REDES:

_

Ceará Diesel enfatiza DD's da Marcopolo e Busscar em Happy Hour Neuri Tur convida busólogos para aproximação Sindiônibus convida MOB Ceará para conversa sincera sobre mobilidade urbana MOB Ceará visita as instalações da Ferrari JG - Marcopolo MOB confere novos micros e rodoviários da Princesa Busólogos conhecem DD de 15 metros da Neqta

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Linha do dia: 901 - Dom Luiz

Na edição de hoje do "Linha do Dia", vamos abordar alguns detalhes da linha urbana de Fortaleza "901 - Dom Luiz".


A 901 é uma linha do tipo ''troncal'', que faz ligação entre o terminal do Papicu e o centro de Fortaleza, tendo seu ponto final na rua Dr. João Moreira.

Antes de chegar ao ponto final, a linha passa por algumas ruas bem conhecidas da capital como a rua Júlio Abreu, a própria Avenida Dom Luiz, Tibúrcio Cavalcante e uma parte da Dom Manoel.

Acompanhe o itinerário vigente:


A linha 901 - Dom Luiz, que é operada e muito bem servida pela Viação Urbana há mais de 16 anos, conta com uma boa frequência de veículos durante o dia. Na tabela abaixo, é possível observar alguns dados da linha:


quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Scania aposta em ônibus urbano com motor dianteiro

Depois de anos mais focada no segmento de ônibus rodoviários, a Scania cedeu à realidade do mercado brasileiro, que consome apenas 20% de rodoviários e 80% de modelos urbanos. A fabricante acaba de vender 42 chassis F 250 de ônibus urbanos com motorização dianteira para a empresa Jundiá. Eles estão sendo encarroçados pela Neobus e passam a circular no interior de São Paulo em março, segundo Eduardo Monteiro, chefe de vendas de chassis urbanos da Scania do Brasil.

Monteiro não revela o valor envolvido na negociação, mas diz que um ônibus Scania com motor dianteiro e já encarroçado custa em média R$ 300 mil. “Estamos muito felizes com essa primeira grande venda do chassi F 250. A Scania ficou um bom tempo sem comercializar ônibus urbanos com motorização dianteira, priorizando as vendas de rodoviários. Participávamos apenas das vendas de modelos urbanos com motor traseiro, mais elaborados. Mas o negócio com a Jundiá mostra que voltamos fortes em 2013 para esse segmento, responsável por 95% das vendas do segmento de urbanos no Brasil.”

O chassi F 250 foi apresentado pela Scania em outubro na FetransRio. Com tração 4x2, ele sai de fábrica com distância entre-eixos de 6,5 metros, comportando carroceria de até 13,2 metros de comprimento. A versão possui motor diesel de 9 litros e 250 cavalos de potência.

“O produto é reconhecido pela robustez e força no pesado serviço urbano. Além disso, garante ao operador excelente economia de combustível devido ao alto torque em baixas rotações, uma das maiores vantagens do propulsor Euro 5”, declara Monteiro. Ele acrescenta que o acesso ao corredor do ônibus foi otimizado.
Fonte: Automotive Business

Marcopolo/Caio Induscar protocola na Justiça proposta de aluguel de parque fabril da Busscar

A joint-venture formada pela Marcopolo e Caio/Induscar no início de 2012 formalizou uma proposta de aluguel/arrendamento do parque fabril da Busscar, que está em processo de falência na Justiça em Joinville. Segundo o Sindicato, a proposta seria de R$ 300 mil mensais e com a contratação imediata de cerca de 500 a 600 trabalhadores.
 

A petição foi protocolada na tarde de terça-feira e deve ser avaliada pelo juiz substituto na 5ª. Vara Cível, onde corre o processo. Após a decretação da falência é a primeira vez que uma proposta desta natureza é apresentada para que a produção de ônibus seja retomada, com geração de novos postos de trabalho e gerando receita para o pagamento das dívidas aos trabalhadores e demais credores.

Cabe agora ao juiz a decisão sobre esse pedido. O Sindicato ainda vai analisar o pedido e aguardar o posicionamento da Justiça. Enquanto isso a Comissão de Trabalhadores que é formada por ex-funcionários da Busscar passa agora para a formalização da Cooperativa – Cooperbuss, após conseguir a adesão de mais de 540 trabalhadores para a idéia.

