REDES:

_

Viação Princesa batiza seu novo Double Decker em Canindé Crateús Turismo se destaca pela sua significativa expansão MOB Ceará realiza cobertura completa de vinda do TRIBUS da Itapemirim ao Ceará Teresina é a capital nordestina com mais linhas interestaduais, veja o ranking completo Oitava geração de ônibus rodoviários da Marcopolo é lançada

quinta-feira, 29 de julho de 2021

Via Metro deve suspender operações municipais de Juazeiro do Norte

A Via Metro Cariri, empresa de ônibus que opera rotas urbanas na Região Metropolitana do Cariri, anunciou que deve suspender a circulação de coletivos municipais em Juazeiro do Norte. A empresa informou nesta quinta-feira (29/07), a interrupção gradual de cerca de dez rotas que circulam dentro do município juazeirense, a partir deste sábado (31), mas afirmou que as rotas intermunicipais entre Juazeiro, Crato, Barbalha e Missão Velha permanecem sem alterações.


Em negociações desde o início da gestão do prefeito Glêdson Bezerra (Podemos), a fim de solucionar problemas ocasionados pela pandemia, tais como a redução de funcionários e a necessidade de aumento no valor das passagens, que custando R$ 2,45 a inteira e R$ 1,20 a meia, estão sem reajuste desde 2019. A Via Metro vinha desde então negociando com a prefeitura para que fossem dispostos subsídios por parte do município ou do governo estadual para que continuasse operando. O governador Camilo Santana (PT), inclusive, já havia sinalizado positivamente ao chefe do executivo juazeirense este subsídio.

No entanto, em nota divulgada pela empresa, esta informou que “apesar de todas as garantias contratuais assinadas pela administração pública, o que se viu no decorrer dos anos foi um descaso por parte da prefeitura municipal no cumprimento das suas obrigações, como a aplicação dos ajustes tarifários previstos a ocorrerem anualmente e a fiscalização aos transportes alternativos, sendo estes proibidos de operar concorrencialmente com os ônibus”. A Via Metro informou que, durante a pandemia de Covid-19, houveram diversos agravamentos no setor, como a redução em 60% na quantidade de passageiros pagantes, aumento no preço dos insumos e combustíveis, bem como a necessidade de desligamento de funcionários, o que tem viabilizado o que chamaram de “colapso financeiro” do sistema da empresa.

Conforme disseram no documento, a partir deste sábado (31), inicia-se a redução gradual na operação das linhas municipais, até que sejam cessadas totalmente. A primeira delas será a linha “02 – Centro/Tiradentes”, pois segundo a Via Metro, a linha possui atendimento por transporte alternativo, o que é proibido por lei. A empresa ainda aconselha a todos os usuários do transporte público a não adquirirem créditos eletrônicos futuros para estas rotas, bem como utilizarem estes créditos em passagens no sistema intermunicipal de ônibus.

Fonte: Gazeta do Cariri

7 comentários:

Demysson disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Demysson disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fanáticos Bus disse...

Eita Juazeiro do Norte, agora ficou esclarecido por que a cidade tem a tradição de não reeleger prefeito,por que o que assume nao esta nem ai para a população, não é a toa que o atual Prefeito é seu vice, além de estar sofrendo processo de impechaman, sofre com irregularidades no TRE-CE, que pode sofrer a cassação da chapa por irregularidades durante as eleições.

Nos-767 disse...

Eu não sabia que manter/não manter a "grandiosa e fofa" ViaMetro era motivo de Juazeiro ser desse jeito. O entendimento de política realmente está muito além da minha compreensão.

Quer dizer que o Prefeito manter a passagem a R$2,45 é "não estar nem aí pra população" ? PQP

Simples. A operação é inviável e o presidente da Câmara é simplesmente ... um dos sócios da "finada Lobo".

André Régis disse...

Tá explicado

Fanáticos Bus disse...

Nao falei somente em relação ao transporte, falo desde a Saúde ate a educacao, por isso que la nenhum Prefeito consegue a reeleição, por que nao cumpre 1/3 das suas promessas que fizeram na campanha.

Demysson disse...

Eu acho é pouco, pois a ViaMetro quer fazer do jeito que faz aqui em Maracanaú onde ela "casa e batiza" aí começa com mímimi é chantagem barata!