MOB conhece novos automáticos da Viação Princesa Saiba quantos ônibus a gigante Gontijo possui MS Turismo renova frota com Caio Solar 2013 Viação Penha se mantém com a 4ª frota mais nova João Pessoa-PB renovando a frota com Torino São Benedito oferece visita ao MOB Ceará

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Sintro decide nesta terça se haverá paralisação; movimento deve afetar somente alguns bairros

Motoristas e cobradores de ônibus coletivos em Fortaleza podem paralisar atividades nesta terça-feira (3), informa o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado do Ceará (Sintro), Domingos Neto. De acordo com Domingos Neto, a categoria irá decidir, em assembleia na tarde desta terça-feira (3), se haverá ou não a paralisação.


De acordo com o presidente, a categoria irá, a partir das 15 horas desta terça-feira, ao prédio da 6ª Companhia do Batalhão da Polícia Militar de Fortaleza, no bairro Antônio Bezerra - onde os policiais militares que participam do movimento estão concentrados - para demonstrar solidariedade aos policiais. Em seguida, haverá assembleia para decidir se haverá ou não paralisação.


Ainda de acordo com o presidente, caso haja a paralisação, somente linhas que passem próximo aos bairros onde houve registros de assaltos a ônibus serão afetadas. Segundo Domingos Neto, as linhas que passem perto dos bairros Antônio Bezerra, Siqueira, Pio Saraiva, Autran Nunes e Messejana seriam afetadas.


Profissionais estão sem segurança

O presidente do Sintro disse que os profissionais estão sem segurança devido a paralisação dos policiais militares. “Estamos sem segurança. Já foram registrados vários assaltos na última noite [segunda-feira]. Existe realmente a possibilidade de paralisação”, disse.


O Sintro entrou em contato com o presidente do Sindiônibus, Dimas Barreira, mas sem sucesso. Domingos Neto afirma que a intenção da categoria é parar, se não houver acordo. “Quando a gente anuncia uma greve, o Sindiônibus coloca inúmeros seguranças nos terminais, agora que a gente está precisando, nada é feito”.

Fonte: Felipe Lima
Foto: Fernado Carneiro

Nenhum comentário:

Tradutor