Após este passo, a intenção do grupo é intensificar contato com o Judiciário, BNDES e lideranças políticas para a vinda de recursos para o plano de negócios produzido por eles. O Sindicato dos Mecânicos tem apoiado a iniciativa da discussão dos trabalhadores, bem como do processo de falência da Busscar na Justiça, onde agora há uma proposta oficial por parte de interessados.
 
Fonte: A Noticia

VOLARE APRESENTA LINHA 2013 DE VEÍCULOS E LANÇA OS MODELOS W6, W7 e WL

A Volare apresenta a sua linha 2013 de veículos e lança três novos modelos, o W6, o W7 e o WL, este último, o de maior capacidade do segmento, para até 36 passageiros, que têm como diferenciais o espaço interno, o design, a funcionalidade e a versatilidade. A fabricante também inova e introduz no mercado o conceito de modelos pela capacidade de passageiros/aplicação em lugar do tradicional PBT.

Segundo Milton Susin, diretor da Volare, a família ganha três novos modelos, desenvolvidos de forma inédita, tanto no sentido do design quanto da funcionalidade. “A grande inovação é que estamos mudando o conceito de aplicação do produto. A nova família tem os modelos definidos pela sua aplicação e número de passageiros que serão transportados, o que torna a escolha do cliente mais fácil e a utilização do veículo mais racional e vantajosa”, explica o executivo.

Até agora, o mercado utilizava o PBT (Peso Bruto Total) do veículo para definir qual o melhor modelo para a aplicação. Com isso, muitas vezes o veículo era superdimensionado para o serviço ou o cliente pagava por uma capacidade que, efetivamente, não utilizava. Com o produto focado na aplicação e no número de passageiros isso não acontece e o cliente pode adquirir o veículo que melhor atenda às suas necessidades. 


A nova família Volare

A nova família Volare conta com sete diferentes modelos – V5, W6, W7, W8, W9, DW9 e WL – em cinco versões (Executivo, Fretamento, Limousine, Urbano e Escolar), que atendem o transporte de 15 a 36 pessoas, mais o motorista. “Os novos veículos foram concebidos a partir de uma concepção moderna e inteligente para transportar pessoas com o máximo de conforto, segurança, eficiência, economia e mobilidade, e com o mínimo de emissões”, informa Susin.

Com os lançamentos 2013, os novos modelos W6 e W7 chegam para substituir o V6 e o V8, proporcionando mais funcionalidade e versatilidade. Já o WL traz uma nova e inédita opção para o mercado em termos de número de passageiros: é o primeiro produto da categoria com capacidade para 36 pessoas, além do motorista.

Na concepção da nova linha, os engenheiros da Volare desenvolveram os modelos “de dentro para fora“. Com isso, criaram um novo padrão de largura total – 2.360 mm – que permite configurar o salão de passageiros com poltronas duplas dos dois lados.

“Cada modelo foi minuciosamente projetado para atender as necessidades do mercado da forma mais racional, proporcionando o máximo aproveitamento do espaço, respeitando as normas e o conforto ao passageiro. Nosso negócio é transportar pessoas e a nossa engenharia trabalha a partir deste foco”, afirma Roberto Poloni, gerente de engenharia.

Todos os modelos possuem novas entradas de ar no painel dianteiro, produzido em plástico de engenharia, novo volante, salão de passageiros com acréscimo de quatro poltronas, cluster (painel de instrumentos) com design dinâmico e inovador com computador de bordo integrado e amplo bagageiro com aumento de 20% na sua capacidade.

Volare WL: capacidade de veículo grande com mobilidade de pequeno

O Volare WL é considerado a solução ideal para quem opera com grupos grandes no segmento de fretamento e turismo. O novo modelo acomoda 36 passageiros, mais motorista, com a leveza e a mobilidade de um veículo pequeno. Além do maior número de assentos, tem bagageiro especial, com 4.000 litros de capacidade. O acesso ao bagageiro também ficou facilitado, proporcionando maior comodidade aos passageiros.

O compartimento de bagagens conta com uma grande porta traseira com abertura até a base da carroceria, facilitando o carregador ao levantar peso, e tampas de acesso laterais que permitem melhor acomodação dos volumes.

Menor custo por assento do mercado nacional

O Volare WL otimiza o aproveitamento do espaço do salão de passageiros e tem a proposta de oferecer a melhor relação custo-benefício. O modelo possui novo desenho na parte traseira e novas lanternas (sinaleiras), porta-pacotes maior e mais abrangente, que se prolonga até a última fileira de poltronas, bagageiro na parte inferior (entre-eixos), salão de passageiros em dois níveis de altura e painel do motorista exclusivo e ainda mais ergonômico. Outra novidade é a nova meia-parede de separação entre a cabine do motorista e o salão de passageiros.

Volare W6 e W7

A grande novidade dos modelos W6 e W7 em relação aos anteriores V6 e V8, está na maior largura interna e total, que possibilitou uma configuração diferente do interior, com ganhos de conforto e segurança para os passageiros. Os veículos permitem configurações com poltronas duplas dos dois lados, proporcionando maior racionalidade e conforto de uso. Trazem também os vidros amplos e colados, faróis em LEDs e componentes em plástico de engenharia reciclável.

Os veículos Volare W6 e W7 estão disponíveis para diversas aplicações: Escolar, Urbano, Fretamento e Executivo. A empresa também fabrica modelos especialmente desenvolvidos para diferentes nichos de mercado, como os projetados para atender o programa Caminho da Escola ou para aplicações de serviços (ambulância, consultório dentário, médico, entre outros).

Outro modelo que recebeu importantes inovações que envolveram desde o conjunto mecânico até a carroceria foi o DW9. O veículo, agora, segue as mesmas características dimensionais do W9, diferenciado-se deste apenas pelo conjunto mecânico. O DW9 usa a motorização Mercedes-Benz OM 924 LA.V/21 - Euro V e o W9 utiliza o motor MWM Maxxforce 4.8 - Euro V.

Um dos diferenciais dos modelos é a parede de separação da cabine do motorista e o salão de passageiros. Produzida em plástico de engenharia reciclável, a parede é mais leve, permite maior visibilidade e conta com uma funcional porta deslizante no lugar da tradicional porta com dobradiça. Mais fácil e prática, a deslizante não interfere na área de circulação e possibilita a configuração com duas poltronas a mais. No porta-malas, os veículos apresentam um novo conceito de revestimento em plástico, em substituição ao anterior, de alumínio. A mudança propicia redução de peso, maior resistência e proteção às bagagens, além de o plástico funcionar como isolante termoacústico, com redução do nível de ruído no salão de passageiros.

Fonte: Volare

Conheça a frota da Viação Fortaleza

Através de pesquisa realizada com a cooperação dos membros da equipe MOB Ceará, vamos apresentar os dados quantitativos da frota operante da Viação Fortaleza.



Com idade média aproximada de 3,5 anos, a frota operante da Viação Fortaleza é de 207 veículos, sendo que deste número a frota é dividida entre 27 micro-ônibus e 180 carros grandes. Acompanhemos algumas imagens demonstrando por ano os modelos de carroceria pertencentes à frota da 02.
2012-02201 ao 02228
 

2011-02101 ao 02139


2010-02001 ao 02036
2009-02901 ao 02935


2008-02801 ao 02841


2007-02708 ao 02716, pula pro 02721 ao 02726, depois pula pro 02728 ao 02730, e por fim os 02739 e 02740.



2006-02604 ao 02606, 02618 e 02619


2005-02510, 02518 e 02519.
Fonte: MOB Ceará

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Ônibus em Destaque: Siará Grande 14301

Esta edição do "Ônibus em Destaque" traz para você, caro leitor, fotos de mais uma das novidades da Viação Siará Grande em 2013: O novo 14301.


Equipado com chassi Mercedes-Benz OF-1519 Euro 5 e carroceria Marcopolo Torino, este é um dos ônibus que faz parte da renovação da frota da empresa nesse ano. A exemplo dos outros ônibus que chegaram este ano, o 14301 já está circulando normalmente nas ruas da capital cearense.
O ônibus foi flagrado pelo busólogo Cândido Souza nas proximidades do Detran no bairro da Maraponga, antes mesmo de seu emplacamento.

Confira, abaixo, algumas imagens registradas:






segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Via Metro recebe dois micrões Neobus

A Via Metro de Maracanaú acaba de receber dois ônibus Neobus Spectrum, para rodar na cidade como apoio aos micrões que já trafegam por lá.



Equipados com chassi Mercedes-Benz OF-1418, os ônibus de prefixos 982 e 983 foram fabricados em 2009 e adquiridos da Auto Viação Jabour onde tinham as respectivas numerações 86086 e 86059.





