novos que ainda não iniciaram as operações.


E em 1° lugar, a Maraponga Transportes, com pouca diferença entre a Rota Expressa, a Maraponga possui 79 veículos acessíveis de uma frota de 106 ônibus, o que representa cerca de 74,53%, ou seja, a "26" quase empatou com a Rota Expressa, mas conseguiu ficar em primeiro lugar.


A Equipe MOB Ceará parabeniza todas as empresas relacionadas nesta pesquisa, pois, apesar de algumas ficarem em primeiro lugar ou em último, o que importa é que o transporte de Fortaleza está melhorando
 visivelmente
 (basta observar cada dia que passa) e, com isso, quem ganha somos nós, usuários do transporte. 

Fonte: MOB Ceará

Um comentário:

JONES SILVA disse...

A acessibilidade no transporte coletivo de Fortaleza não pode se resumir apenas a frota de ônibus com elevadores, tem questões bastante pertinentes como a adequação das paradas e terminais na perspectiva de atender as pessoas com deficiência sem prejudicar e/ou limitar seu acesso ao sistema de transporte, capacitação dos operadores para que o atendimento a esses usuários se estabeleça de de forma humanizada.
Também deve-se investir em tecnologis que permitam o acesso irrestrito ao transporte das pessoas com deficiência auditiva e deficiência visual.
Mas s avanços são de suma importancia, sem sombra de dúvidas.

Tradutor