MOB conhece novos automáticos da Viação Princesa Ranking das frotas mais novas do metropolitano Prefeito afirma vir articulados para corredor da Aguanambi Uma história exclusiva do Ciferal Jardineira Diversas fotos de ônibus antigos no MOB Relíquias. Clique nessa foto São Benedito oferece visita ao MOB Ceará

sábado, 20 de outubro de 2012

Matando a saudade: Articulados da CTC

Hoje o quadro Matando a Saudade vai relembrar a trajetória não de um, mas de quatro ônibus que marcaram a história do transporte coletivo de Fortaleza.

Os ônibus articulados foram revolucionários e únicos por aqui, pois até então nunca se tinha visto em nossa cidade um ônibus daquele tamanho. A não ser pelos poucos "Papa-Filas" que levavam e traziam passageiros de Fortaleza a algumas cidades do interior cearense.

A inédita inclusão desse tipo de veículo foi parte do plano de reconstrução do sistema de transporte coletivo de Fortaleza, que previa entre outras melhorias: Ônibus tipo Padron com alto desempenho, construção de terminais e serviços relacionados à malha viária da cidade.

Os quatro ônibus, de numeração 09053 a 09056, foram adquiridos entre 1989 e 1990 e tinham a mesma especificação de chassis e carroceria: Thamco Padron Águia, chassi Volvo B58 articulado, motor THD-100 GC e câmbio manual de seis marchas da alemã ZF.



No fim de 1989 foi realizada uma solenidade no Esplanada Praia Hotel, onde a concessionária Volvo de Fortaleza (Apavel) entregou as chaves dos dois primeiros articulados ao então prefeito de Fortaleza Ciro Gomes e, no ano seguinte os outros dois foram incorporados à frota da empresa.

Depois da pomposa inauguração, os ônibus começaram a circular nas linhas Messejana/Barra do Ceará, Barra do Ceará/Cais do Porto e Campus do Pici/Unifor, e enquanto isso, os jornais da época noticiavam que a população clamava que os articulados chegassem até a praia.


Depois de circular pouco tempo ostentando a pintura padrão da CTC, os ônibus tiveram que se adequar ao padrão do Sistema Integrado de Transporte, passando a exibir a pintura do tipo "Azul Troncal" e assim passaram também a circular em outras linhas de grande demanda da empresa.

Por vários anos, os ônibus articulados da CTC serviram à população de Fortaleza, transportando com facilidade mais de 200 pessoas, até que no ano 2000 eles foram precocemente desativados, o que levou a lamentação de todos os seus fãs.


Fonte: MOB Ceará

Um comentário:

yago wesley disse...

EU ME LEMBRO DE QUANDO EU ERA PEQUENO E VIA ESSES GRANDÕES NO TERMINAL DE MESSEJANA. ESSES ONIBUS ERAM DEMAIS... QUERIA TER ANDADO NUM DELES MAIS NUNCA ANDEI. AGORA SÓ RESTA A SAUDADE DESSES BELOS BUSÕES. ACHO Q AS EMPRESAS DE ONIBUS DE FORTALEZA DEVERIAM COMPRAR ONIBUS ARTICULADOS PARA ATENDER A DEMANDA DA POPULAÇÃO Q RECLAMA DO SISTEMA DE TRANSPORTE ATUAL DA NOSSA CIDADE. POIS É MELHOR ANDAR 200 PESSOAS NUM ONIBUS ARTICULADO DO QUE 100 PESSOAS ENTALADAS NUM ONIBUS PADRON.

Tradutor