MOB conhece novos automáticos da Viação Princesa Saiba quantos ônibus a gigante Gontijo possui MS Turismo renova frota com Caio Solar 2013 Viação Penha se mantém com a 4ª frota mais nova João Pessoa-PB renovando a frota com Torino São Benedito oferece visita ao MOB Ceará

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

BRS segue a lei nacional de mobilidade urbana

Priorizar o transporte coletivo em detrimento do individual e o transporte público em detrimento do privado. É o que diz a Lei 12.587, de 3 de janeiro de 2012, que institui diretrizes da Política Nacional de Mobilidade Urbana. É tendo como base esta legislação que a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) implantou, na Capital, o Serviço Rápido de Ônibus de Fortaleza (BRS-FOR), inicialmente, na Avenida Bezerra de Menezes.

Ao contrário de outras capitais, em Fortaleza, as faixas não poderão ser exclusivas devido aos veículos que precisam dobrar à direita



A via foi escolhida por causa do pesado tráfego que recebe. Segundo dados da Autarquia Municipal de Trânsito, Serviços Públicos e de Cidadania (AMC), diariamente circulam pela via 48.750 veículos, sendo 21 mil no sentido Centro/Antônio Bezerra e 27.750 no sentido oposto.

Com a implantação das faixas prioritárias, a expectativa da Etufor é que o tempo de viagem caia pela metade. "Se a velocidade média passar de 20 Km, já estamos satisfeitos, é sinal de que a operação foi um sucesso", comenta o presidente da Etufor, Ademar Gondim.

Questionamentos

No primeiro dia de implantação das faixas prioritárias, alguns setores questionaram a nova medida, a exemplo de um colégio particular próximo à Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA), que reclamou do embarque e desembarque dos estudantes, e do Mercado São Sebastião, que se queixou da chegada dos veículos no sentido Oeste/Leste. A Etufor afirma que os casos estão sendo avaliados.

Diferente de outras capitais, em Fortaleza, as faixas prioritárias não poderão ser exclusivas, por causa dos veículos que precisam dobrar à direita. Apesar de não precisar datas, o presidente da Etufor afirma que, até o fim da gestão, mais vias, como Leste-Oeste, Perimetral, Antônio Sales e Washington Soares, deverão contar com o BRS-FOR.
O Corredor BRT Anhanguera de Goiânia - Velocidade Operacional, acessibilidade, segregação de modais e intrusão consciente no espaço Urbano da Grande Goiânia.
Para orientar os motoristas e viabilizar o tráfego de veículos, uma operação envolvendo 236 funcionários da Etufor e 30 agentes de trânsito da AMC estiveram, durante todo o dia de ontem, na Avenida Bezerra de Menezes. Conforme Ademar Gondim, a operação segue por tempo indeterminado, até que a população absorva as mudanças.

Por enquanto, os agentes não estão multando, apenas prestando orientações. Somente depois que a população estiver acostumada com as mudanças é que a AMC passará para medidas mais enérgicas, com aplicação de multas. Ainda assim, Gondim garante que, quando a fiscalização for ativada, não terá avaliação subjetiva por parte dos agentes de trânsito, pois ela será feita de forma eletrônica. "Temos câmeras em toda Bezerra de Menezes, onde poderemos confirmar a infração. O importante é que as pessoas entendam que é um benefício e colaborem", destaca.

Apesar de concordar com a implantação das faixas prioritárias, que "organizam os carros", o pedreiro Miguel Matias se queixa da alteração das paradas de ônibus e disse que, por conta da mudança, teve de andar três quarteirões a mais ontem.

O presidente da Etufor disse que o cidadão tem que descobrir qual a melhor parada para embarcar e que ele só deverá andar dois quarteirões, pois a distância máxima entre as paradas do mesmo tipo é de 500 metros.

Fonte: Lêda Gonçalves/Luana Lima
Foto: J. Machado/Carlos Júnior

Um comentário:

Robertão disse...

E corredor exclusivo para ônibus e as estações de embarque e desembarque em nível para passageiros? Quando serão implantados? Ou isso tudo não passa de conversa fiada?

Tradutor