MOB conhece novos automáticos da Viação Princesa Saiba quantos ônibus a gigante Gontijo possui MS Turismo renova frota com Caio Solar 2013 Viação Penha se mantém com a 4ª frota mais nova João Pessoa-PB renovando a frota com Torino São Benedito oferece visita ao MOB Ceará

sábado, 20 de outubro de 2012

Matando a saudade: Articulados da CTC

Hoje o quadro Matando a Saudade vai relembrar a trajetória não de um, mas de quatro ônibus que marcaram a história do transporte coletivo de Fortaleza.

Os ônibus articulados foram revolucionários e únicos por aqui, pois até então nunca se tinha visto em nossa cidade um ônibus daquele tamanho. A não ser pelos poucos "Papa-Filas" que levavam e traziam passageiros de Fortaleza a algumas cidades do interior cearense.

A inédita inclusão desse tipo de veículo foi parte do plano de reconstrução do sistema de transporte coletivo de Fortaleza, que previa entre outras melhorias: Ônibus tipo Padron com alto desempenho, construção de terminais e serviços relacionados à malha viária da cidade.

Os quatro ônibus, de numeração 09053 a 09056, foram adquiridos entre 1989 e 1990 e tinham a mesma especificação de chassis e carroceria: Thamco Padron Águia, chassi Volvo B58 articulado, motor THD-100 GC e câmbio manual de seis marchas da alemã ZF.



No fim de 1989 foi realizada uma solenidade no Esplanada Praia Hotel, onde a concessionária Volvo de Fortaleza (Apavel) entregou as chaves dos dois primeiros articulados ao então prefeito de Fortaleza Ciro Gomes e, no ano seguinte os outros dois foram incorporados à frota da empresa.

Depois da pomposa inauguração, os ônibus começaram a circular nas linhas Messejana/Barra do Ceará, Barra do Ceará/Cais do Porto e Campus do Pici/Unifor, e enquanto isso, os jornais da época noticiavam que a população clamava que os articulados chegassem até a praia.


Depois de circular pouco tempo ostentando a pintura padrão da CTC, os ônibus tiveram que se adequar ao padrão do Sistema Integrado de Transporte, passando a exibir a pintura do tipo "Azul Troncal" e assim passaram também a circular em outras linhas de grande demanda da empresa.

Por vários anos, os ônibus articulados da CTC serviram à população de Fortaleza, transportando com facilidade mais de 200 pessoas, até que no ano 2000 eles foram precocemente desativados, o que levou a lamentação de todos os seus fãs.


Fonte: MOB Ceará

Um comentário:

yago wesley disse...

EU ME LEMBRO DE QUANDO EU ERA PEQUENO E VIA ESSES GRANDÕES NO TERMINAL DE MESSEJANA. ESSES ONIBUS ERAM DEMAIS... QUERIA TER ANDADO NUM DELES MAIS NUNCA ANDEI. AGORA SÓ RESTA A SAUDADE DESSES BELOS BUSÕES. ACHO Q AS EMPRESAS DE ONIBUS DE FORTALEZA DEVERIAM COMPRAR ONIBUS ARTICULADOS PARA ATENDER A DEMANDA DA POPULAÇÃO Q RECLAMA DO SISTEMA DE TRANSPORTE ATUAL DA NOSSA CIDADE. POIS É MELHOR ANDAR 200 PESSOAS NUM ONIBUS ARTICULADO DO QUE 100 PESSOAS ENTALADAS NUM ONIBUS PADRON.

Tradutor