REDES:

_

Novos LD's da Satélite Norte são conferidos por busólogos cearenses Ceará Diesel enfatiza DD's da Marcopolo e Busscar em Happy Hour Neuri Tur convida busólogos para aproximação Sindiônibus convida MOB Ceará para conversa sincera sobre mobilidade urbana MOB Ceará visita as instalações da Ferrari JG - Marcopolo MOB confere novos micros e rodoviários da Princesa

segunda-feira, 29 de junho de 2020

Grande Messejana é o bairro que mais deprecia a frota da cidade

Os bairros da Secretaria Regional VI são os piores em relação às malhas viárias onde trafegam os ônibus.


É notório que veículos que chegam novos, ou mesmo de outros bairros para rodarem efetivo nas linhas da Messejana se deterioram muito rápido.

Pedras, Ancuri, Jangurussu e conjunto Palmeiras são os principais, com ruas de calçamento emburacados, ruas de areia como no Jangurussu e diversas obras inacabadas que deixam as vias obstruidas.

Os veículos andam pesados, e ainda que rodem com 40 km por hora na maioria das vias, a carroceria vai afrouxando, ainda que seja do melhor fornecedor. Altos custos com molas quebradas, sujeira e atrasos são problemas também inclusos na lista.

A Prefeitura de Fortaleza, desde outras gestões, nunca deu atenção a essa área como deveria ser. A secretária de infra-estrutura deixa muito a desejar nesse quesito. Os piores casos são no bairro Pedras, isso por que há crateras na divisa com o município de Itaitinga onde cada cidade joga a responsabilidade para a outra.

Além de todos os problemas citados, há relatos de moradores do Barroso, São Cristóvão e adjacências que alegam que, segundo a prefeitura, determinadas ruas constam como asfaltadas, sendo que na prática, a obra nunca foi feita.

Fonte: MOB Ceará
Redação: Narcisio Santos

9 comentários:

  1. A que ponto chegamos, o Mob virando um site político, critica-se as gestões, mas nunca as empresas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falta de matéria, dar nisso ir atras de fazer politicagem

      Excluir
    2. Onde leram crítica ao governo atual? Problema da messejana é de décadas, pesquise nos arquivos da fetrans!

      Excluir
    3. Cícera, diga ai qual site de busologia tem 9 anos no ar com material inédito diariamente? Então sua crítica é falácia mas agradecemos pela sua participação.

      Excluir
  2. Mas se os problemas são das gestões, o que as empresas tem haver com isso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. EMPRESA TEM ACESSO DIRETO AO PREFEITO, PODERIA MUITO BEM PEDIR A MELHORIA DO BAIRRO ATE PRA ELA REDUZIR SEUS CUSTOS NA MANUTENÇÃO.

      Excluir
  3. MOBCE não específicou gestão A ou B e sim gestões que deixaram a periferia a própria sorte. Se a malha víaria é ruim não tem como exígir ônibus novo nas linhas da região tema da matéria.

    ResponderExcluir
  4. Concordo com a Cicera quando ela fala sobre as empresas terem acesso ao prefeito e exigir melhorias nas vias em q os ônibus trafegam. É um problema antigo? Sim, mas falta entendimento entre empresas e prefeitura @

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário sobre nossas matérias, ou mande sugestões através do contato [email protected]
Ressaltamos que não nos responsabilizamos pelo conteúdo dos mesmos.