MOB conhece novos automáticos da Viação Princesa Ranking das frotas mais novas do metropolitano Prefeito afirma vir articulados para corredor da Aguanambi Uma história exclusiva do Ciferal Jardineira Diversas fotos de ônibus antigos no MOB Relíquias. Clique nessa foto São Benedito oferece visita ao MOB Ceará

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

MAN também aposta em ônibus híbrido

Com a inauguração da produção e do mercado brasileiro de ônibus híbridos pela Volvo, cujo primeiro veículo começou a rodar em Curitiba (PR) há pouco mais de uma semana, as demais montadoras de chassis começam a trilhar pelo mesmo caminho. É o caso da Mercedes-Benz, que anunciou sua entrada no nicho a partir do desenvolvimento de um modelo específico para o Brasil (leia aqui). A MAN Latin America também entrou na briga. A empresa, que detém a marca Volkswagen Caminhões e Ônibus, anuncia o desenvolvimento local de um chassi híbrido diesel-hidráulico, projetado pela engenharia da unidade de Resende (RJ).

Segundo Ricardo Alouche, diretor de vendas, marketing e pós-venda da MAN, o veículo está em fase de testes internos. “Em 2013 daremos início aos testes nas ruas e nossa expectativa é de que o lançamento seja feito nos próximos 24 meses”, disse.

Além do ônibus híbrido diesel-hidráulico, a montadora planeja trazer para o País o híbrido diesel-elétrico Lion’s City, vendido na Europa sob a marca MAN. O modelo foi exposto durante a Rio+20, conferência sobre desenvolvimento sustentável da ONU, realizada em junho no Rio de Janeiro. Sua propulsão combina um motor diesel e um elétrico e reduz em até 30% o consumo de combustível e de emissão de CO2, segundo a empresa. A energia elétrica é gerada a partir da frenagem do veículo e utilizada na partida.


Alouche revela que a MAN iniciará os testes do Lion’s City em grandes cidades brasileiras a partir do primeiro trimestre de 2013, começando pela Região Sul, em Porto Alegre (RS), e partirá para outras localidades, como São Paulo e Curitiba. Ele disse que o modelo marcará a entrada da marca MAN no mercado brasileiro de ônibus, mas não divulgou quando a empresa pretende lançá-lo por aqui.

Enquanto os híbridos não vêm, a empresa foca sua estratégia na ampliação de portfólio dos chassis comuns, com o lançamento do 17.260 OD, na categoria de 17 toneladas, com motor dianteiro MAN D08, de seis cilindros, com sistema EGR, que dispensa o uso de Arla 32. Com este novo produto, a montadora aumenta para nove o número de chassis disponíveis no mercado brasileiro, para micro-ônibus, urbanos e rodoviários.

Fonte: Sueli Reis/Automotive Business

Nenhum comentário:

Tradutor