MOB Ceará participa de reportagem acadêmica sobre busologia Ranking das frotas mais novas do metropolitano Conheça a nova linha da Busscar Veja a lista dos ônibus mais geladinhos de Fortaleza. Concorda? Uma história exclusiva do Ciferal Jardineira São Benedito oferece visita ao MOB Ceará

sexta-feira, 28 de junho de 2013

Preço da passagem de Maranguape diminui 1 dia antes de manifestações

Mesmo após redução da tarifa de ônibus intermunicipal de R$ 5,15 para R$ 4,50, anunciada pelo prefeito Átila Câmara nesta sexta-feira (28), manifestação em Maranguape deve acontecer neste sábado (29). De acordo com o integrante do Grupo “Acorda Maranguape”, Kádson Braga, a redução tarifária não é o suficiente, pois ela ainda continua injusta. “Entendemos o avanço,  mas não vamos deixar de fazer a manifestação. Fora esta discussão, ainda existem outras demandas”, conta.


Segundo Kádson, é preciso fazer um novo cálculo da distância entre Maranguape e Fortaleza. “A tarifa intermunicipal é calculada pelo sistema de anéis, que varia de acordo com a distancia das cidades. Oficialmente o município está enquadrada no 4º anel tarifário, enquanto deveria estar no 2º anel, onde se é cobrado o valor de R$ 2,85. Existe um equívoco no cálculo desta distancia, queremos que ela seja recalculada”, explica.
A assessoria da Prefeitura de Maranguape a prefeitura já tenta negociação com os empresários do transporte coletivo há muito tempo. “A primeira reunião com os empresários das empresas de ônibus aconteceu na semana passada e só ontem a noite os empresários se reuniram e deram uma resposta ao prefeito sobre a redução”, disse. O prefeito Átila acredita que a decisão tomada pelos empresários foi por conta da pressão da população. A assessoria disse ainda que a prefeitura está de acordo e apoia a manifestação. “É através dessas mobilizações que as mudanças acontecem”, explicou. Independente das manifestações e das novas decisões, o novo valor anunciado pelo prefeito começa a vigorar a partir de segunda-feira (1º de julho).


Outras reivindicações
Além do preço da passagem, moradores também reclamam da restrição da meia passagem nos dias de domingo e feriados. O estudante Ivan Araújo, denuncia que a meia passagem é vedada aos domingos. De acordo com ele, as empresas argumentam que domingo não é dia de aula. “Não há nenhum documento que determine isso nos ônibus, mas quando chega na catraca o cobrador não aceita que pague meia passagem”, diz. Entre as demandas também estão veículos novos, melhores  condições de trabalho para cobradores e motoristas, criação de corujões (o último ônibus sai de Fortaleza por volta das 23h40 e o próximo vai a Fortaleza às 5h).

Concentração

A concentração acontecerá a partir das 9h, em frente a rodoviária do Município. A manifestação será pacífica. A Guarda Municipal e a Polícia Militar farão o acompanhamento dos manifestantes. “Já conversamos com a Guarda Municipal e a PM. Também fizemos uma visita ao comércio para explicar a mobilização”, conta a organização do movimento “Acorda Maranguape”. Kádson explica, também, que na ocasião será realizada panfletagem para explicar o motivo das reivindicações e serão colhidas assinaturas para um abaixo-assinado que será encaminhado ao Ministério Público. “O abaixo-assinado online já possui mais de 1.3 mil assinaturas e, no sábado, estaremos recolhendo outras, presencialmente”, finaliza.

Fonte: Tribuna do Ceará

Nenhum comentário:

Tradutor