MOB conhece novos automáticos da Viação Princesa Conheça os dois hobbys que andam juntos: Busologia e Spotting Prefeito afirma vir articulados para corredor da Aguanambi Uma história exclusiva do Ciferal Jardineira Diversas fotos de ônibus antigos no MOB Relíquias. Clique nessa foto São Benedito oferece visita ao MOB Ceará

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Volare apresenta ônibus para transporte rural

A Volare, fabricante de minionibus do Grupo Marcopolo, vai apresentar na maior feira de negócios do setor agrícola do País, a Agrishow edição 2012, um veículo destinado especialmente para transporte de trabalhadores do setor. O Volare Campeiro, segundo a marca, tem como um dos objetivos suprir a falta de ônibus nas áreas rurais.


De acordo com levantamentos do Ministério do Trabalho e do INSS, muitos acidentes com trabalhadores rurais ocorrem nos deslocamentos. Boa parte destes trabalhadores é transportada em ônibus usados, com má conservação, dispensados dos serviços convencionais, com idade avançada, ou mesmo em caminhões.
 
Em nota divulgada pelo Grupo da Marcopolo, o diretor-executivo da Volare, Milton Susin, disse que o crescimento da marca em produtos fora de estrada motivou a participação da empresa no evento. “Vamos expor o Volare Campeiro, primeiro miniônibus nacional desenvolvido para o transporte de trabalhadores rurais, e o Volare Escolarbus 4×4. Estes veículos demonstram, mais uma vez, a capacidade e a versatilidade da marca na concepção de projetos inovadores e de sempre lançar modelos diferenciados e específicos para as necessidades dos clientes” – disse Susin na nota.

O Volare Campeiro foi lançado no ano passado e possui características de robustez que o deixam apto para o serviço de transporte rural. O comprimento total do veículo é de 9 metros, tamanho indicado para tráfego fora de estrada, onde os ônibus não podem ser muito longos. O entre-eixos do modelo é de 4,8 metros. Inclusive, alguns veículos usados de outros sistemas têm os chassis e carrocerias encurtados em oficinas independentes. As características originais de fábrica são alteradas, o que é um risco a mais para a segurança dos passageiros, já que mesmo os projetos antigos, devem ter dimensões respeitadas.

O Volare Campeiro transporta 11 toneladas. A capacidade é de 31 passageiros sentados, além de motorista e auxiliar. Os bancos são reclináveis e há maior espaço entre as poltronas para aumentar o conforto. A distância entre o assoalho e o solo é maior em relação aos outros modelos por causa dos desníveis no trajeto que este tipo de ônibus pode enfrentar devido às condições de tráfego das áreas onde operam. Os ângulos de entrada e saída, que ficam na parte dianteira e na parte traseira dos ônibus também são diferenciados, assim como o sistema de suspensão.

O veículo pode ter ainda toldos, mesas retráteis, geladeira e reservatório com capacidade para 40 litros, que mantêm refrigeração por 12 horas. Há também pias e cadeiras. Estes equipamentos são ideais para situações onde não há locais para os trabalhadores fazerem as refeições. São plantações e áreas de trabalho distantes de alojamentos ou de serviços de saneamento. O ônibus assim pode virar uma espécie de área de alimentação e descanso. Outra configuração é a que oferece dois banheiros por ônibus, feminino e masculino, também indicada para áreas onde há pouca estrutura para os trabalhadores.

Assim, o Volare Campeiro não se restringe a oferecer deslocamento, mas condições de trabalho e de descanso durante a jornada. Os banheiros também contam com duchas para descontaminação de trabalhadores que usam agrotóxicos ou outras substâncias. Os investimentos na compra de veículos como este pode trazer mais conforto para os trabalhadores rurais e evitar transtornos aos proprietários de áreas rurais ou prestadores de serviços desta natureza. O eixo diferencial bloqueante é também um dos opcionais para o veículo enfrentar condições adversas de tráfego.

Fonte: Adamo Bazani/Canal do Ônibus
Foto: Gilmar Gomes

Nenhum comentário:

Tradutor