MOB conhece novos automáticos da Viação Princesa Conheça os dois hobbys que andam juntos: Busologia e Spotting Prefeito afirma vir articulados para corredor da Aguanambi Uma história exclusiva do Ciferal Jardineira Diversas fotos de ônibus antigos no MOB Relíquias. Clique nessa foto São Benedito oferece visita ao MOB Ceará

quinta-feira, 21 de junho de 2012

Empresas esperam que motoristas reduzam exigência salarial

O presidente do Sindicato das Empresas de Transporte Público de Fortaleza (Sindiônibus), Dimas Barreiras, afirmou nesta quarta-feira (20) que não irá voltar a negociar com motoristas e cobradores em greve caso os trabalhadores mantenham a reivindicação de aumento salarial de 15%.

Na segunda-feira (18), o Sindiônibus havia aumentado a proposta de 4,88% para 8,5%, que foi rejeitada pelos trabalhadores, que decidiram entrar em greve a partir desta quarta-feira. Além do reajuste, o Sindiônibus ofereceu aumento da cesta básica de R$ 60 para R$ 70 e vale refeição diário de R$ 7 para R$ 8. Na noite de terça-feira (19), o presidente do Sintro, Domingos Neto, havia dito que "até 10% a categoria estava disposta a aceitar para evitar a greve".

Dimas Barreiras diz que cerca de 600 dos 2.100 da frota de ônibus públicos de Fortaleza estão em circulação nesta quarta-feira, primeiro dia da greve. O presidente do Sindiônibus diz que parte dos ônibus foram depredados durante manifestações sindicais e que por isso alguns dos veículos estão parados. Ele afirmou que estes ônibus estão passando por reparo e devem retornar ainda nesta semana para reforçar a frota em circulação. O sindicato dos trabalhadores diz orientar categoria para evitar qualquer tipo de vandalismo ou destruição ao patrimônio.

Decisão judicial 
A presidente do Tribunal Regional do Trabalho do Ceará (TRT-CE), Maria Roseli Mendes Alencar, determinou que os Sindicatos dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado do Ceará (Sintro) mantenha 70% da frota de ônibus em circulação nos horários de pico e 50% nos demais horários. A decisão, tomada na manhã desta quarta-feira (20), tem como objetivo assegurar o acesso da população de Fortaleza e Região Metropolitana ao transporte coletivo.
Prisões
Dois cobradores foram presos nas proximidades do terminal de ônibus do Bairro Antônio Bezerra, na manhã desta quarta-feira (20), secando pneus de vários veículos segundo informações da Polícia Civil. De acordo com o inspetor do 10º Distrito Policial, Silvino Carlos, eles tentavam impedir o trabalho dos motoristas que não aderiram à greve.

Nenhum comentário:

Tradutor