Os dois micrões da Via Metro tem configuração muito semelhante ao micrões cariocas adquiridos pela São José Transportes Urbanos em outubro de 2012, com exceção no ano de fabricação (os da São José são de 2010), e alguns detalhes da carroceria, como a ausência da borracha divisória do para-brisa dianteiro.



Eles estão na fase final da reforma, quase prontos para circular nas ruas da região metropolitana de Fortaleza.


A linha inicial dos dois não está programada, mas é bem provável que, até o começo de Março, eles iniciem suas operações nas linhas municipais 002 - Jatobá / Ceasa e 004 - Olho d'Água / Taquara.


Fonte : MOB Ceará

Desativados: Carros da Santa Cecilia, Rota Expressa e Fretcar

O ano de 2013 teve início com uma grande renovação de frota nas empresas de Fortaleza, e por consequência disto, muitos carros foram desativados.
A seguir, o MOB Ceará irá apresentar alguns dos ônibus desativados nos últimos dias:

Com o início das operações dos Neobus 2013 na Rota Expressa, foram desativados, até o momento, os carros 33235, 33236, 33238, 33239, 33240 e 33428. Acompanhe as imagens de cada um :

Já na Santa Cecília foram desativados, até o momento, os carros 36202, 36203, 36301 e alguns microônibus, que em breve detalharemos em outra matéria, esse fato ocorreu devido a chegada dos novos ônibus Mascarellos na empresa. Acompanhe algumas imagens dos desativados:

Já na Fretcar, foram desativados os 4 carros de ano 2001 que a empresa possuía, os carros 19164, 19165, 19166 e 19167. Acompanhe algumas informações adicionais de cada:

19164, quando chegou em 2004, iniciou como 40164 da extinta Cidade Luz na linha 355 - Siqueira / José Bastos.


19165, quando chegou em 2004, iniciou como 40165 da extinta Cidade Luz na linha 355 - Siqueira / José Bastos.



19166 e 19167 chegaram em 2005, ainda na frota da extinta Cidade Luz, com os respectivos prefixos 40166 e 40167, ressalta-se que, na ocasião, estes substituíram os  Busscar Urbanuss ex Alagoas de prefixos 40866 e 40867.


Fonte: MOB Ceará

domingo, 24 de fevereiro de 2013

Linha 641-Guajeru 1 Recebe seu primeiro veículo acessível

A linha 641 - Guajer- 1 recebeu o seu primeiro veículo acessível: O carro 35928 da Vega. Acompanhe, abaixo, mais informações:

Os usuários da linha, que possuem deficiência física e utilizam cadeira de rodas, só contavam com 1 veículo com elevador, que é escalado na linha 642-Guajeru-2 e que passa somente de 40 em 40 minutos, mas agora, com o incremento do segundo ônibus, a linha passa a ter um tempo médio de 20 minutos de um para o outro , isso dependendo de onde o usuário possa embarcar ou desembarcar, pois como é  1 ônibus acessível para cada linha, o tempo que o cadeirante pode esperar pode variar.


Agora com essa melhoria, esperamos que todas as linhas que ainda não possuem sequer 1 veículo com elevador, sigam o exemplo do fato que estamos abordando hoje. Desde já, a equipe MOB agradece em nome dos usuários que, diariamente ou de vez em quando, utilizam a linha 641-Guajeru.

Fonte: MOB Ceará

Mini paixão: 20805 da Santa Maria (CE)

O MOB Ceará apresenta hoje o quadro "Mini Paixão", que vai mostrar um pouco da paixão dos busólogos, representado pelas miniaturas. E para inaugurarmos o nosso novo quadro, que fala sobre miniaturas de ônibus, vamos apresentar uma miniatura pertencente ao busólogo Rafael Tibúrcio.





O carro 20805 originalmente é um Caio Apache S22, encarroçado sobre o chassi Mercedes-Benz OF-1722, pertencente a empresa Santa Maria (CE). O veículo é o único nessas configurações dentre os outros carros pertencentes a frota da empresa.

Acompanhe uma foto dele:






O busólogo Rafael Tibúrcio, atual dono da réplica, adquiriu a mesma recentemente do também busólogo Fabiano Dodt, na qual possui uma imensa coleção de miniaturas. Segundo Rafael, ele está muito contente devido a mini ser sua primeira miniatura, apesar de que Rafael cria suas próprias miniaturas, porém feitas de papelão, o contrário da que ele adquiriu e que é feita de alumínio.

Acompanhe as imagens da miniatura do 20805 da Santa Maria captadas pelo dono da miniatura: