REDES:

_

Brasileiro 5045: um raro G6 Volvo que operou no intermunicipal cearense Sistema urbano de Fortaleza com 100% da frota acessível Expresso Cabral comemora 65 anos com renovação de frota Vega Manaus já passa de 160 ônibus e recebe 4 Marcopolo 0km Prime Plus recebe o MOB Ceará pela primeira vez Expresso Tur apresenta seus rodoviários ao MOB Ceará

quarta-feira, 20 de julho de 2022

Montadoras atrasam chassis e encarroçadoras abarrotam com encomendas não entregues

A falta de componentes para a conclusão da fabricação dos chassis para ônibus vem causando "congestionamento" nas entregas de pedidos das montadoras de ônibus.


Empresas que fizeram pedidos em janeiro deste ano ainda aguardam receber mais da metade dos equipamentos, principalmente pelo fato de que em 2022, a maioria, senão todas, terem feito seus pedidos à uma única montadora, sobrecarregando esta que depende de seus fornecedores para a conclusão das montagens dos chassis.

A produção de ônibus no Brasil todo já tinha tendência a ser grande em 2022, ano em que antecede as mudanças de tecnologia previstas para implantação em 2023, que deve encarecer mais ainda o custo de aquisição dos ônibus novos, assim como ocorreu em 2011 antes da implantação do sistema Euro V, tecnologia esta que se encerrará em dezembro deste ano.


Redação: Narcisio Santos

2 comentários:

Felipe Mateus Pinheiro Bento disse...

Hmmm.... Então é por isso que os Vip V da São José ainda não chegaram

aasj disse...

É capaz que só chegem em 2023 e vir por exemplo: 12301, 42301.....mesmo com motor Euro V.