MOB conhece novos automáticos da Viação Princesa Conheça os dois hobbys que andam juntos: Busologia e Spotting Prefeito afirma vir articulados para corredor da Aguanambi Uma história exclusiva do Ciferal Jardineira Diversas fotos de ônibus antigos no MOB Relíquias. Clique nessa foto São Benedito oferece visita ao MOB Ceará

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Compare os sistemas de integração de Teresina, Aracaju e Fortaleza

A integração das linhas de ônibus de Teresina entrou em funcionamento na última segunda-feira (2) e gerou uma série de críticas por parte dos usuários que questionam a efetividade do sistema. Teresina é a última capital do Brasil a  última capital do país a instalar o sistema. Em outras capitais, os coletivos estão integrados há vários anos e já se tornaram rotina da população, como em Fortaleza (CE) e Aracaju (SE). 
 

De acordo com a Superintendência de Transporte e Trânsito de Teresina (Strans), a integração na capital piauiense começa com 33 das 92 linhas integradas e marcou o reajuste da tarifa que era de R$ 1,90 para R$ 2,10. Os usuários pagam no primeiro trecho a tarifa inteira e no segundo trecho, a meia tarifa, um dos pontos criticados pelos manifestantes assim como o fato de uma linha matriz interligar a apenas determinadas linhas terminais. 

Entre as reclamações dos empresários das empresas de ônibus teresinenses estão a falta de subsídios por parte do governo estadual e municipal, como por exemplo, a eliminação de impostos como ICMS – para combustível e pneus – e ISS, além da quantidade de fraudes nas gratuidades e meia-passagens.

Ponto de integração possui cor verde-clara em Teresina

O modelo de Teresina aparentemente tem inspiração no sistema integrado de Fortaleza, criado em 1992. A capital cearense tem uma população de 2,4 milhões de pessoas, dos quais um milhão utiliza o sistema de ônibus, segundo dados da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor). A passagem custa R$ 2 e a meia R$ 1, mas há tarifas diferenciadas em determinadas horas do dia, a chamada hora social, e aos domingos.

Há dois tipos de integração em Fortaleza: uma temporal, com o uso de cartões magnéticos, e outra através dos terminais físicos. O segundo trecho não é cobrado na integração temporal e o passageiro pode trafegar de um terminal físico para o outro livremente. Na capital cearense há um limite de tempo para realizar a integração utilizando cartões magnéticos em pontos espalhados pela cidade. Como em Teresina, nesta modalidade também é utilizado o sistema de ônibus matriz que ligam a outras linhas pré-determinadas. Já nos terminais físicos todos os ônibus são integráveis.

Terminal de integração físico em Fortaleza

Atualmente, Aracaju, que tem uma população de 579 mil habitantes, atende a cerca de 7,7 milhões de passageiros por mês. O sistema integrado entrou em vigor em 1986 e o preço da tarifa é de R$ 2,25. A integração se dá exclusivamente através de terminais físicos e não há cobrança de segundo trecho. 

Nas capitais do Ceará e de Sergipe há integração de 100% das linhas. 

Veja um quadro comparativo:

Teresina
Total de habitantes: 822.363 (estimativa IBGE 2011)
Total de usuários: 7 milhões passageiros por mês
Frota: 420 ônibus
Quantidade de Linhas: 92
Preço da Tarifa: R$ 2,10
Subsídio: não há
Ano de instalação da integração: 2012
Tipo de integração: Temporal, exclusivamente com o uso de cartão magnético
Total de terminais de integração: 70 
Limite de tempo: 1h 
Total de ônibus integrados: 33 integradas



Fortaleza


Ônibus em Fortaleza

Total de habitantes: 2.447.409 (Censo 2011)
Total de usuários: um milhão de pessoas
Frota: 1.778 ônibus 
Quantidade de linhas: 247 linhas convencionais e 22 linhas corujões (após a 0h).
Preço da Tarifa: R$ 2,00 (inteira) R$ 1,00 (meia), reajustada em março de 2011. Ainda há a Hora Social das 9h às 10h e das 15h às 16h de segunda a sábado, quando a tarifa cai para R$ 1,80 (inteira) e R$ 0,90 (meia) e tarifa social aos domingos: R$ 1,40 (inteira) e 0,70 (meia).
Subsídio: Na capital cearense há a redução de ICMS, ISS e da taxa de gerenciamento.
Ano de instalação da integração: 1992
Tipo de integração: via terminais fixos (com dinheiro ou cartão) e através de integração temporal (com uso de cartão magnético). Em Fortaleza é possível pegar dois ônibus em integração temporal utilizando o cartão magnético. Como em Teresina, existe uma linha matriz que liga exclusivamente a outras linhas destino, resultando em mais de 9 mil tipos de conexões. 
Total de terminais de integração: Sete terminais fechados e dois abertos.
Limite de tempo: meia-hora, a partir do momento em que o passageiro desce do ônibus. 
Total de ônibus integrados: 100% (através dos terminais fixos de integração)
Aracaju

Ônibus em Aracaju

Total de habitantes: 579.563 (estimativa IBGE 2011)
Total de usuários: 7.728.000 passageiros por mês
Frota: 582 ônibus
Quantidade de Linhas: 95 linhas
Preço da Tarifa: R$ 2,25 (inteira) R$ 1,125 (meia)
Subsídio: não há
Ano de instalação da integração: 1986
Tipo de integração: via terminal físico
Total de terminais de integração: cinco
Total de ônibus integrados: 100%


Fonte: Carlos Lustosa Filho
Fotos: Evelin Santos/CidadeVerde.com, Etufor, Silvio Rocha

Nenhum comentário:

Tradutor