REDES:

_

Brasileiro 5045: um raro G6 Volvo que operou no intermunicipal cearense Sistema urbano de Fortaleza com 100% da frota acessível Expresso Cabral comemora 65 anos com renovação de frota Vega Manaus já passa de 160 ônibus e recebe 4 Marcopolo 0km Prime Plus recebe o MOB Ceará pela primeira vez Expresso Tur apresenta seus rodoviários ao MOB Ceará

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Os Ford da Rota Expressa/Terra Luz e sua história

A Autoviária São Vicente de Paulo possuiu 28 Caio Vitória dotados do chassi Ford B-1618, sendo que boa parte foi comprada zero quilômetro em 1995, alguns vieram da Empresa Iracema (sendo que parte ainda chegou a rodar na Viação Fortaleza), e um havia sido adquirido da NGB Turismo.


Os ônibus foram comprados para substituir os veículos do tipo ''pesado'' que possuíam um maior custo operacional e possuíam a mesma capacidade de transporte dos semi pesados. Os veículos foram enumerados de 01058 a 01085, e depois para 01415, 01500 ao 01526.


Em 1999, com a cisão da Autoviária, todos os Ford ficaram sob posse da Rota Expressa, empresa criada na divisão. Em 2001, com cisão da Rota Expressa, os veículos permaneceram na mesma.

Os primeiros veículos Ford a serem desativados saíram de frota no final de 2001, com a chegada de 9 ônibus novos. Os outros foram sendo retirados de circulação em 2002.


Em 2003, surgiu uma nova divisão onde foi criada a Terra Luz Transportes. Naquele momento, os últimos 6 Ford foram divididos entre as duas, ficando na Rota Expressa o carro 33500, e na outra empresa os seguintes veículos: 41516, 518, 521, 523 e 526. Os veículos operaram até 2005, quando completaram 10 anos de uso.



Após isso, o ônibus que tinha o prefixo 33519 que era usado no suporte da manutenção das duas companhias era visto constantemente nos terminais e ruas, principalmente quando o Caio Amélia (reboque) estava ocupado ou em manutenção.


Fonte: MOB Ceará

0 comentários: